26 Mai, 2018

Top-10 nacional das Águas Abertas em 2017

João BastosDezembro 28, 20171min0

Top-10 nacional das Águas Abertas em 2017

João BastosDezembro 28, 20171min0
Últimos dias do ano são sinónimo de balanço. O Fair Play não foge à regra e nos próximos dias trazer-lhe-á os melhores nadadores de 2017

Altura de retrospectivas e de recordar o ano 2017. O Fair Play dará destaque aos nadadores internacionais e nacionais que estiveram em maior destaque ao longo do ano que agora finda


Confessamos!

Este top não foi nada fácil de fazer, sobretudo porque só cabem 10 nadadores e porque o ano de 2017 – principalmente no sector masculino – pautou-se por um enorme equilíbrio.

Se nas senhoras Angélica André venceu todos os títulos nacionais que podia vencer, nos senhores o campeão nacional absoluto dos 10 km não conseguiu ser campeão nacional absoluto dos 5 km e nenhum dos dois foi campeão nacional absoluto dos 5 km no nacional de verão.

Para além da dificuldade de hierarquizar este top, ainda foi de extrema dificuldade escolher quem ficaria de fora. Nesse sentido, fazemos menção honrosa a quatro jovens nadadores que nos anos vindouros certamente entrarão nos 10 mais.

São eles, Mafalda Rosa (CNRM), a nadadora que conseguiu a segunda melhor classificação portuguesa de sempre num Europeu de Juniores, ao ser 7ª classificada nos 5 km, em Marselha, Diogo José (ASSSCC), campeão nacional júnior dos 7,5 km e 24º na mesma distância nos Europeus de Juniores, Sara Alves, igualmente da Columbófila Cantanhedense e igualmente campeã nacional júnior dos 7,5 km. Nos Europeus de Juniores foi 21ª da distância. Referência ainda para Diogo Nunes (CFP), o nadador júnior de 1º ano que terminou a temporada a bater-se com os melhores nadadores seniores, quer no nacional de Verão, quer no circuito nacional de Águas Abertas.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter