O Treinador do Ano do CN1 18/19: a escolha dos fãs e do júri-especial

Francisco IsaacMaio 13, 20194min0

O Treinador do Ano do CN1 18/19: a escolha dos fãs e do júri-especial

Francisco IsaacMaio 13, 20194min0
Estão escolhidos os nomes para os melhores treinadores do CN1, com Ricardo Rodrigues a merecer a escolha do público e João Baptista/José Mendes da Silva o do júri-especial! Eram as tuas escolhas?

Depois de termos fechado e analisado o Melhor Jogador e Melhor Jogador Jovem do ano do CN1 2018/2019 (Diogo Pina/José Roque no 1º e Tiago Fernandes/Manuel Nunes no 2º) é a hora de vermos quem conquistou o troféu e honra de ser chamado o Melhor Treinador do Ano da 2ª divisão de rugby portuguesa!

Com uma corrida às urnas “louca”, 3000 pessoas participaram na votação e escolheram os seus favoritos, com um dos candidatos a reunir a maioria dos votos. Quem? Fiquem a saber a escolha do público e do júri-especial!

E DA LOUSÃ VEIO O BEST COACH OF THE YEAR, RICARDO RODRIGUES!

Ricardo Rodrigues, o treinador principal do Rugby Clube da Lousã foi o grande vencedor da votação aberta ao público, amealhando cerca de 1472 votos, ou seja, 48% dos votos, seguido pela dupla João Baptista e José Mendes da Silva que somaram 38%. Por assim dizer, foi uma votação a “dois” com as restantes equipas técnicas a ficarem arredadas dos dois primeiros lugares no final das contas.

Ricardo Rodrigues guiou a formação lousanense até às meias-finais do CN1, onde viria a perder frente ao SL Benfica por uma margem mínima, num dos encontros mais físicos e mais disputados do campeonato. A Lousã chegou ao 1º lugar em Dezembro, depois de se impor com total superioridade ante o RC Montemor, mantendo durante quase toda a 2ª volta esta posição, perdendo-a só na última jornada da fase regular.

A capacidade em conseguir colar uma equipa que foi reforçada com jogadores de diferentes proveniências, a capacidade da Lousã em se sobrepor ante os seus principais rivais e a qualidade física evidenciada durante a maior parte do campeonato, foram pormenores de referência do trabalho de Rodrigues no comando da equipa do centro de Portugal. João Baptista e José Mendes da Silva ficam no 2º lugar, mas é certo que o trabalho de ambos guiou os mouflons na direcção correcta para não só recuperar o 1º lugar, mas também conquistar o título de campeão nacional do CN1.

Patrício Lamboglia, treinador do Caldas RC, fecha o pódio de forma meritória depois de ter guiado os pelicanos ao 5º lugar, superando o registo da época passada. Lembras que o Caldas conseguiu roubar pontos ao SL Benfica, CR Évora, elevando-se em diversos jogos como uma equipa rápida, inteligente e intensa.

Podem consultar a votação em: Melhor Treinador do Ano CN1 2018/2019

Um dos melhores jogos da RC Lousã

E É DE MONTEMOR QUE SAIU A DUPLA DE “COACH’S” COM NOTA MÁXIMA!

Para o júri-especial não houve dúvidas em relação a quem foi a melhor dupla de treinadores da temporada, com João Baptista e José Mendes da Silva a receberem a distinção com praticamente nota máxima. Ou seja, dos 6 convidados-especiais, cinco atribuíram o 1º lugar à dupla que guiou a formação montemor-o-novense, e só um os colou em 2º lugar, numa das votações mais fáceis de debater.

Não há dúvidas que João Baptista tem sido uma das chaves para o recente sucesso do RC Montemor, com já alguns troféus amealhados nos últimos anos ao serviço da equipa sénior. Com a inclusão do experiente José Mendes da Silva (foi campeão nacional como jogador e treinador por diversos clubes portugueses), os mouflons impuseram um domínio quase total do princípio ao fim da época, com só o SL Benfica a consegui-los derrotas nos últimos 10 encontros… infelizmente para os encarnados essa vitória foi durante a fase regular e não no objectivo máximo.

Em 2º lugar foi escolhida a dupla Francisco Aguiar e Carlos Castro, que apesar de não terem conquistado o título do CN1, conseguiram levar a equipa das águias à final, para além de ter derrotado RC Lousã, CR Évora, RC Montemor em pelo menos uma ocasião.

Não houve atribuição do 3º lugar, uma vez que existiram escolhas diferentes entre os 6 convidados, sendo que Miguel Avó merece um destaque pela recuperação pelo CR Évora, chegando mesmo a entrar na discussão pelos primeiros dois lugares do campeonato.

Ficam assim entregues três dos quatro prémios “Fair Play CN1”, restando apenas decidir qual é o melhor ensaio da temporada… podem participar nessa votação no nosso facebook com um comentário!

Concordam com as escolhas do público e do júri-especial?

A vitória do Montemor na final!


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter