World Sevens Series – Pós-Vancouver e Pré-Hong Kong

João DuarteAbril 5, 20183min0

World Sevens Series – Pós-Vancouver e Pré-Hong Kong

João DuarteAbril 5, 20183min0
Na última etapa, em Vancouver, as Fiji venceram na final o Quénia e aproximaram-se da África do Sul na liderança do campeonato. A etapa de Hong Kong realiza-se já este fim-de-semana e promete muitas surpresas.

O Fair Play conta como correu a etapa de Vancouver, com os campeões que seguem para a etapa mais espectacular de todas: Hong Kong! Fiquem a saber tudo sobre os World Sevens Series!

VANCOUVER

Em Vancouver assistimos a alguns resultados inesperados, com uma equipa a estrear-se em finais desta época, o Quénia e com as Fiji a aproximarem-se do topo da tabela geral.

Dia 1

Logo no primeiro dia os quenianos fizeram questão de mostrar ao que vinham. No primeiro jogo, a perder por 0-7 com a França, conseguiram dar a volta e vencer por 14-7. O segundo adversário foi a Espanha, que foi facilmente vencida por 43-0. Já o terceiro jogo foi diante das Fiji, uma antevisão do que seria a final, onde acabaram por perder por 24-21.

A equipa que mais surpreendeu neste primeiro dia foi a Samoa, primeiro ao vencer a Inglaterra por 5-21 e depois o País de Gales por 10-28, não se tendo qualificado para a Cup apenas devido à derrota frente à Argentina e pela combinação de pontos marcados e sofridos.

Dia 2

No segundo dia o Quénia continuava em força e avançou até à final depois de derrotar a Inglaterra nos quartos-de-final por 0-12 e os Estados Unidos na meia-final por 19-24, com o ensaio do empate na bola de jogo e o da vitória no prolongamento.

Nos jogos decisivos, a Samoa venceu o Canadá por 15-21 e conquistou o 13º lugar.

A Escócia bateu com relativa facilidade a Espanha por 29-5 na conquista da Challenge.

O quinto lugar foi atribuído à Inglaterra que derrotou a Austrália por 14-31.

A medalha de bronze foi para a África do Sul que conseguiu dominar os norte-americanos e vencer por 29-7.

As Fiji acabaram por vencer novamente o Quénia, desta vez na final e com um resultado mais dilatado, 31-12, demonstrando ter levado a lição do primeiro dia bem estudada, aproximando-se assim da África do Sul na luta pela liderança da competição.

HONG KONG

A etapa asiática é considerada a maior do World Rugby Sevens Series, onde para além da realização do evento principal, na categoria masculina, são também realizadas as etapas de qualificação feminina e masculina, envolvidos por convertos e diversões que enriquecem o evento em geral, atraindo milhares de pessoas.

Os três eventos são realizados entre 5 e 8 deste mês, sendo que primeiro entram em ação as mulheres e depois os homens, sendo que as finais do evento principal se realizam no dia 8.

Acompanhe toda a ação em: https://goo.gl/mfBAms


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter