Duos: as novas super-equipas da NBA?

João FerreiraJulho 31, 20194min0

Duos: as novas super-equipas da NBA?

João FerreiraJulho 31, 20194min0
Já foram Big 3's, Big 4's e até um Big 5. Hoje em dia voltamos ao tempo dos duos a mandar nas equipas. Estes duos que se formaram este ano prometem revolucionar a liga.

Quem não se lembra das super-equipas criadas por LeBron James, nos Miami Heat com Dwayne Wade e Chris Bosh e nos Cavaliers com Kevin Love e Kyrie Irving.

Quem não se lembra da super-equipa dos Golden State Warriors com Curry, Thompson, Durant, Green e Cousins.

Andando mais para trás, quem não se lembra da super-equipa de Boston com Allen, Garnett, Pierce e Rondo.

Pois bem. Este ano teremos Super… Super Duos.

Aqueles jogadores que olhamos e vemos que estão, claramente, acima da média face à restante equipa. Esta free-agency foi profícua na criação destes duos que prometem revolucionar a NBA.

LeBron James e Anthony Davis (LA Lakers)

Desejo antigo dos Lakers, Anthony Davis protagonizou uma das maiores novelas dos últimos tempos na NBA. Desde a tentativa dos Lakers de trocar toda a sua equipa pelo PF/C, até à redução de minutos de jogo de Davis por parte dos Pelicans, após o jogador ter solicitado a sua troca.

Uma verdadeira novela mexicana que acaba com uma equipa dos Lakers renovada e com, possivelmente, um dos melhores frontcourts da liga, apesar de, dizem os rumores, LeBron ir assumir a posição de primeiro base da equipa da Califórnia.

A verdade é que, a juntar à aquisição de Danny Green e de Demarcus Cousins, e a renovação de Rondo, os Lakers possuem, neste momento, uma das melhores equipas da NBA, algo que era há muito pedido pelo King.

Resultado de imagem para lebron james anthony davis lakers
Olha, olha… (Foto: TSN)

Kawhi Leonard e Paul George (LA Clippers)

Ai Kawhi, Kawhi… É caso para dizer “chegou, viu e venceu” nos Raptors. Esta free-agency mostrou bem a cotação e a notoriedade que o jogador re-ganhou nos Raptors, levando o título da NBA pela primeira vez para o Canadá.

Notoriedade tal que fez com que um jogador como Paul George pedisse para ser trocado para a sua nova equipa.

Os Clippers ganham 2 franchise-players capazes de fazer frente à toda poderosa equipa dos Lakers. Será sem dúvida uma das melhores equipas a nível defensivo com este duo+ Patrick Beverley.

O confronto em Los Angeles, no Staples Center, será muito interessante este ano.

Resultado de imagem para kawhi leonard paul george clippers
A dupla incrível que irá fazer frente ao Lakers (Foto:The Playoffs)

Kevin Durant e Kyrie Irving (Brooklyn Nets)

Da pior troca de sempre, a receber dois All-Star no pico da sua carreira, os Brooklyn Nets tornaram-se um dos franchises mais apetitosos para se jogar na NBA.

Infelizmente só poderemos ver este duo em funcionamento no próximo ano visto Durant ter sofrido uma lesão muito grave no tendão de Aquiles nos playoffs do ano passado.

Promete ser uma dupla demolidora, que irá certamente levar Brooklyn ao caminho dos playoffs, fazendo com que as atenções em Manhattan saiam dos Knicks.

A juntar a este duo, Dinwiddie, DeAndre Jordan e Jaret Allen prometem ser as figuras da equipa que há muito que procurava um negócio tão vantajoso.

 

Outros Duos

Em Houston temos um dos duos mais promissores a ser o duo com mais turnovers de sempre: James Harden e Russell Westbrook. Será engraçado para ver como os dois irão dividir a posse de bola, principalmente nos instantes finais dos jogos.

Os Golden State Warriors perderam Kevin Durant para os Nets, e Thompson lesionou-se por algum tempo. Por isso, GS adquiriu De’Angelo Russell, que irá fazer par com Curry num dos melhores backcourts da liga. Fica é a ideia de que é uma situação temporária, até Thompson voltar.

Resultado de imagem para russell westbrook and james harden
Estranho ver Westbrook de vermelho… (Foto: ClutchPoints)

 

Quem é que será o melhor duo da NBA?


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter