NFL: Quais serão repercussões dos 14 casos de coronavírus dos Titans?

Miguel Veloso MartinsOutubro 2, 20206min0

NFL: Quais serão repercussões dos 14 casos de coronavírus dos Titans?

Miguel Veloso MartinsOutubro 2, 20206min0
Com o início da quarta semana de jogos da NFL, os Titans são agora a principal vitima da pandemia na liga americana. Tudo começou com um treinador infetado mas rapidamente se tornou numa situação de risco para a competição. Quais serão repercussões dos 14 casos de coronavírus dos Titans? O FairPlay conta-te tudo.

Dentro das limitações da pandemia, os últimos dois meses têm sido um sonho para a NFL. A liga norte-americana conseguiu evitar quaisquer casos de coronavírus neste período tempo. As esperanças eram altas para que a NFL se mantivesse segura e livre de casos da pandemia, mas talvez estas esperanças abriram portas para algum facilitismo.

No sábado (dia 26), os Tennessee Titans anunciaram que um dos seus treinadores foi testado positivo. Shane Bowen, o defensive playcaller e treinador de outside linebackers, estava agora fora das contas para domingo. Ainda assim, a equipa decidiu que iria jogar no domingo contra os Minnesota Vikings. A NFL também não colocou qualquer travão quanto a esta decisão.

Na terça-feira (dia 29) de manhã, os Titans receberam uma surpresa, 8 testes positivos. 3 jogadores de Tennessee e 5 membros da equipa técnica estavam agora infetados com o vírus. Isto obrigou a que não só os Titans tivessem de fechar as suas instalações, mas também os seus oponentes do jogo de domingo. 

Os Vikings, apesar de não ter sido identificado qualquer caso de covid-19, foram afetados pela irresponsabilidade dos Titans e da NFL. A equipa de Minnesota voltou aos treinos nesta quinta-feira. As instalações dos Vikings estão agora com uma segurança ainda mais reforçada para prevenir casos como em Tennessee.

Com o passar da semana, o número de infetados no franchise sediado em Nashville passava agora para 14. A lista de casos positivos dos Titans agora conta com 7 membros do staff e 7 jogadores, incluindo o CB Will Fuller.

O que parecia um risco pequeno que não afetaria muito a equipa, agora tornou-se num grande problema para toda a NFL. A liga norte-americana decidiu cancelar o jogo entre os Titans e Steelers, que ocorreria este domingo. Apesar de inicialmente se ter discutido a possibilidade de mover o jogo para segunda-feira (dia 5), foi decidido pela liga que seria demasiado arriscado para as duas equipas.

Os Titans viram o seu número de casos a subir durante toda a semana e seria irresponsável deixar a equipa voltar aos relvados em tão pouco tempo. Juntando a esta preocupação, Tennessee teria também muito pouco tempo de preparação física, podendo apenas voltar às suas instalações no sábado (dia 3). 

 

Qual é o próximo passo para os Titans?

Para os Tennessee Titans a maior preocupação deve ser agora proteger os jogadores, membros do staff e respetivos familiares que não estão infetados. As instalações da equipa estão encerradas e a equipa não irá ter de jogar ou treinar esta semana. Neste momento, os Titans não se têm de preocupar na preparação de jogo contra os Steelers. 

A equipa vai continuar a trabalhar remotamente, como fizeram no início da offseason, mas agora o foco serão os Buffalo Bills. Esta tem sido uma semana cheia de preparações através de chamadas de Zoom, e de incertezas. Só há poucos dias é que foi confirmado que o jogo contra os Steelers seria cancelado. Neste momento, os Tennessee devem analisar as suas limitações e procurar soluções para esta situação fora do comum.

A equipa deverá voltar a treinar nas suas instalações ainda este sábado. Os acontecimentos desta semana devem também afetar a forma como a equipa se vai preparar para o jogo contra os Bills. Já está confirmado o regresso às instalações, mas ainda não sabemos como serão estes treinos. Os Titans estão numa situação delicada e deverão tomar todas as cautelas necessárias. Este será um tema a acompanhar nos próximos dias pela NFL.

 

Os Steelers, os Ravens e o re-agendamento do jogo

Os Pittsburgh Steelers deverão manter os seus regimes habituais, não existindo, provavelmente, alterações significativas à metodologia de treino e proteção dos jogadores. Como os Titans, os Steelers têm agora uma semana de folga que será usada para preparar a receção dos Eagles.

O mais provável é que esta bye week substitua a que tinham agendado para a 8ª ronda da temporada. A situação obviamente não deixa os Steelers contentes, não tendo aproveitado totalmente a sua bye week. No entanto, esta poderá ser a melhor forma de re-agendar o jogo contra os Titans.

Para que NFL consiga que esta alteração ocorra, outra equipa terá de cooperar: os Baltimore Ravens. Os Ravens e os Steelers estão agendados para se defrontar na 7ª ronda da NFL, mas a alteração que sugerimos acima deverá mudar esta calendarização. À semelhança dos Steelers, Baltimore tem a sua bye week marcada para a 8ª ronda, na semana a seguir ao seu confronto.

Os Tennessee Titans tinham a sua semana de folga originalmente marcada para a 7ª ronda. Sendo assim, a melhor solução seria que o jogo dos Titans contra os Steelers fosse re-agendado para essa data. Isto permitiria que ambos plantéis ocupassem as suas inicialmente agendadas bye weeks e não tivessem grande interferência com outros jogos. Em vez de jogarem na 7ª ronda contra os Steelers, os Ravens descansariam nessa semana e receberiam Pittsburgh na semana seguinte.

NOTA DO EDITOR (02/10/20 às 18:20): A NFL oficializou há poucos minutos a alternativa descrita acima. O jogo dos Pittsburgh Steelers na casa dos Tennessee Titans passará agora para dia 25 de Outubro às 13h (ET) ou 18h (GMT).

 

Esperamos que os Titans e todas as outras organizações da NFL aprendam com esta situação para prevenir colocar em risco os jogadores, treinadores e todas pessoas que convivem com os mesmos.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter