Um simples AMRAP de “apenas” 20 minutos… consegues sobreviver?

Cláudia Espirito-SantoMarço 21, 20192min0

Um simples AMRAP de “apenas” 20 minutos… consegues sobreviver?

Cláudia Espirito-SantoMarço 21, 20192min0
Tens 20 minutos para treinar, para atirar umas bolas à parede e subir uma caixa? A Matchbox lança o WOD da semana com um AMRAP de chorar...e não pedir mais!

Imaginem um WOD com 20 minutos com 3 exercícios. Cada exercício tem 20 repetições e temos apenas que repetir este circuito até terminar o tempo. Mais simples, impossível. Por isso vamos lá complicar este cocktail explosivo com uma repetição de um quarto exercício cada vez que passam 2 minutos do tempo do treino.

Sem abreviações estamos a falar de um “as many repetitions as possible” ou o máximo de repetições possível num período de 20 minutos de

20 wallballs 9kg para homens e 6kg para mulheres

20 box jumps

20 Russian kettlebell swings 24kg / 16kg

A cada 2 minutos 1 squat clean com 85% da nossa carga máxima.

É importante para este WOD aquecer bem o squat clean antes de começar para evitar trabalhar com cargas mais elevadas sem ter o corpo preparado para o movimento.

O facto de termos 3 exercícios de execução mais simples intercalados com a alta intensidade de um movimento com cargas mais elevadas torna este WOD um desafio tanto físico como mental.

O resultado são o número total de repetições executadas nos 20 minutos excluindo os squat cleans que não contam para o score mas sim para o estímulo.

Scaling ou adaptações dos exercícios:

A wallball pode ser feita com uma bola mais leve da mesma forma que o Russian kettlebell swings pode ser executado também com um kettlebell mais leve.  Já box jump pode ser adaptado para um box step up que significa subir a caixa um pé de cada vez:

O squat clean é de facto o movimento com maior complexidade, mas um CrossFitter mais iniciado pode fazer um power clean ou um deadlift que seja desafiante mas que permita uma correcta execução do movimento.

São só 20 minutos 😉 Vale a pena experimentar (mas não vale ficar a rogar-me pragas pela ideia).

Boa sorte e bom treino!


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter