23 Mai, 2018

O treino funcional

Fernando FernandesOutubro 9, 20173min0

O treino funcional

Fernando FernandesOutubro 9, 20173min0
Metodologia útil ou mera tendência?

Nos últimos anos, várias são as modalidades que surgem, vários são os tipos de treino propostos, todos eles com a promessa de melhorar o corpo e a saúde dos praticantes. Mas será que as tendências conseguem fazer atingir os objectivos, ou não passarão de meras tendências?

O treino funcional surgiu há relativamente pouco tempo no meio desportivo como um método de treino que promete resultados eficazes para todos os praticantes. Então vamos lá por partes: o que é o Treino Funcional? O treino funcional tem como principal objectivo o melhoramento das nossas capacidades funcionais, ou seja, a habilidade de realizarmos as actividades normais da vida diária com eficiência e eficácia, autonomia e independência. Entenda-se por actividades do quotidiano: correr para apanhar o autocarro, agachar e levantar para cuidar do filho, carregar compras do supermercado, subir e descer escadas, mudar móveis de lugar, entre inúmeras outras. É natural a tendência do ser humano reagir com curiosidade a qualquer novidade, a qualquer novo estímulo para o corpo e para a mente. Este recente método de treino não deixa de ser diferente. Nenhuma actividade física por si só é completa, requer sempre a associação a outras modalidades e formas de treino. Foi exactamente isso que o treino funcional veio trazer aos seus praticantes. A possibilidade de um desenvolvimento corporal mais homogéneo, um treino mais completo e resultados mais eficazes e prolongados no tempo.

Quais são as vantagens deste tipo de treino? As maiores vantagens associadas a este método de treino para o praticante são o ganho de força, equilíbrio, flexibilidade, condicionamento físico, resistência e agilidade. Também tem sempre em conta o objectivo e a necessidade primordial de quem pratica, ou seja, os exercícios propostos são sempre elaborados de forma a que o praticante atinja os resultados pretendidos no menor espaço de tempo possível, sejam os objectivos a perda de peso, o fortalecimento muscular, o aumento da resistência ou outro mais específico. Este treino retirou o praticante dos movimentos mecânicos e realizados em eixos definidos, como no caso da musculação, para bases instáveis, cenários aproximados dos reais e movimentos mais naturais. Tornou-se na alternativa perfeita para todos aqueles que já estavam cansados dos exercícios mais tradicionais e limitados de um ginásio ou espaço desportivo.

E como se executa o Treino Funcional? São utilizados vários acessórios de forma a conseguir trabalhar a musculatura profunda e as articulações em geral: elásticos, cordas, bolas, cones, discos, panos, pneus e outros materiais acessíveis aos praticantes. É um método que ajuda a prevenir lesões, gera melhorias a nível cardiovascular, provoca a redução da percentagem de gordura corporal, leva ao emagrecimento e ao aumento da definição muscular. Esta possibilidade de combinar diferentes exercícios e habilidades, como o treino convencional aeróbico com o equilíbrio, leva-nos a criar uma infinidade de variações de exercícios, promovendo um estímulo não só para o corpo como também para a mente.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter