18 Jun, 2018

Cinco destaques individuais das provas europeias em 2017-18

José NevesMaio 18, 20185min0

Cinco destaques individuais das provas europeias em 2017-18

José NevesMaio 18, 20185min0
O triunfo do Barcelona no passado fim de semana, no Dragão Caixa, fechou mais uma época de competições europeias de hóquei em patins, chegada a hora dos balanços, o Fair Play destaca cinco das individualidades que se distinguiram nesta temporada.

As provas europeias da época de 2017-18 chegaram ao fim e as equipas catalãs do Lleida e do Barcelona conquistaram a Taça CERS e a Liga Europeia, respectivamente. Na hora de fazer os balanços de mais uma época de hóquei europeu, apontamos as atenções para os destaques individuais de ambas as provas, e assinalamos alguns dos jogadores que se destacaram dos demais nesta época desportiva.

 

Gonçalo Alves (FC Porto)

O principal artilheiro do FC Porto mostrou nesta edição da Liga Europeia que está numa época muito positiva no que respeita a marcação de golos. Nos 10 jogos que os portistas realizaram esta temporada na principal competição de clubes de Europa, Gonçalo marcou por 17 vezes, e liderou de forma destacada a tabela de marcadores.

Gonçalo Alves foi peça fundamental na equipa de Guillem Cabestany para a excelente prestação na prova europeia, tendo, na 2ª mão dos quartos de final, marcado por 5 vezes na vitória expressiva de 9-2 frente ao rival Benfica, no jogo que carimbou a passagem à final four dos dragões. A juntar aos 31 tentos que o avançado portista leva, para já, no campeonato nacional da 1ª divsão, 2017-18 tem sido das melhores épocas da carreira do jogador português.

Gonçalo Alves foi o melhor marcador da Liga Europeia (foto: FC Porto)

Federico Ambrosio (Hockey Breganze)

Quem segue o hóquei italiano sabe que Federico Ambrosio é sinónimo de golos. O avançado italo-argentino foi a grande aposta do Breganze para a conquista do campeonato italiano e da Taça CERS, e apesar da equipa ter falhado ambos os objectivos, Ambrosio mostrou mais uma vez que marca golos como poucos no hóquei mundial.

Na edição desta época da Taça CERS o Breganze caiu nas meias finais aos pés do Lleida, equipa que venceria a competição, mas Ambrosio foi o principal artilheiro, não só da sua equipa como de toda a prova. 13 golos em 6 jogos, foi este o registo de Ambrosio nesta edição da Taça CERS, ele que foi o principal responsável pelo apuramento do Breganze para a final four, depois de nos quartos de final ter marcado 6 golos numa eliminatória que os italianos venceram por 9-7 frente aos portugueses do HC Turquel.

Aitor Egurrola (FC Barcelona)

O plantel do Barcelona sempre pautou pela qualidade e não é surpresa ver que actualmente dois dos melhores guarda redes do Mundo dividem a baliza culé, mas apesar de não ser titular indiscutível foi o veterano Egurrola a destacar-se na conquista de mais uma Liga Europeia. Titular em 5 dos 8 jogos realizados pelo Barcelona até à final four, Egurrola começou a meia final no banco mas foi forçado a jogar a 2ª parte desse jogo, bem como a final frente ao FC Porto, e Egurrola, apesar dos seus 37 anos, foi decisivo.

Defendeu 4 livres directos na 2ª parte frente ao Reus, sofrendo apenas 1 golo, e na final voltou a mostrar-se mais forte que os avançados contrários, sofrendo por apenas 2 vezes, e voltando a brilhar nas bolas paradas. Desta vez frente ao Porto foram 3 livres directos e 1 penalty que Egurrola travou, afirmando-se como a grande figura do Barcelona nesta final four onde o guardião conquistou a sua 11ª Liga Europeia da carreira.

Aitor Egurrola foi decisivo para a conquista da Liga Europeia, a 11ª da sua carreira (foto: Manel Montilla/Mundo Deportivo)

Dario Gimenez (ICG Lleida)

O Lleida apresentou-se para esta temporada com um plantel de grande qualidade, e por isso não foi surpreendente a equipa catalã ter conquistado a Taça CERS, Dario Gimenez é talvez o jogador mais virtuoso e tecnicamente mais evoluído da equipa. O argentino foi o homem golo do Lleida nesta edição da Taça CERS tendo marcado por 10 ocasiões, terminou como o segundo melhor artilheiro de toda a competição, mas para além desta veia goleadora destacou-se pela capacidade de criar desequilíbrios nas defesas contrárias.

Gimenez, que na próxima temporada regressa a Itália para jogar no Valdagno, foi uma das figuras da excelente temporada do Lleida, não só na Europa mas também na OK Liga. A equipa catalã ocupa a 5ª posição e Gimenez, com 24 golos apontados, é o melhor marcador da equipa na prova.

Jordi Creus (ICG Lleida)

Não poderíamos falar em figuras das competições europeias sem falar do homem que decidiu a final da Taça CERS para o Lleida. Um dos 5 jogadores que ofensivamente se tem destacado na presente temporada (Jordi Creus, Dario Gimenez, Cesar Candanedo, Roberto Di Benedetto e Andreu Tomás estão todos dentro do top-25 de melhores marcadores do campeonato espanhol), Creus, defesa-médio que esta época chegou a Lleida, foi o autor do remate decisivo na final frente ao Barcelos.

Em jogo que o Barcelos chegou a estar a vencer por 2-0, os golos de Tomás e Gimenez levaram o jogo para um prolongamento que nada decidiu, no desempate por grandes penalidade, dos 10 jogadores chamados a marcar apenas 1 bateu o guardião adversário, depois de 4 penaltys falhados por parte do Lleida e 5 do Barcelos, a responsabilidade de bater a 10ª e possível última grande penalidade foi dada a Jordi Créus que não desperdiçou e foi assim o herói da primeira conquista europeia do clube.

Jordi Creus desferiu o remate que valeu a Taça CERS ao Lleida (foto: Núria Garcia/Diari de Tarragona)


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter