Muito “Selt” no Indian Open

Xavier OliveiraMarço 7, 20192min0

Muito “Selt” no Indian Open

Xavier OliveiraMarço 7, 20192min0

O Indian Open coroou mais uma estreia em vitórias de ‘majors’. Foi um inglês que já há muito procura o tão desejado título e que ainda em 2014 esteve na final do Lisbon Open. O torneio disputou-se na cidade de Kochi na Índia. 

Para além das ausências, as habituais surpresas

As ausências deste Indian Open foram mais que muitas, marcando presença apenas quatro jogadores do top-16, Murphy, Bingham, Brecel e Higgins. Com mais ou menos dificuldade estes nomes seguiram todos em frente na primeira ronda, vencendo os seus respetivos encontros.

Mas já na segunda ronda, um dos favoritos à vitória caiu por terra, ao perder para Chris Wakelin. Murphy claudicou mesmo e viu os seus rivais seguirem todos em frente para ronda seguinte. E mais uma ronda, mais surpresas a acontecerem, com Brecel e Bingham a cairem aos pés dos seus adversários. Com estes resultados e olhando para o quadro, dava a ideia de que Higgins tinha tudo para sair com o troféu da India.

A estreia de Selt

Com a chegada dos quartos-de-final, o alinhamento foi o seguinte: John Higgins vs Lu Ning; Li Hang vs Matthew Selt; Lyu Haotian vs Mark Davis e Scott Donaldson vs Anthony Hamilton. Era difícil apontar os grandes favoritos à vitória em cada encontro, à excepção mesmo de John Higgins, que confirmou mesmo o favoritismo vencendo por 4-3. Selt também não vacilou e levou de vencido o Hang por 4-3. Já Mark Davis e Anthony Hamilton, dois veteranos nestas andanças perderam para os seus adversários.

Matthew Selt na final do Indian Open (Fonte: Facebook World Snooker)

Nas meias-finais, e para surpresa geral, Higgins perdeu para Selt, por 4-2, mostrando uma vez mais que esta época está longe de ser um sonho para o escocês. Quem também aproveitou para se estrear em finais foi Lyu Haotian, que bateu Hamilton por 4-2. Na grande final, estavam assim presentes dois jogadores que até à data nunca tinham vencido um ‘ major’ na sua carreira, tendo sido o inglês a erguer o troféu depois de uma vitória por 5-3.

O snooker continua-se a jogar desde a passada segunda-feira até ao próximo domingo, com o Players Championhip, podendo acompanhar em direto e exclusivo nos canais do Eurosport.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter