Grandes decisões europeias na Nazaré

André CoroadoJunho 14, 20216min0

Grandes decisões europeias na Nazaré

André CoroadoJunho 14, 20216min0
O futebol de praia europeu regressa em grande com a Liga Europeia, masculina e feminina, e a qualificação para o mundial, já esta semana!

Mais uma vez, a Nazaré volta a ser a capital europeia do futebol de praia, com uma série de partidas que irão ditar a qualificação para a Superfinal da Liga Europeia e o Mundial FIFA, do lado masculino, e ainda consagrar as primeiras vencedoras da Liga Europeia de Futebol de Praia no feminino.

Na senda da Superfinal

Entre os dias 17 e 19 de Junho, as equipas da divisão A da Liga Europeia irão digladiar-se na luta por um lugar na Superfinal. Divididas em 3 grupos de 4 formações, as selecções da elite europeia irão lutar pelas 8 vagas, determinadas com base num ranking global. Portugal, campeão em título, é o cabeça de séries do grupo A, onde irá defrontar a Ucrânia, 3ª classificada em 2020, a Alemanha, que também esteve na Nazaré no ano passado, e o Azerbeijão. Espera-se que os ucranianos sejam o maior rival da selecção das quinas neste agrupamento, tratando-se de uma equipa tradicionalmente complicada, mas as outras formações são também já muito experientes, pelo que se tratarão seguramente de três jogos de grande nível.

No grupo B, a vice-campeã europeia Suíça encontra a vice-campeã mundial Itália, numa chave que inclui ainda uma Polónia muito física e uma França em crescimento. Ainda assim, alpinos e transalpinos reúnem o favoritismo. Finalmente, o grupo C pode ser considerado o grupo da morte, uma vez que inclui a sempre poderosa Rússia, anfitriã do mundial 2021, a Bielorrússia, que em 2019 participou no mundial, e a tradicionalmente forte selecção espanhola, além da sempre combativa Turquia. As três primeiras formações são teoricamente favoritas à passagem, no entanto tudo pode acontecer numa competição de apenas 3 dias na Nazaré, que irá ditar o formato da Superfinal (a realizar na Figueira da Foz durante o mês de Setembro).

Um lugar na elite

Por seu turno, ao mesmo tempo, as equipas da divisão B da Liga Europeia irão defrontar-se numa fase preliminar de apuramento para o campeonato do mundo, que irá pré-seleccionar 5 equipas para a fase decisiva da qualificação europeia. A competição decorre simultaneamente com a Liga Europeia, entre 17 e 19 deste mês.

Assim, o grupo A apresenta-se extremamente equilibrado, com a emergente selecção da Noruega a medir forças perante as experientes equipas da Chéquia e da Moldávia. Já o grupo B integra a Roménia, que já militou na divisão A europeia por mais de uma ocasião, a Estónia, equipa com pergaminhos no futebol de praia europeia, a Inglaterra, que deu um salto qualitativo muito grande nos últimos 3 anos, e a estreante selecção da Suécia, que inicia o seu trajecto internacional na Nazaré. Finalmente, o Cazaquistão depara-se-nos como a selecção favorita do grupo C, onde irá disputar o acesso à próxima fase com as congéneres dinamarquesa e lituana, ambas numa fase inicial do seu crescimento nas areias.

Rumo ao mundial

Finda a fase preliminar, as 5 equipas com melhor classificação irão juntar-se às 11 equipas da divisão A (todas excepto a Rússia, anfitriã do mundial) na fase decisiva do apuramento para o europeu, preenchendo as vagas em branco na tabela dos 4 grupos de 4 equipas que irão lutar pelo sonho mundial. Os agrupamentos contam já com Portugal, Ucrânia e Turquia, na chave A, Itália e Alemanha, no grupo B, Espanha, Bielorrússia e Polónia, no grupo C, e ainda Suíça, França e Azerbaijão, no grupo D. Realizada a fase de grupos, os 2 melhores classificados de cada chave irão apurar-se para os quartos de final, um verdadeiro mata-mata em que os vencedores se apuram para o mundial da Rússia e os derrotados ficam pelo caminho, sem direito a segundas oportunidades. A competição depois prossegue rumo ao apuramento de campeão, nas meias-finais e final, que encerrará um ciclo de mais de 10 dias de grandes jogos na Nazaré.

Ditou o sorteio que lusos e ucranianos voltassem a defrontar-se num espaço de tempo muito curto, naquele que será à partida o embate de maior grau de dificuldade para os comandados de Mário Narciso no caminho rumo a Moscovo. Realçamos também o equilíbrio no grupo C, onde os nossos vizinhos ibéricos irão medir forças com duas formações tradicionalmente muito fortes do ponto de vista físico. Ainda assim, uma avaliação completa das chaves não será possível até serem conhecidos os adversários provenientes da divisão B, claro está. Esta fase de apuramento irá estender-se entre os dias 21 e 27 de Junho.

Estreia no feminino

O arranque da nova temporada fica também marcado pela estreia da Liga Europeia feminina, que irá coroar as campeãs europeias de futebol de praia 2021. Na prática, o formato não difere muito da Taça da Europa Feminina de Futebol de Praia, realizada anualmente de 2016 a 2019, mas pretende-se fazer crescer o evento e alargar a competição a novos países no futuro. Na edição de 2021, as tradicionalmente fortes selecções de Espanha e Suíça defrontam a Ucrânia e a Holanda no grupo B, enquanto a Rússia e a Inglaterra reúnem o favoritismo no grupo A, acompanhadas pela selecção da Chéquia. A fase de grupos terá lugar entre 17 e 19 de Junho, estando as vencedoras de cada grupo apuradas para a grande final de Domingo.

A Espanha, vencedora da Taça da Europa em 2019 e detentora do talismã Carol Gonzalez, eleita melhor jogadora do mundo no mesmo ano, parte como uma das principais candidatas, mas a frieza das russas e a fleuma britânicas não podem ser descartadas. Destacamos também a presença da selecção ucraniana, após a surpreendente conquista da Euro Winners Cup feminina por parte da formação do Mryia 2006 no ano passado, também na Nazaré.

O espectáculo do futebol de praia está garantido no estádio Jordan Santos e permitirá, finalmente, voltar a ver os colossos europeus em acção nas areias do velho continente! Bê Martins, Léo Martins, Llorenç Gómez, Edu Suárez, Gabriele Gori, Emmanuele Zurlo, Fedor Zemskov, Maxim Chuzhkov, Ihar Bryshtsel, Noel Ott, Maksym Voitok, Carol González, Marina Fedorova, Molly Clarke e tantos outros nomes ilustres estarão presentes nos areais da Nazaré nos próximos dias e prometem fazer regressar as emoções do futebol de praia espectáculo em grande escala!


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter