World Rugby Sevens Series – Hong Kong

João DuarteAbril 11, 20184min0

World Rugby Sevens Series – Hong Kong

João DuarteAbril 11, 20184min0
Hong Kong recebeu no fim-de-semana passado, a sexta etapa do World Rugby Sevens Series e ainda os torneios de qualificação masculino e feminino do World Series.

O evento principal realizou-se de 6 a 8 de abril, com as Ilhas Fiji a vencerem a segunda etapa consecutiva, fazendo o pleno nesta dupla jornada e aproximando-se da África do Sul na liderança da competição.

Dia 1

No primeiro dia da etapa jogou-se apenas a primeira jornada da fase de grupos, com três dos jogos a terem desfechos inesperados.

Primeiro foi o empate entre os Estados Unidos e a França. Os gauleses estiveram sempre na frente do marcador e quase a vencer a partida, mas nos últimos minutos os americanos marcaram três ensaios seguidos, um dos quais na bola de jogo e conseguiram arrancar o empate.

Depois foi a vez da Escócia vencer a Inglaterra por apenas três pontos, com um ensaio marcado também na bola de jogo.

No quinto jogo do dia foi a Espanha quem surpreendeu ao vencer a Austrália, com um ensaio na bola de jogo que durou mais 4 minutos para além do tempo regular.

Dia 2          

No segundo dia disputaram-se os restantes jogos da fase de grupos, com dois resultados improváveis.

O Canadá venceu a Austrália por 14-34, quando ao intervalo já venciam por 0-17.

Já no último jogo desta fase esperava-se uma partida mais equilibrada entre as Fiji e a Nova-Zelândia, mas os fijianos não estavam para brincadeira e venceram por 50-7.

Dia 3

Era inesperado ter a Inglaterra e a Austrália nos quartos-de-final da Challenge e acabaram logo por se defrontar, ficando a Inglaterra pelo caminho ao ser derrotada com ensaio na bola de jogo.

Jogados os quartos-de-final, passávamos às “meias-finais”, com a Inglaterra a perder mais um jogo, desta vez contra a Samoa na meia-final de disputa do 13º lugar, relegando-se ao último lugar da etapa.

A França surpreendeu mais uma vez, ao vencer a Austrália na meia-final da Challenge por 24-12.

Depois a Espanha quase se apurou para a disputa do quinto lugar, mas perdeu por apenas dois pontos frente à Argentina.

Nas meias-finais da Cup os fijianos deram a volta à África do Sul, que deixou escapar uma vantagem de 5-19 ao intervalo e a disputa de mais uma final, acabando por perder por 26-24.

Aos fijianos na final iam juntar-se mais uma vez os quenianos, depois de vencerem por 12-21 a Nova Zelândia.

O País de Gales conquistou o 13º lugar a vencer a Samoa por 5-33.

A França venceu a taça Challenge ao derrotar o Canadá por 33-7.

Em 5º lugar ficou a Argentina, que venceu novamente por apenas 2 pontos, desta vez frente aos Estados Unidos.

Com a medalha de bronze ficou a África do Sul que bateu a Nova Zelândia por 29-7.

E a final foi ganha pelas Ilhas Fiji frente a um Quénia forte e que tem demonstrado que é uma das melhores equipas do circuito.

Qualifiers

Os torneios de qualificação realizaram-se em simultâneo. A vencedora feminina foi a China, com um percurso só com vitórias, vencendo depois a África do Sul na final por 31-14.

China Qualified! (Foto: South China Morning Post)

Já o qualificado masculino foi o Japão, que ainda perdeu na fase de grupos contra o Chile, mas que depois só obteve vitórias, derrotando na final a Alemanha com o ensaio do desempate a ser marcado na bola de jogo.

Japan Qualified! (Foto: World Rugby)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter