UFC 245 Usman vs. Covington, alegria para uns, tristeza para outros.

Renan BrunacciDezembro 18, 20193min0

UFC 245 Usman vs. Covington, alegria para uns, tristeza para outros.

Renan BrunacciDezembro 18, 20193min0
O ultimo grande evento do UFC do ano, foi muito aguardado pelo mundo das artes, mas não foi tão emocionante quando imaginávamos. Saiba como foi...

No ultimo final de semana que passou, no dia 14 de Dezembro, tivemos um evento de MMA muito aguardado, pois prometia muita coisa boa. Mas sinceramente, quem teve de esperar até de madrugada para assistir ao vivo, encontrou dificuldades para não dormir.

O chefão da maior organização de MMA do mundo, Dana White, preparou por meses um evento que chamasse a atenção do público antes das festas finais.

O UFC 245 Usman vs. Covington, foi realizado na T-Mobile Arena, em Nevada, Estados Unidos.

Não poupou esforços…

Dana fez de tudo para promover um evento daqueles. Por falta de uma, de duas, tivemos três disputas por cinturão, além do retorno do José Aldo, e em categoria diferente.

José Aldo, o campeão do povo, como é reconhecido no Brasil, trocou de categoria, saindo do peso-pena aonde já foi ex. campeão e fez sua estreia no peso-galo.

O desafiante, é o atual numero um do ranking até 61kgs. Marlon Moraes que também é brasileiro agarrou a oportunidade e não deixou escapar.

Após 15 minutos de combate, o equilíbrio prevaleceu e a luta foi parar nas mão dos juizes.

Por decisão dividida e contrariando o publico, os juizes deram a vitória para Marlon, que se recupera do revés frente a Henry Cejudo.

A primeira luta do card principal, envolvendo disputa de cinturão, ficou por conta de duas mulheres.

Guerreiras no octógono!

Amanda Nunes defendeu o cinturão peso-galo pela quinta vez ao vencer a revanche, contra Germaine de Randamie, por decisão unânime dos jurados.

Fonte: UOL

Mostrando evolução e versatilidade no wrestling, a brasileira levou a holandesa algumas vezes ao chão, castigou no ground and pound e quase finalizou a adversária algumas vezes. Com pequenos sustos ao decorrer dos 5 rounds, Amanda conquistou seu décimo triunfo consecutivo.

Max Holloway vs Alex Volkanovski.

Mais uma luta por cinturão, mais uma luta de muito equilíbrio, que só terminou ao fim de 5 rounds também.

Alex que é australiano surpreendeu o havaino Max Holloway, na luta co-principal do evento.

Com a vitória Volkanovski torna-se campeão, conquistando assim o cinturão dos pesos-pena. Com isso o australiano se torna o quarto campeão da história da categoria (José Aldo, Conor McGregor e Holloway).

Evento principal.

MMA Fighting.

O que era pra ser uma luta entre provavelmente os dois melhores wrestlers da divisão meio-médios, tornou-se um duelo disputado de kickboxing. Após 5 rounds de muito equilíbrio e tensão, o nigeriano Kamaru Usman, venceu o norte-americano Colby Covington por nocaute técnico no quinto round.

Assim defendeu o cinturão da categoria até 77kgs.

O nigeriano dedicou a vitória e a mandíbula quebrada do adversário ao Brasil, que sofreu ataques gratuitos de Colby.

“Eu disse a todos que manteria a luta em pé e o nocautearia, e foi exatamente o que eu fiz. Ele falou muito antes disso, era uma questão de respeito. Eu tinha a obrigação de ir lá e ensinar uma lição a ele”, disse Usman.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter