23 Mai, 2018

Três apostas para a 2ª Ronda do Rugby Championship

Francisco IsaacAgosto 23, 20174min0

Três apostas para a 2ª Ronda do Rugby Championship

Francisco IsaacAgosto 23, 20174min0
Três jogadores que vão estar em evidência na 2ª ronda do Rugby Championship, descobre quais!

Para quem está a participar na Fantasy do Fair Play & Portal do Rugby do Rugby Championship este é o artigo certo para arriscarem em três apostas ou transferências que são obrigatórias para a 2ª Ronda! Para os que não estão participar ou não fazem sequer ideia que existia uma Fantasy da maior prova de Selecções do Hemisfério Sul, então é um guia para a 2ª ronda que irá decorrer no fim-de-semana que se avizinha.

Dane Coles, Courtnall Skosan e Rieko Ioane. Porquê estes? Fiquem a saber no artigo abaixo!


DANE COLES

Posição: Talonador
Idade: 29
Pontuação na ronda anterior: Não Jogou
Pontos a Favor: Boa % de quebras-de-linha; Surge bem em apoio; Excelente nas fases estáticas; Placador fiável;
Pontos Contra: Boa possibilidade de reincidência de lesão; Falta de forma;
Argumentação: É uma aposta de risco, daquelas em zona de “perigo”… mas como não arriscar num dos melhores avançados do século XXI? Dane Coles é um jogador que aparece no momento certo, à hora certa, com uma boa capacidade de poder assistir um colega para o ensaio (a Nova Zelândia gosta de colocar o talonador à ponta em certas situações de ataque) ou chegar mesmo ele à linha de meta. Gosta de se envolver no ataque, é um dos líderes nas fases curtas, um exímio trabalhador na formação ordenada e alinhamentos. A grande questão é se está em forma e se a contusão está mesmo resolvida.

COURTNALL SKOSAN

Posição: Ponta
Idade: 26
Pontuação na ronda anterior: 11
Pontos a Favor: Pico de forma; Ponta com maior probablidade de marcar ensaios no encontro entre Springboks-Pumas; Rápido e boa média de quebras-de-linha;
Pontos Contra: Possibilidade de ser “controlado” pela defesa contrária; Jogo dos Springboks pode passar essencialmente pelos avançados; Cede sobre pressão em certos pontos;
Argumentação: 11 pontos parece pouco, mas Skosan foi dos melhores ‘boks no jogo contra os Pumas. Um jogador que ficou em 5º lugar no top de quebras-de-linhas no Super Rugby (com 35), é provável que seja uma das armas dos Springboks para o jogo na Argentina. O instinto de try killer é uma das suas maiores valências, para além da capacidade de fintar, a leitura de jogo e a forma como ataca os seus adversários directos. Um dos pontas em melhor forma no Hemisfério Sul, com um excelente índice de trabalho, deverá ser uma aposta vossa para a 2ª ronda.

RIEKO IOANE

Posição: Ponta
Idade: 20
Pontuação na ronda anterior: 27
Pontos a Favor: Velocidade e capacidade de encontrar espaço na defesa contrária; exímio nos pontapés altos e na pressão ofensiva; placador eficaz;
Pontos Contra: Juventude e alguma inexperiência contra adversários mais físicos; Em situações de maior pressão pode claudicar;
Argumentação: O tempo passa, os jogos decorrem e Steve Hansen vai silenciando os maiores críticos do lançamento de Rieko Ioane na ponta dos All Blacks. Um ponta com 5 ensaios em cinco jogos, Ioane conseguiu “afastar” o grande Julian Savea e vai pavimentando o início da carreira na selecção com ensaios, quebras de linha, defesas batidos e detalhes fenomenais. Vale a pena meter Ioane no vosso XV, nem é um “risco” mínimo ou sequer existente, é apenas uma boa aposta. A possibilidade de Ioane chegar à linha de ensaio na 2ª ronda será alta, já que os Wallabies deverão apresentar o mesmo “esquema” defensivo, algo que beneficia a entrada do ponta dos Blues na linha defensiva.

Há outros nomes que merecem uma “reflexão” já que podem trazer pontos à vossa fantasy ou, em caso de não estarem a participar na “brincadeira”, devem ser seguidos com atenção. Falamos de: Eben Etzebeth (África do Sul); Jaco Kriel (África do Sul); Tomás Lavanini (Argentina); Santiago Cordero (Argentina); Kurtley Beale (Austrália); Ned Hannigan (Austrália); Kieran Read (Nova Zelândia); Sonny Bill Williams (Nova Zelândia); Ben Smith (Nova Zelândia);

2ª RONDA RUGBY CHAMPIONSHIP

Nova Zelândia – Austrália (08:35 – 26 de Julho)
Argentina – África do Sul (18:40 – 26 de Julho)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter