As verdades absolutas do CrossFit que são tudo menos verdade!

Cláudia Espirito-SantoNovembro 16, 20185min0

As verdades absolutas do CrossFit que são tudo menos verdade!

Cláudia Espirito-SantoNovembro 16, 20185min0
Quantas vezes se inventam verdades sobre um desporto e a sua prática? O Crossfit tem sido vítima dessa situação e nós clarificamos alguns pontos! Qual é a tua opinião?

Cada vez mais ouvimos treinadores de CrossFit e donos de boxes a falar da quantidade de pessoas que evita experimentar um treino porque acha que antes de ir para a box precisa de estar fisicamente à altura do desafio.  A verdade é que tudo o que parece mais evidente quando falamos de CrossFit, raramente o é.  E vale a pena passar pelos 5 pontos que mais afastam as pessoas de uma modalidade que poderia mudar a sua vida.

“Para começar a treinar CrossFit, primeiro preciso de estar em forma.”

Não.

Comecemos pela definição de CrossFit: Movimentos funcionais constantemente variados executados a alta intensidade.  A palavra intensidade na definição pode, à primeira vista, induzir as pessoas menos informadas em erro.  Contudo, a intensidade é sempre relativa à capacidade de cada indivíduo, e antes de imprimir intensidade nos movimentos os treinadores vão focar SEMPRE na técnica.

Portanto se não estás em forma, a melhor coisa é experimentar um treino numa box afiliada perto de ti.  Todos os movimentos serão adaptados à tua capacidade e os teus colegas de treino e treinadores serão os primeiros a ajudar-te a sentir em casa.

Todas as pessoas que fazem CrossFit são super fortes e eu vou sentir-me mal no treino.

Não.

Todas as pessoas que fazem CrossFit começaram em tempos.  Algumas já praticavam desporto e tiveram mais facilidade.  Grande parte delas desenvolveram as suas capacidades na box.  Ganharam coordenação, agilidade, flexibilidade, velocidade, capacidade de trabalho e força lá.  Ninguém chega com capacidades de Super Homem ou Super Mulher.  Essas capacidades ganham-se ao longo do tempo com treino e perseverança.

A verdade é que uma vez que deixamos cair os tabus e começamos a treinar podemos ter a certeza que um dia vamos ser nós a inspirar uma pessoa que tomou a iniciativa de começar a modalidade.  E uma coisa é certa, a camaradagem e comunidade são a base desta modalidade, portanto o mais provável é que o “Hulk” da box seja o primeiro a querer ajudar quem ainda não se sente à vontade.

As pessoas lesionam-se todas a fazer CrossFit.

Não.

Uma box de CrossFit com credibilidade tem bons treinadores que sabem o que fazem.  Tem treinadores que têm perfeita consciência que antes de aumentar cargas ou intensidade é preciso saber as bases dos movimentos.  Tem treinadores que são pacientes e perfeccionistas e procuram acima de tudo o que o criador do CrossFit, Greg Glassman, refere constantemente como VIRTUOSITY, ou seja, virtuosidade nos movimentos.  Movimentos bem executados dentro das capacidades de cada pessoa NÃO PROVOCAM LESÕES.  Promovem a capacidade física de cada pessoa e levam cada praticante mais perto da melhor versão de si próprio.

As mulheres ficam a parecer homens.

Não.

As mulheres, tal e qual como os homens ganham força, massa magra e capacidade física.  Não tendo níveis de testosterona como o sexo masculino, as mulheres nunca irão desenvolver um corpo de “Homem”, nem terão barba, bigode, feições másculas e afins.  A não ser que tomem testosterona sintética que vai efectivamente desenvolver o corpo feminino de forma diferente.

O que garantidamente vai acontecer a qualquer mulher que treine CrossFit com regularidade e se alimente de forma equilibrada é perder massa gorda e ganhar massa magra.  Fisicamente ficará mais atlética, e o melhor de tudo, ficará melhor consigo própria. Porque se há algo que o CrossFit dá a todos os seus praticantes é orgulho na capacidade que o seu corpo tem de se superar.

Foto: Getty Images

O foco do CrossFit é a Competição e eu não quero competir.

Não.

O foco do CrossFit é a SAÚDE.

Greg Glassman partilha “O CDC (Center of Disease Control dos EUA) estima que a doença crónica (e mental) constitui 86% da despesa em saude e 70% da mortalidade.  Se as pessoas saíssem do sofá e dos carboidratos processados, 40% dessas mortes podiam ser evitadas”.

E efectivamente o grande foco do CrossFit é levar as pessoas para um estado de saúde.  É por isso que a nutrição está na base da pirâmide do CrossFit.  Comer bem é o alicerce que possibilita tudo o resto.  Treinar permite-nos manter o nosso corpo em movimento e melhorar as capacidades que ele tem.

Foto: CrossFit Games

Em situações de perigo vamos ter melhor reação, vamos ser mais rápidos e vamos ter mais probabilidades de sobreviver. Em situações de doença teremos um sistema imunitário mais fortalecido e maior probabilidade de combater o que está a atacar o nosso corpo.  O CrossFit tem como primeiro objectivo ajudar todas as pessoas a ser o mais saudáveis possível.

A competição é uma parte da modalidade que tem crescido cada vez mais, mas é apenas para quem quer e o foco da competição somos nós, e cada um de nós ser melhor que no dia anterior.  Os atletas de alta competição são uma percentagem mínima dos praticantes de CrossFit.

Para experimentar um treino em Portugal é apenas necessário contactar uma das boxes afiliadas à CrossFit International.  Boa sorte e… Boas Festas (se forem aquelas pessoas que começam com os preparativos em Novembro claro!).

Foto: Google Images

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter