Skateboard: Gustavo Ribeiro vai ao pódio em Jacksonville

Francisco Sande e CastroJulho 24, 20224min0

Skateboard: Gustavo Ribeiro vai ao pódio em Jacksonville

Francisco Sande e CastroJulho 24, 20224min0
O skater português Gustavo Ribeiro obteve mais uma medalha de bronze no circuito mundial da modalidade, numa etapa de grandes emoções

Foi no passado fim-de-semana de 16 e 17 de Julho que decorreu a primeira etapa da Street League Skateboarding em Jacksonville na Florida e Gustavo Ribeiro foi destaque, trazendo para Portugal mais um pódio e mais uns pontos que podem ser cruciais na qualificação para as Olimpíadas de Paris 2024.

A SLS está de volta e Gustavo Ribeiro parece estar perto da sua melhor forma de sempre, depois do 3º lugar no World Skate Street Skateboarding Championships no fim do mês passado, o atleta olímpico português volta a conquistar o bronze numa etapa da SLS atrás de Sora Shirai (2º) e Yuto Horigome (1º).

DOMÍNIO JAPONÊS COM A APARIÇÃO EM ALTA DE GUSTAVO RIBEIRO

O campeonato foi dominado pelos 3 sem grande pressão vinda das posições inferiores, no entanto, o elevado nível praticado por “Gugu” não foi suficiente para bater os nipónicos Sora Shirai e Yuto Horigome. Sora Shirai, na sua primeira participação numa etapa da SLS, trouxe um conjunto de manobras muito criativas e de qualidade técnica perto de perfeita, já o campeão olímpico Yuto Horigome mostrou porque é o melhor skater de competição da atualidade, o japonês tem uma grande amplitude de manobras e muita tranquilidade nos momentos decisivos.

Na componente feminina a vencedora foi Rayssa Leal seguida de Yumeka Oda e de Pamela Rosa.

Na categoria masculina os skaters que se qualificaram das pre-eliminatórias foram o recordista Nyjah Huston, Yuto Horigome, Shane O’Neill, Felipe Gustavo, Gustavo Ribeiro, Dashawn Jordan, Vincent Milou e Sora Shirai. Já no feminino qualificou-se Rayssa Leal, Yumeka Oda, Pamela Rosa, Aori Nishimura, Poe Pinson, Roos Zwetsloot e Gabriella Mazetto.

O campeonato decorreu num formato novo onde os skaters tiveram direito a duas ‘lines’ e a quatro tentativas de ‘best trick’, destas oportunidades foi contabilizada a melhor ‘line’ e os dois melhores ‘best trick’ para a pontuação geral, de seguida, os quatro skaters com melhor pontuação tiveram mais duas oportunidades para melhorar as suas pontuações no ‘best trick’ ficando assim definida a classificação final.

A EMOÇÃO DA FINAL COM HORIGOME A VOAR NO AR

Já nas finais o ‘rookie’ Sora Shirai foi o primeiro a realizar a sua ‘line’ à qual foi atribuída a pontuação de 9.1, colocando os tubarões logo em grande pressão para executar uma ‘line’ de qualidade técnica em sem falhas de execução. Chegado ao fim das duas tentativas, cinco dos oito skaters em competição conseguiram obter uma nota a cima dos 9 pontos ou ‘Nine Clubs’, forma como a organização destes eventos se refere a pontuações desta escala, mostrando o alto nível do skate de competição nos dias de hoje.

Nyjah Huston chegava a Jacksonville como favorito a vencer a competição mas chegada a altura dos ‘best tricks’, o skater com mais vitórias de todos os tempos da SLS acabou por ceder três vezes de seguida perante o mesmo truque e acabou por ficar de fora dos quatro primeiros que iriam disputar a finalíssima.

Já o português Gustavo Ribeiro conseguiu realizar uma ‘line’ de 9.1 pontos e seguiu para o ‘best trick’ com alguma tranquilidade tendo em conta o leque de truques que normalmente acaba por exibir nesta fase da competição, Gustavo executou com grande classe um sólido Bs Bigspin Fs Boardslide ao qual já nos habituou em edições passadas e um 360 Flip Fs Nosegrind, ambos no ferro grande da quadra que lhe valeram as pontuações de 8.7 e 9.3 respetivamente, pontuação que lhe garantiu o terceiro lugar nesta etapa e que o coloca em boa posição para o ataque aos Jogos Olímpicos de Paris.

A armada nipónica composta por Sora Shirai e Yuto Horigome foi avassaladora e promete mais e melhor para as próximas etapas desta edição da SLS, Sora Shirai traz um estilo completamente revolucionador que coloca os juízes da competição em situações complexas no que toca a dar pontuações, já Yuto mostrou grande classe e continua a superar-se a si próprio, ele que conseguiu a pontuação de 9.1 na sua ‘line’ e dois 9.5’s nos seus ‘best trick’ com um Switch 360 Flip Fs Lipslide e um Nollie Bs 180 Fs Smith, dois truques elegantes e de grande dificuldade técnica que o levaram a levantar o troféu de primeiro lugar nesta edição da SLS 2022 Jacksonville, FL.

Na competição feminina a luta foi praticamente a dois com a campeã olímpica Rayssa Leal a levar a melhor sobre Yumeka Oda com a pontuação geral de 23.2 contra a pontuação de 23.0 da japonesa, ficando os primeiros lugares de cada categoria atribuídos aos seus campeões olímpicos.

A SLS volta no fim de semana de 13 e 14 de Agosto para a sua segunda etapa em Seattle, Washington nos Estados Unidos da América.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter