FC Porto, o Bicampeão de andebol com “Estrelinha”

João de MatosMaio 22, 20213min0

FC Porto, o Bicampeão de andebol com “Estrelinha”

João de MatosMaio 22, 20213min0
O FC Porto sagrou-se campeão nacional de andebol, título garantido com um triunfo frente ao Águas Santas e honra Quintana com este bicampeonato
Overview
O FC Porto sagrou-se campeão nacional de andebol, título garantido com um triunfo frente ao Águas Santas.
0%
Um feito celebrado pelo clube nas redes sociais com uma imagem e, claro, Quintana em destaque.
0%
Summary

O FC Porto sagrou-se campeão nacional de andebol, título garantido com um triunfo frente ao Águas Santas. Um feito celebrado pelo clube nas redes sociais com uma imagem e, claro, Quintana em destaque.

Overall score 0%
0 min100

O FC Porto sagrou-se campeão nacional de andebol, título garantido com um triunfo frente ao Águas Santas. Um feito celebrado pelo clube nas redes sociais com uma imagem de Alfredo Quintana como principal destaque. Os dragões asseguraram o bicampeonato com uma vitória convincente por 35-32 galvanizados por um colectivo de alta classe que aguentou um ano complicado a todos os níveis. Os azuis e brancos, que ao intervalo já venciam por 16-14, festejam assim o título nacional a duas jornadas do fecho da prova, numa altura em que ainda perseguem o feito inédito de terminar o campeonato só com vitórias. Com este triunfo, o FC Porto assegura a conquista do título, liderando a prova com 84 pontos, mais sete do que o Sporting, segundo e que apenas pode alcançar os ‘dragões’ na classificação, sendo que os portistas detêm vantagem no confronto direto.

Para uma equipa como o emblema da Invicta, o principal objetivo era a conquista do bicampeonato, com um sentimento muito especial por uma pessoa que vai fazer falta para sempre, Alfredo Quintana. O Porto tinha a missão de poder dar ao falecido internacional português este título, que merecia isso e muito mais. Foi certamente por ele, e para ele que esta conquista foi alcançada. O Porto teve um ano muito longo, com um período complicado que não ultrapassou a nível emocional, mas juntos, com a união e com a força da terrível perda que foi o Quintana.

Foi uma época fantástica para os agora bicampeões nacionais, que ainda conseguiu colocar 3 jogadores nos nomeados para a melhor equipa do ano da Liga dos Campeões, anunciado pela Federação Europeia de Andebol (EHF). Os nomeados são o guarda-redes macedónio Nikola Mitrevski e o pivô português Victor Iturriza que estão entre os possíveis eleitos para os melhores nas respetivas posições, enquanto o lateral André Gomes está nomeado para o prémio de melhor jovem da competição.

Noutras notícias, a Federação de Andebol de Portugal oficializou, juntamente com a federação espanhola, a candidatura conjunta para organizar o Campeonato Europeu da modalidade em 2028. «Esta candidatura pretende mostrar a toda a Europa do Andebol que os dois países, para além de amigos e vizinhos, têm todas as condições para a realização do Europeu 2028. Será uma oportunidade única para ver as melhores seleções europeias e um dos momentos mais esperados por todos os atletas, agentes e adeptos da modalidade. Espero que possamos obter a confiança dos nossos amigos do andebol, no próximo Congresso da EHF, para que preparemos com todo o entusiasmo e empenho a maior festa do Andebol europeu», explicou o presidente da Federação de Andebol de Portugal, Miguel Laranjeiro, através de comunicado.

“Jogamos sob o mesmo hino” é o lema da candidatura, que prevê uma semana de competição na Ronda Preliminar em Lisboa (dois grupos), Madrid, Málaga, Valência e Ourense. Posteriormente, Madrid e Lisboa ficarão responsáveis pela ronda principal, deixando o fim-de-semana final, exclusivamente, para a capital de Espanha.

O problema que se coloca, é que em Lisboa apenas existe um pavilhão com os requisitos mínimos da Federação para acolher uma competição deste calibre, um pavilhão com 12 mil lugares, coisa que apenas o Altice Arena (Pavilhão Atlântico) consegue suportar tantos espectadores.

Fonte: fpa.pt

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter