Para quando um SkatePark na Margem Sul?

Palex FerreiraOutubro 1, 20214min0

Para quando um SkatePark na Margem Sul?

Palex FerreiraOutubro 1, 20214min0
A Costa da Caparica tem praia, paredão e muito mais, mas um SkatePark continua a ser uma ilusão e Palex Ferreira explica o quão importante seria ter um

Para quando um Skatepark na Costa da Caparica? Os anos passam, as lideranças mudam, mas ainda pouco, realmente, mudou. Em Setembro houve eleições e até estátuas de surfistas “prometeram”, por mim tudo bem, não discordo com as ideias eleitorais de qualquer que seja a cor política, até porque grande parte parecem e são puras fantasias – nunca irei falar do ponto de vista político por uma questão pessoal, cada um escolhe e defende o melhor para si.

Mas e projectar algo que podia mexer realmente o skate que sempre foi forte na Margem Sul? Tantos nomes que a zona tem criado para os principais circuitos nacionais e internacionais, mas na frente de mar oceânica da margem sul nada tem para se andar e praticar?

Agora é aquele momento que uns pensam, “mas com tantos problemas sociais para se resolver. Acham que as entidades competentes se vão preocupar com a “porcaria” de um Skate Park na Costa, para meia dúzia de putos?? Devem estar a gozar”, sendo isto, pura imaginação do autor, mas que possivelmente é um pensamento mais comum do que muitos pensam.

SkatePark em Sintra Fonte: CMS

Mas vejamos um Skatepark em pleno 2021/22 não é um local de encontro de marginais, tornar-se-ia certamente num espaço de famílias a divertirem-se quando vão passear, que junta gerações mais novas no mesmo local, criando outra vivência e ambiente. E sítios para se construírem um? Bem, isso deve ser o que não falta naquelas bandas, pois o que parece faltar é vontade de alimentar a zona.

Concordo que também deviam ter mais monumentos aos pescadores e às Artes Xávega na Zona, para homenagear tantas famílias que dedicaram e continuam a manter a tradição de gerações locais, para alimentar a zona com tudo o que aquilo que representa a Costa da Caparica, como entre outras coisas que se podiam valorizar mais em detrimento de algumas só, como fortalecer e melhorar o clube local (Grupo Desportivo “Os Pescadores”), etc etc… no fundo de fortalecer a economia local que recebe tanta gente anualmente, mais no Verão, mas muitas dessas actividades acontecem o ano inteiro

Não sabendo que investimento seria necessário para tal proeza, mas certamente que até iniciativas privadas construiriam um SkatePark sem necessidade de usufruir de subsídios ou fundos do Estado (que no fundo não é mais que parte do nosso próprio dinheiro), dependendo, claro está, das condições e de como fazer acontecer. Lembrar que o Skateboarding já é uma modalidade olímpica e, já antes, detinha uma visibilidade internacional espectacular. 

Deixem alguém tomar essa iniciativa, abram concursos reais e que se parem com as burocracias, libertando os reais problemas para que as autoridades os tentem resolver, mas que se tente melhorar amplamente a vida a todos. Abram concursos para projectos no parque de Santo António por exemplo, certamente não ficará inutilizado por se “ocupar” meia dúzia de metros quadrados, e que de noite fica fechado.

Claro que estou a sonhar com os dedos no teclado, atrás de um computador é mais fácil fazer e tal, mas fica a ideia, a Costa é um paraíso desde sempre, e pode melhorar a vida de todos, os que lá moram, mas também os que a visitam, e trazer dinheiro para a economia local.

Certamente não é fácil gerir uma cidade que recebe sempre milhares de visitantes, e nem quero presumir qual será a dificuldade, mas se pudermos ajudar no que nos parece valorizar a cidade, então deveríamos ajudar, em vez de só criticar, porque é nesse tipo de discussões que grandes projectos nascem, como o famoso projecto megalómano/futurístico do Arquitecto Cassiano Branco que teve a intenção transformar a Costa da Caparica, isto nos anos 50 ou 60 mas é tempo de imaginar a Costa com um Skatepark, apenas isso!

Era só isso, se tiverem ideias e coisas boas para a Costa, partilhem com a Junta e os clubes locais, pode ser que avancem All we need is Money to dream big!

The skateboarding park. Fonte: Enochliew.tumblr.com

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter