Skateboard: Gustavo Ribeiro em 12º lugar no Tampa Pro 2021

Francisco Sande e CastroOutubro 18, 20213min0

Skateboard: Gustavo Ribeiro em 12º lugar no Tampa Pro 2021

Francisco Sande e CastroOutubro 18, 20213min0
Um lugar honroso na etapa de Tampa Pro para Gustavo Ribeiro, que procurará dentro de 15 dias melhorar o desempenho no SLS 2021

No último fim de semana de 16 e 17 de Outubro ficou marcado pelo regresso da icónica competição de street skateboarding Tampa Pro 2021. Depois do cancelamento da etapa de 2020 devido à Covid-19, os melhores skateboarders do mundo voltaram a encontrar-se no Skatepark of Tampa. Com uma quadra completamente restaurada e com algumas alterações em relação à ultima edição, a competição ficou marcada por uma grande afluência de skateboarders de elite e por um nível técnico elevado. Gustavo Ribeiro, que tem estado em viagem pelas Américas, marcou presença pela segunda vez na sua vida nesta competição tão conceituada do calendário mundial desta modalidade recém-Olímpica, com o português na expectativa de rubricar uma excelente prestação depois do excelente resultado somado em Salta Lake City em Agosto deste ano.

O Tampa Pro é uma das mais antigas competições de Street Skateboarding, com a sua primeira edição a acontecer em 1995. Quando olhamos para a lista de vencedores ao longo da sua história observamos que está preenchida com alguns dos melhores skateboarders de todos os tempos como Andrew Reynolds, Eric Koston ou Nyjah Huston (o vencedor da ultima edição) que ficou impedido de defender o título por ter perdido o seu voo para a Florida.

O formato desta competição é ligeiramente diferente do formato Olímpico, sendo que existe uma primeira fase de qualificação onde os 58 skateboarders têm direito a duas linhas de um minuto em que conta a melhor das pontuações, depois de finalizada a qualificação os dois skateboarders com a melhor pontuação apuram-se directamente para a final e os skateboarders que se qualifiquem entre o 3º e o 30º lugar apuram-se para as meias-finais. Nas meias o formato é semelhante mas ficam apurados os skateboarders com as dez pontuações mais elevadas que se juntam aos dois que já se tinham apurado através da qualificação, com Gustavo Ribeiro a passar até esta fase pré-final.

Gustavo Ribeiro infelizmente não conseguiu apurar-se para a final, ficando a escassos pontos de atingir do top-10. Apesar da boa prestação, o nível praticado pelos restantes participantes foi bastante elevado e o atleta Português não conseguiu melhor que o 12º lugar com a sua pontuação de 73.82/100 (melhor resultado que obteve nesta prova), não deixando de ser uma prestação de qualidade do atleta olímpico português. O vencedor da prova foi o australiano Shane O’Neill seguido de Kevin Hoefler que ficou em segundo lugar e de Jagger Eaton que fechou o pódio.

O português terá novo teste na etapa da SLS 2021: Lake Havasu em Arizona no fim-de-semana de 29 e 30 de Outubro depois da etapa de Miami ser transferida para este local devido a algumas falhas técnicas na instalação da quadra de competição, mas que não deverá interferir com a qualidade daquilo que se espera que seja uma emocionante prova.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter