RWC19: as previsões e opiniões para o Mundial dos adeptos portugueses!

Francisco IsaacSetembro 17, 201915min0

RWC19: as previsões e opiniões para o Mundial dos adeptos portugueses!

Francisco IsaacSetembro 17, 201915min0
Já leram os "especialistas", ouviram os seleccionadores e saborearam as ideias dos "loucos", mas é altura de saber o que os adeptos acham que vai acontecer no Mundial! As previsões e opiniões para o RWC2019!

Está quase, quase mas quase a começar o Rugby World Cup 2019 e nestes momentos pré-competição demos oportunidade aos adeptos portugueses da oval para darem as suas propostas, opiniões e previsões! De árbitros internacionais, a ex-jogadores credenciados, a atletas ainda em acérrima actividade, a cronistas reconhecidos e muito mais! Deixa a tua opinião nos comentários e faz-te ouvir!

Realizámos duas questões aos nossos convidados:

1- Três jogadores que vão estar na berra no Mundial?
2- Quem serão os possíveis finalistas desta edição?

FREDERICO MELIM (EX-JOGADOR SL BENFICA, CF “OS BELENENSES”, CDUL, RV MOITA, CALDAS RC, ETC)

1) Ardie Savea – jogador equiparado ao lendário Michael Jones que vai ter a oportunidade de finalmente se afirmar neste Mundial e com as condicoes fisicas e tecnicas tem tudo para explodir e ser um dos melhores jogadores do mundo

Pietr Steph Du Toit – provavelmente o melhor numero 6 do mundo que tambem jogaria a 2a linha em qualquer equipa no Mundo, os seus 2m e 120kgs tornam no num prodigio cujo workrate e habilidade são únicas

Jonathan Davies – o melhor jogador de Gales e um herói discreto, já mostrou pelos Lions e este ano com o Grand Slam por Gales que é o melhor Centro do Mundo e que pode fazer a diferença em qualquer jogo.

2) Final será Nz vs SA graças a ambos estarem no mesmo grupo e são as 2 melhores equipas do mundo de longe, tanto fisica como tecnicamente tento a atacar como a defender;

BÁRBARA VALENTE (ÁRBITRA E EX-JOGADORA)

1) Os 3 jogadores que acho que vão estar na berra são o Beauden Barrett, Owen Farrell e Tadgh Furlong;

2) Em relação à final, na minha opinião, será Inglaterra vs Nova Zelândia. Neste mundial é bastante difícil fazer previsões, qualquer equipa pode surpreender mas acho que a Inglaterra e a Nova Zelândia vão brilhar. Ambas as equipas têm muito boas capacidades quer técnicas quer físicas, com jogadores incríveis que possuem qualidades invejáveis, e aposto que neste mundial vão haver muitas surpresas;

MIGUEL PORTELA (EX-JOGADOR E TREINADOR NO BRAGA RUGBY)

1) – Siya Kolisi – tem uma responsabilidade enorme numa altura complicada para africa do sul, pode ser um jogador que volte a unir uma nação.

– Beauden Barrett – Tem sindo muito atacado pelo jogo ao pé mas penso que entra para este mundial para destruir tudo e provar de novo que é neste momento o melhor jogador do mundo.

– Liam Williams – Vem par ao mundial em grande forma e vai levar os japoneses á loucura. As hipóteses de gales surpreender passam muito por ele;

2) Eu sou um pouco faccioso nesta pergunta tenho um carinho especial por Gales, e acho que vai ser do grupo em primeiro lugar e a austrália em segundo lugar; encontrando-se com a Nova Zelandia na final. Acho que são as melhores seleções neste momento e com grupos mais acessíveis a inglaterra por exemplo vai ter uma vida muito complicada. O problema de gales é a profundidade da equipa que é muito baixa perdendo algumas peças nucleares pode correr mal;

HUW ROBBINS (CRONISTA DE RUGBY)

1) Depende claro da forma, físico e atitude de cada um no dia de jogo. As minhas preferêcias vão para jogadores rápidos, com excelente passe e altos skills de rugby. Por isso, minha primeira escolha vai para o Liam Williams do País de Gales… é um autêntico maverick, toma riscos claro, mas quando a sua execução é perfeita consegue tirar as pessoas das suas cadeiras! Em 2º lugar escolho uma das maiores estrelas dos All Blacks… Beauden Barrett! Traz sempre algo diferente ao jogo e quando tem a bola nas mãos é imprevisível. E a minha 3ª e última escolha vai para um avançado. A França costuma surpreender em mundiais e está em crescendo neste momento… um dos “prospects” actuais que mais me agrada é Demba Bamba. Um explosivo portador de bola que consegue abrir frechas na equipa adversária;

2) Pode ser haver uma daquelas surpresas totais, mas os vencedores costumam ser selecções que estão acostumadas a lá chegar. Nova Zelândia, Austrália, África do Sul e, talvez, Inglaterra, Irlanda e País de Gales. Por isso, mais uma vez com reservas, a minha final vai ser a Nova Zelândia frente ao País de Gales. Motivos da minha escolha: os neozelandeses têm vários dos melhores jogadores do Mundo e, por isso, são a melhor equipa. Pelo seu lado, o País de Gales tem uma defesa de grande nível, um capitão que inspira os outros jogadores (Alun Wyn Jones) e uma linha de 3/4’s perigosa e ameaçadora. É neste momento altura de termos novamente uma selecção do Hemisfério Norte como campeã. A minha única preocupação é que o País de Gales tem tendência a envolver-se emocionalmente no jogo, perdendo o foco nos momentos chaves. Neste Mundial vamos ter algumas surpresas e choques, mas o maior de todos é se a final fosse entre a Namibia e Uruguai.

DIOGO STILWELL (JOGADOR C/ PASSAGENS PELO RC SANTARÉM, CR SÃO MIGUEL, SPORTING CP E AEIS AGRONOMIA)

1) Três jogadores que vão estar na berra durante o Mundial? Maro “The Black Pearl” Itoje, Hamish “The Mish” Watson e Yu “Samurai” Tamura;

2) Previsão da possível final. Nova Zelândia – Escócia! E o porquê da minha escolha? A vida deve ser um perfeito equilíbrio entre o racional e o emocional;

JOSE RODRIGUES (JOGADOR DO CDUL, C/ PASSAGEM PELA AEIS AGRONOMIA E INTERNACIONAL POR PORTUGAL)

1) George Bridge (finalização), Handré Pollard (as questões tácticas e capacidade de corrida) e Ardie Savea (um trabalhador nato);

2) Se tudo correr bem vai ser um África do Sul-Nova Zelândia na final! É interessante porque vai ser exactamente o 1º jogo da fase-de-grupos destas equipas e que pode acabar na final. Os Springboks estão cada vez mais em topo de forma e os All Blacks são consistentes!;

RUI D’OREY BRANCO (JOGADOR DO GD DIREITO, C/ PASSAGEM PELO RICHMOND E INTERNACIONAL POR PORTUGAL)

1) Richie Mo’unga, Pablo Matera e Samu Kerevi;

2) Nova Zelândia vs Irlanda. São para mim as equipes com maior cultura no rugby mundial. Acho que que o Rugby está numa fase em esta muito nivelado fisicamente, assim sendo vai haver um importância extra para a capacidade mental das equipes. Acredito também que este mundial vai ser um hino ao rugby de inteligência, ao rugby de espaços e estas duas equipes são também as que têm argumentos mais fortes nesse capítulo do jogo;

SIMÃO VAN ZELLER (JOGADOR DO NUNEATON, C/ PASSAGEM PELO GDS CASCAIS)

1) Jogadores: sem ser as estrelas óbvias, tipo Sexton, Farrell, Beauden Barrett… diria Ryan Crotty da Nova Zelândia, Pablo Matera da Argentina se mantiver a forma do Super Rugby e Hadleigh Parkes do País de Gales ou Jacob Stockdale da Irlanda;

2) Irlanda dominou 2018, tudo indicava caminho de sucesso para o mundial, mas desapontou nas 6 Nações e foi ultrapassada por Gales. Inglaterra desapontou nas 6 Nações do ano passado mas deu agora provas que voltou ao seu melhor. França é uma equipa que se excede nos mundiais e não pode ser posta de parte e Gales teve 2019 muito bom, pena a lesão de Gareth Anscombe. Argentina forte,  Mas não é capaz de surpreender, Nova Zelândia já não domina de forma absoluta mas é favorita, Austrália com Pocock recuperado e saudável pode assustar, África do sul está incrivelmente muito forte. Se eu tivesse de escolher, friamente: Nova Zelândia e Inglaterra;

MIGUEL MATOS (EX-JOGADOR DO GD DIREITO)

1) Quanto aos 3 jogadores que acho que vão dar cartas: Faf de Klerk, Eben Etzebeth e Billy Vunipola;

2) Não consigo responder da maneira que me pedes, qual a fina previsível, porque para isso precisa de ver os alinhamentos e cruzamentos entre os vários grupos, etc. Na minha opinião, as minhas equipas favoritas para a final são a África do Sul, Nova Zelândia e Inglaterra, por esta ordem, ou seja, se me perguntarem que eu acho que vencerá acho que será a África do Sul;

PEDRO VITAL (TREINADOR JAGUARES E ER GALIZA)

1) Três jogadores que vão estar na berra durante o Mundial? Billy Vunipola, Handré Pollard e Beauden Barrett;

2) Nova Zelândia vs África do Sul Pelo facto de serem até ao momento as equipas com melhor rendimento nos jogos de preparação. Não só pelos resultados, mas pelas opções que têm dentro da equipa e pela consistência que apresentam em jogo. A Inglaterra também é um forte candidato, mas falta alguma consistência no seu jogo;

JOÃO QUINTELA (TREINADOR BAIRRADA RUGBY E EX-JOGADOR CDUL)

1) Antes de destacar 3 jogadores vou aldrabar um bocadinho e vou-me debruçar sobre 3 situações, ou potenciais situações que me parecem ser interessantes: a primeira linha dos All blacks. Como vai correr a opção por Pilares mais móveis, portadores de bola, (supostamente) melhores defesas?  E como isso vai afetar a a FO? A dupla Ford/Farrel. Será que vão dar cartas? Num bom momento de forma acredito que possam ser uma grande dupla de Playmakers e fazer muita mossa nos adversários; E a dupla Mo’unga/Barret? Vai ser funcional os dois “playmakers” a 10 e 15? e Mo’unga vai acusar a pressão? E Barrett é um “desperdício” a 15?

Três jogadores que acredito estarem num momento muito bom de forma e que podem ser importantíssimos para as respectivas equipas: Handré Pollard; Samuel Whitelock e Samu Kerevi.

Segunda aldrabice… vou nomear 3 jogadores que vou seguir com muita atenção: Christian Leali’ifano – depois de diagnosticado com Leucemia e depois de um processo (imagino penoso) de recuperação em 2019 esteve muito bem ao serviço dos Brumbies. Será o homem certo para os Wallabies?; James Ryan – o talentoso 2ª linha do Leinster deverá ser um jogador a ter em conta no futuro. Será que começa já a dar nas vistas? Pablo Matera – um dos melhores flankers do mundo?

2) Relativamente aos putativos finalistas a coisa pia mais fininho pois, graças a Deus, estas previsões estão sempre erradas (e ainda bem). Seja como for arrisco uma progressão; Grupo A- Irlanda/Japão, Grupo B Nova Zelândia/Africa do sul, Grupo C Inglaterra/Argentina e Grupo D Gales/Australia. pelo que teríamos nas meias finais Inglaterra-Austrália , Irlanda-Africa do sul, Gales-Argentina e Nova Zelânda-Japão. Depois Inglaterra – Africa do sul e Pais de Gales – Nova Zelândia, acabando assim num Inglaterra – Nova Zelândia;

LUÍS SILVA CAVACO (TREINADOR NA AEIS AGRONOMIA E EX-JOGADOR TÉCNICO RUGBY)

1) Há muitos jogadores que julgo que se vão destacar neste Mundial. Mas sendo só 3, tive de escolher um de cada equipa: Henry Slade (centro) – é o X-player da linha de 3/4 da Inglaterra. A sua tomada de decisão, linhas de corrida e passes faz parecer qualquer ponta o melhor do Mundo; Reiko Ioane (ponta) o melhor finalizador atualmente. Como defendê-lo? Mesmo assim tive dúvidas entre o Ioane e Sevu Rece, pois foi o jogador do Super Rugby 2019. Defesas batidos, quebras de linha e muitos ensaios. Ajuda também jogar nos Crusaders!; Pablo Matera (3ª linha) é o coração da equipa argentina. Muito versátil no ataque e presença física terrível na defesa;

2) Será um Mundial muito interessante, mas no final,julgo que não haverá muitas surpresas. Prevejo uma final entre a Nova Zelândia-África do Sul. Uma repetição do jogo dos grupos em que a Nova Zelândia julgo que vai ganhar. A Nova Zelândia porque é sem dúvidas a equipa que tem dominado o rugby mundial, a mais capaz de se adaptar aos seus adversários e mais cínica. Para além disso a Nova Zelândia, após o seu primeiro jogo do grupo contra a África do Sul, poderá gerir melhor o seu grupo de trabalho, pois tem um grupo mais acessível.

A África do Sul, porque mesmo ficando em 2º lugar do grupo, terá possibilidade de gerir bem o seu grupo, e preparar bem um possível jogo dos Quartos de Final contra a Irlanda ou Escócia, que julgo que vá ganhar. Têm um tipo de jogo que bem executado é abrasivo para qualquer defesa. Julgo que irão apostar no modelo tradicional de jogo direto e com uma defesa muito pressionante. Foi a fórmula para ganharem os mundiais de 1995 e 2007. Apostava na Inglaterra para a final, mas deverá apanhar a Nova Zelândia nas meias-finais e não creio que vá aguentar o calendário, pois joga os dois últimos jogos do grupo contra a Argentina e França, mais o possível jogo dos Quartos de Final.

GONÇALO BRANCO (EX-JOGADOR AGRONOMIA RUGBY E VENCEDOR DE UMA FANTASY FAIR PALY)

1) Billy Vunipola (vai confirmar o estatuto de melhor 8 do mundo), Beauden Barret (melhor jogador do mundo) e Handré Pollard (melhor marcador do torneio);

2) África do Sul-Inglaterra (ver artigo de Gonçalo Branco a explicar as suas opções);

VICTOR RAMALHO (EX-JOGADOR E DIRECTOR DO PORTAL DO RUGBY)

1) Romain Ntamack (França), George Bridge (Nova Zelândia) e Santiago Arata (Uruguai);

2) All Blacks e Springboks. Pode parecer pouco criativo e uma coincidência como o 100º jogo entre estes dois rivais logo numa final de Mundial tem não se materializar (o que seria uma pena para a história), mas neozelandeses e sul-africanos terão uma primeira fase tranquila e chegarão às quartas descansados e enfrentarão oponentes do Grupo A, isto é, as no momento não-convincentes Irlanda e Escócia, ou o Japão (que já teria alcançado seu limite). All Blacks e Springboks estarão atingindo seu máximo nas semifinais;

MANUEL NATÁRIO (JOGADOR ACADÉMICA DE COIMBRA)

1) Ardie Savea, devido à grande forma em que esteve nestes últimos jogos; Faf de Klerk, pois é um jogador que me agrada imenso e suponho que tu (Francisco) partilhes da mesma opinião, e devido à energia e rapidez que mete no jogo; Manu Tuilagi, pois é um jogador bastante forte no contacto e que fez umas 6 nações bestial e está pronto para brilhar neste mundial;

2) Eu prevejo uma final entre a África do Sul e a Nova Zelândia, pois não se vão encontrar nas fases eliminar e são teoricamente as seleções mais fortes não só pelos jogadores convocados mas também pela disponibilidade física, tática e mental que deixam em campo.;

DUARTE AZEVEDO (JOGADOR CF “OS BELENENSES” E INTERNACIONAL POR PORTUGAL)

1) Os três jogadores que na minha opinião vão estar na berra neste mundial são: Tom Curry (o asa tem sido predominante no jogo da Inglaterra com inúmeras placagens e turnovers), George Bridge (aqui também poderia escolher o Sevu Reece, mas penso que George Bridge é mais completo e mais consistente) e por fim, um dos meus jogadores preferidos, Faf de Klerk (é para mim neste momento o melhor médio de formação da atualidade e imprime uma dinâmica fantástica à África do Sul);

2) A final penso que vai ser entre Nova Zelândia e Inglaterra, as duas equipas mais fortes neste momento e com maior profundidade no plantel. A minha aposta seria nos All Blacks que quando chegam a momentos de decisão dão sempre um passo em frente e não falham;

HELENA AMORIM (AUTORA FAIR PLAY)

1) Faf de Klerk, Antoine Dupont e Ntamak. Dois formação e um abertura. Já deram muito boas indicações e este é o cenário ideal para vingarem o seu jogo;

2) Nova Zelândia-País de Gales.  Não me parece que a Nova Zelândia vacile quando for a altura. Ainda tem um estilo de jogo feroz, executantes fora deste Mundo e o mesmo treinador que já conhece bem os cantos à casa. Por isso, seja quem for que lhes cheguem pela frente, eles tenderão a ultrapassar.

Gales e África do Sul na final. Aqui, tive de parar. Os Springboks estão mais espevitados que nos últimos tempos e há toda uma motivação para marcarem terreno neste Mundial. Mas Gales… Gales tem uma equipa fenomenal que bem oleada pode ultrapassar os Springboks e disputar a final. Não há grande explicação a não ser uma intuição ingénua;


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter