Ericeira Beach Rugby 2019: Bandeira Azul para a 11ª edição

Francisco IsaacJunho 18, 20197min0

Ericeira Beach Rugby 2019: Bandeira Azul para a 11ª edição

Francisco IsaacJunho 18, 20197min0
Aí está a época do rugby de praia e nada melhor que começar a disputa pela oval na Ericeira! Tudo o que precisas de saber sobre o Ericeira Beach Rugby 2019!

Dia 22 de Junho de 2019 marca o início da época dos Beach Rugby em Portugal e começamos logo com dois torneios diferentes: o Porto Beach Rugby, inserido nas EBRA Series (a entidade que tutela os torneios oficiais da variante de 5 e que vamos apresentar em outro artigo), e o Ericeira Beach Rugby, um dos mais históricos eventos dos areais portugueses.

Antes de começarmos a falar sobre o evento a realizar nos dias 22 e 23 de Junho na Ericeira, é necessário apontar que não há circuito nacional de Beach Rugby definido para 2019, mas o Fair Play fará uma contagem de pontos entre os torneios da variante existentes neste ano e no final lançará o ranking nacional!

Iniciado em 2008 pela Associação dos Amigos do Rugby da Ericeira liderada pelos esforços de João Silva, o Ericeira Beach Rugby volta a receber mais de 77 equipas divididas entre os escalões de séniores (masculinos e femininos), sub-18/16/14/12/10 e 8, que jogam em dias diferentes.

No sábado séniores, sub-18 e sub-16 vão jogar em três campos diferentes, oferecendo assim uma fluidez de jogos ao torneio que vai permitir terminar tudo pelas 17h30, com o início do dia marcado para as 11h00. As finais estão destinadas a começar às 16h30 e vão até às 17h30.

No Domingo o dia de jogos começa às 11h00 para os escalões de formação e vão dar outra cor à Ericeira já que possivelmente mais de 400 jovens atletas vão lutar pelo poder da bola oval no 2º dia do torneio da Ericeira, com o final destinado para as 17h00.

Por assim dizer este é o manual de funcionamento do torneio que vai ter jogadores de todos os tamanhos e idades a participar na 11ª edição do Ericeira Beach Rugby, numa clara demonstração que não importa o escalão para se ter uma festa imensa da modalidade nas areias. Mas vamos conhecer alguns dos pormenores mais interessantes da competição desde que clubes vão estar presentes, à novidade de formação de equipas jovens e aos prémios!

TORNEIO DE MARCA DO SUL MAS COM SONHO DE SER NACIONAL

O Ericeira Beach Rugby vai acolher cerca de 14 clubes homologados pela Federação Portuguesa de Rugby nos dias 22 e 23 de Junho, sendo que ainda vão entrar em campo outras 16 equipas que foram constituídas de propósito para este torneio, num modelo similar do que são os Caparica Sharks compondo-se um torneio com 30 equipas.

Há clubes portugueses que vão levar mais que um escalão como o CDbUL (7), Ericeirense (7), Belas (8), Técnico (5), RC Santarém (5), São Miguel (5) ou Agronomia (4), sendo que desta feita não vai haver presença quer do Belenenses Rugby ou do SL Benfica, clubes que normalmente participam no Ericeira Beach Rugby.

A grande aposta dos emblemas nacionais vai para a formação e isso fica provado quando vemos que a presença de equipas séniores em 2019 é diminuta (seja porque os sub-20 e 7’s de Portugal estão em funcionamento, devido aos exames nacionais e de faculdade ou do facto de estar a decorrer ao mesmo tempo o Porto Beach Rugby) com as confirmações do Belas RC, Nova Rugby, Gaivotas (os veteranos do Técnico Rugby), Jaguares, GD Direito, CR São Miguel, Técnico Rugby e Ubuntu.

Do lado do escalão sénior feminino vão estar presentes só três equipas, o Belas RC, Ubuntu e RC Santarém, e esta escassez de presença de equipas femininas tem razão de ser… o Porto Beach Rugby.

O sucesso do torneio está na parte juvenil, uma vez que não há espaço para mais equipas desde os sub-8 até aos 18, seja clubes nacionais ou grupos de amigo, esperando-se uma festa intensa e viva do rugby juvenil.

Para todas as idades e géneros (Foto: Luís Cabelo Fotografia)

O RUGBY ALÉM FRONTEIRAS DOS CLUBISMOS

Os Caparica Sharks foram talvez os pioneiros do lançamento das equipas de convite com atletas de diferentes clubes a conviver debaixo da mesma “bandeira” ou, e como os tubarões da Margem Sul nos habituaram, um insuflável como simbolismo do seu grupo de jogadores.

No Ericeira Beach Rugby vão estar cerca de 16 formações criadas com só o propósito de participar no torneio, com atletas do CDUL, Agronomia, Direito, Montemor ou qualquer outro emblema a alinharem nos Tigers, Crocs, Beachlanders, Codfishers, Tapada Gladiator, entre mais 11 equipas.

Esta é uma forma de criar ligações positivas entre atletas de clubes diferentes, na procura de uma melhor consistência e até de preparação para o que podem vir a ser os convívios em selecções nacionais, seja as de formação ou séniores.

Este é um pormenor que faz jus aos valores do desporto com os conceitos do fairplay, companheirismo, amizade e interligação entre atletas a entrarem em jogo e a dar outra dimensão à modalidade… o Beach Rugby e 7’s são geniais neste capítulo e na Ericeira vamos ter a possibilidade observar precisamente isto.

PRÉMIOS E O FUTURO DO ERICEIRA BEACH RUGBY

Se competir e participar neste torneio é o que interessa, é inegável que os prize-money ou prémios criam sempre aquela “fome” especial para lutar de outra forma. No escalão sénior masculino os prémios serão: 75% do valor da inscrição para o vencedor, 25% para o finalista vencido, caixa de vinho para os 3ºs classificados e um jantar para o 4º. Esta receita é replicada nos femininos.

Já nos sub-18 e sub-16 os campeões desses escalões recebem a taça alusiva à sua conquista e ainda um jantar em terras da Ericeira, de forma a fechar da melhor forma a presença no torneio.

São prémios mais que suficientes para abrir a época do rugby de praia (a par do Porto Beach Rugby) e após a explicação de todo este torneio, das equipas que vão participar e de outros pormenores que envolvem o Ericeira Beach Rugby, apresentámos algumas questões ao organizador da prova, João Silva.

João, o Ericeira Beach Rugby é uma das etapas mais históricas do rugby português. Tens recordações de quais eram os vossos objectivos na 1a edição?

Os nossos objetivos na primeira edição eram de dar a conhecer o rugby na nossa zona. Tinhamos começado há menos de 1 ano e queríamos que a população soubesse da nossa existência e pudesse ver um pouco do que é o rugby e a sua forma de estar. Por outro lado também queriamos fazer receitas que pudessem ajudar o rugby Ericeira a crescer, o que também foi conseguido.

Há uma aposta total nos escalões de formação… Esta é uma forma de espalhar a febre pelo beach rugby? Gostas de ver equipas de miúdos que se juntam independentemente do clube onde estão a jogar?

A aposta nos escalões de formação é o nosso ponto forte e acreditamos ser a melhor forma de enraizar o Beach Rugby. A prova que está a resultar é o entusiasmo demonstrado pelos jovens (sub-14 e sub-16 principalmente) que se organizam entre eles para fazer equipas só para o nosso torneio – este ano são 16 equipas com essas características.

Sabemos que temos tido um papel fundamental para o desenvolvimento desta vertente da modalidade e temos muito orgulho nisso. Temos por objetivo crescer a cada ano e o 12º Beach Rugby Ericeira 2020 já está a ser preparado com mais de 1 ano de antecedência, por forma a conseguir internacionalizar o evento e chegar às 120 equipas. Este ano, se não existisse o Beach Rugby do Porto na mesma data chegaríamos perto desse número de equipas.

O topo do Ericeira Beach Rugby (Foto: Luís Cabelo Fotografia)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter