E (finalmente) chegam os torneios de rugby de XV de fim de época!

Francisco IsaacAbril 25, 20196min0

E (finalmente) chegam os torneios de rugby de XV de fim de época!

Francisco IsaacAbril 25, 20196min0
É a partir de sexta que nos chegam os torneios de rugby de 15 de final de época. Do estreante Bulldogs Alvalade International Cup ao lendário Kiko Rosa! Vais acompanhá-los?

A 1ª EDIÇÃO DA BULLDOGS ALVALADE INTERNATIONAL CUP: HOMENAGEM, EM DIRECTO E MUITO MAIS

Estamos a entrar nos dois últimos meses de época de rugby em Portugal, e apesar do conturbado momento  que se vive no Campeonato Nacional 2, para já sem fim à vista quando a competição até já tinha a final praticamente agendada (o CR Técnico volta a ser introduzido depois de um erro crasso e problemático do Conselho de Disciplina, forçando repetição de todos os jogos da 2ª ronda da fase de apuramento de semi-finalistas), é altura de entrarem em campo os torneios amigáveis de XV, recebendo as equipas nacionais convidados internacionais numa combinação de “festa” com “competição”, algo que eleva a modalidade em Portugal.

E como começa esta “fase”? Com um Torneio organizado pelo Clube de Rugby de São Miguel que vai muito para além de receber equipas de fora, já que se vai realizar uma homenagem aos tricampeões europeus de sub-20, que conquistaram esse feito histórico no início de Abril de 2019.

Depois de um voto de louvor feito publicamente pela Assembleia Municipal de Lisboa, introduzido pelo próprio Presidente do clube do bairro histórico fixado em Alvalade, será portanto a hora dos sub-20 receberem esta homenagem… até agora a única agendada por um clube de rugby português ou da própria Federação Portuguesa de Rugby (estranhamente, a própria instituição tem se mantido silenciosa nas homenagens ou recepções das selecções nacionais jovens tanto sub-20 como sub-18).

Bulldogs Alvalade International Cup vai receber assim quatro a equipas, com a formação da casa, o CR São Miguel, uns irlandeses de Connacht, Loughrea RFC, os holandeses do Ereklasse, ASRV Ascrum, e os “militares” castores, Belas RC, oferecendo um after-season interessante a estas equipas que não tendo competição oficial a decorrer em “casa”, optam por realizar estes amigáveis para continuar a desenvolver dinâmicas de XV dos seus atletas.

O torneio começa oficialmente às 19h00 e desenrola-se até às 23h00, com trinta minutos de duração cada jogo (15 minutos cada parte), realizados todos no Complexo Desportivo de São João de Brito, com arbitragem oficial, com Fernando Mendes como “juiz” máximo desta competição amigável. Outro ponto interessante é que a competição vai receber acompanhamento em directo, com os internautas a terem a possibilidade de seguirem os jogos tanto na página do CR São Miguel como do Fair Play.

Será portanto um torneio interessante de se seguir, porque apresenta um modelo competitivo mais tardio, numa lógica de trazer algo diferente num horário que supostamente não há rugby de competição em Portugal (são raros os jogos às sextas-feiras), aproveitando para dar outro contraste a Alvalade.

Foto: CR São Miguel

O THOMAR RUBY TRAZ “FUN” E BOM DESPORTIVISMO

Em Tomar também vai haver festa de rugby, com o Fun Rugby 2019 Thomar, uma competição diferente, mais virada para o “social” e divertimento, com a vinda de vários atletas à histórica cidade portuguesa, que está prestes a ter o seu próprio campo de rugby.

Dois dias de jogos, de mistura de portugueses com ingleses, franceses, italianos, belgas, holandeses ou outras nacionalidades, jogando lado-a-lado, preocupando-se tanto com a placagem como a comunhão e partilha de momentos num fim-de-semana “gordo” para aquele que poderá vir a ser um dos locais mais importantes do rugby português no futuro.

COMEÇAM OS GRANDES TORNEIOS JUVENIS: TAPADA RUGBY FESTIVAL, KIKO ROSA E JP RUGBY

Em termos de torneios juvenis, no sábado 27 de Abril vai ter lugar um duplo acontecimento em Portugal: o Tapada Rugby Festival, com uma ordem de “festas” recheada que começa em torneios de formação, com participações de uma larga quantidade de atletas nacionais para fechar com um duplo encontro sénior entre os “agrónomos” e os “vizinhos” do GD Direito.

O Tapada Rugby Festival marca a “abertura” (o Torneio Internacional do Direito já tinha dado o 1º pontapé, numa edição menos expansiva por culpa da pouca afluência dos emblemas nacionais) também deste tipo de competições mais de “escolas” a realizar entre Abril e Maio (a 5 de Maio vai ter lugar o conceituado JP Rugby pela 21ª vez e a 19 do mesmo mês teremos o histórico Torneio Kiko Rosa, uma competição lendária para o rugby português), numa forma de criar uma relação positiva entre os vários emblemas portugueses.

O dia vai começar então às 10h00, com a típica fotografia de família às 10h30, seguindo-se o convívio entre os vários escalões (sub-6 a 10 estão no Campo nº2, enquanto sub-12 no Campo nº1 e sub-14 no sintético). Haverá ainda tempo para os sub-14 terem direito a um jogo de XV no campo nº2 e depois lá entram os graúdos para se baterem por mais uma jornada da Divisão de Honra e da taça Europcar Challenge.

Já mais para o sul de Portugal, precisamente em Loulé, o clube local organiza um Torneio Internacional de sub-18 com presença de 4 equipas: RC Loulé, Clube Amigos del Rugby (Espanha), Terenure College Rugby (Irlanda) e Birdgnorth Rugby Club (Reino Unido). Os encontros serão realizados no Campo João Adelino Gonçalves e começam às 12h00. É um torneio histórico já que é o primeiro da sua espécie para o RC Loulé que tenta criar uma base forte para o rugby algarvio, sempre algo esquecido pelas administrações da Federação Portuguesa de Rugby e que tarda a ser referência em Portugal, isto quando recebe todos os anos várias selecções internacionais em Vilamoura e outros campos.

Será portanto a estreia desta competição para os algarvios, que oferecem assim uma oportunidade ao seu rugby de formação de se mostrar, lutar contra outras equipas de fora e criar outra sintonia com as forças municipais locais de Loulé.

E, por fim, lá para norte, o Braga Rugby organiza mais uma vez Braga Youth Rugby Cup, uma competição que tem apaixonado e captado equipas do norte/centro de Portugal ou da Galiza, elevando-se cada vez mais como uma prova de referência para a modalidade e que tem de criar uma consciência camarária de apoio ao trabalho imenso dos “gladiadores”. A competição decorre durante todo o fim-de-semana, dos sub10 aos sub-14.

Ou seja, entre 26 e 28 de Abril vamos ter um claro exemplo do melhor que o rugby português pode oferecer: torneios internacionais, comunhão entre equipas nacionais, partilha de conhecimentos e experiências com formações visitantes e uma intensa “festa” da modalidade que vale a pena seguir e acompanhar com atenção.

Foto: RC Loulé

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter