Lesões na NBA: um flagelo constante

João FerreiraDezembro 27, 20184min0

Lesões na NBA: um flagelo constante

João FerreiraDezembro 27, 20184min0
Mais um ano, mais uma ronda de lesões que parece não ter fim. Lesão atrás de lesão, a NBA continua a não se preocupar com o bem estar dos seus atletas. Vamos ver quais são as lesões que mais afetam os franchises neste momento.

Mais uma época da NBA, mais um “rodízio” de lesões que parece não ter fim. Se no ano passado tivemos a impressionante (pela negativa) lesão de Gordon Hayward, ao fim de 2 minutos do primeiro jogo da época regular, este ano já tivemos uma lesão quase tão impressionante de Caris LeVert, que partiu o pé.

Mas, infelizmente, não é a única lesão, e certamente não será a última, numa época onde já vimos vários jogadores preponderantes a ficar de fora. Mas passemos a explicar algumas das lesões que mais afectam as grandes equipas neste momento.

DeMarcus Cousins (Golden State Warriors)

Estranho, não é? Começar com um jogador que nunca jogou pela sua equipa. No entanto, é a lesão que mais está a afetar uma equipa neste momento.

DeMarcus Cousins foi, sem dúvida, a grande mexida na off-season, sem contar com King James, tem estado de fora desde a época passada, e até se pensava que esta ausência não faria grande diferença aos GSW tal era a dinâmica ofensiva que a equipa de Oakland tinha mostrado nos últimos 4 anos, sensivelmente.

A verdade é que neste momento, Golden State é um franchise diferente e isso vê-se nos jogos. A equipa parece desligada, como é o exemplo do último jogo contra os Lakers, em que Klay e Draymond ficaram abaixo dos 10 pontos.

Tudo isto deve-se, acreditamos nós, aos vários episódios que têm rodeado Kevin Durant desde o início da época, desde o episódio com Draymond Green (em que este acabou suspenso pela própria equipa), até às recentes notícias que envolvem uma possível ida para o Maddison Square Garden.

É aqui que entra DeMarcus Cousins. É um jogador líder, e é o que, neste momento, os Golden State Warriors precisam. Um jogador que lidere a equipa dentro do court, para além de necessitar urgentemente de um melhor defensor junto da tabela, pois neste momento, os GSW não têm um defensor que consiga fazer frente aos postes da NBA.

Veremos como é que a equipa continua a jogar mas, neste momento, fica a ideia de que a lesão de DeMarcus Cousins afeta mais a equipa do que aquilo que seria de esperar.

Nikola Mirotic (New Orleans)

Momento atípico em New Orleans, principalmente se comprarmos com o ano passado. No nosso entender, isto deve-se à lesão do montenegrino. 

O ano passado, a equipa de New Orleans, não só foi aos playoffs, como fez uma época regular quase imaculada, eliminou os Trail Blazers em 4 jogos, e teve em Anthony Davis, Jrue Holiday e Nikola Mirotic um Big 3 que chegou a ser temido por muitas equipas.

Mirotic é um jogador que acrescenta muito, numa equipa que pouco tem em termos de capacidade de jogo. Tem um lançamento de 3 pontos temível, é um defensor nato, e é muito importante que o jogador volte o mais rapidamente possível, visto que os Pelicans, neste momento, ocupam o penúltimo lugar da Conferência Oeste.

Nikola Mirotic, contra os Portland Trail Blazer (Foto:ESPN)

Kevin Love (Cleveland Cavaliers)

Já ninguém se lembra da equipa de Ohio? Aquela que foi à Final da NBA nos últimos anos, mas que desapareceu do mapa, assim que LeBron James foi para LA?

É verdade, a equipa continua. Não nas melhores condições, mas continua. Se a saída de James enfraqueceu, e muito, o conjunto dos Cavs, a verdade é que a lesão de Kevin Love veio dar um tiro no pé naquelas que seriam as potenciais esperanças em chegar a um lugar nos playoffs.

Será por esta lesão que os Cavs não vão aos playoffs? (Foto: GettyImages)

A seguir a James, Kevin Love era, e é, o jogador mais importante da equipa, jogador este que renovou por 5 épocas com o conjunto de Ohio dando a entender que será o franchise player para os anos correspondentes ao contrato.

A verdade é que Kevin Love, que fez apenas 4 jogos este ano, é quase como um mentor para uma equipa que se encontra em pleno rebuild e não há nada pior para uma equipa, em fase de transição, ficar sem a sua estrela principal.

Veremos se os Cavs resistem à tentação de fazerem o típico tanking e se Kevin Love ainda joga este ano.

Qual é a lesão que, para vocês, é a que afeta mais um conjunto da NBA, neste momento?

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter