Campeões europeus vêm e vão: o mercado de transferências do andebol

Bernardo GalanteJulho 2, 20224min0

Campeões europeus vêm e vão: o mercado de transferências do andebol

Bernardo GalanteJulho 2, 20224min0
Transferências, várias transferências no andebol nacional e Bernardo Galante põe-te a par de quem são as maiores novidades esta semana

Dias depois do SL Benfica ter anunciado o adeus a Rogério Moraes – um atleta que foi duas vezes campeão europeu de andebol -, eis que temos a oficialização de Leonel Maciel (vencedor da Liga dos Campeões 21/22 pelo FC Barcelona) no Sporting Clube de Portugal.

Campeão europeu oficializado no João Rocha

Leonel Maciel, guarda-redes de 33 anos, internacional A pela Argentina tem um currículo recheado de experiência na Liga ASOBAL, tendo passado pelo CB Zamora (3 épocas), Ciudad Encantada (4 épocas) e, na última época, passou pelo FC Barcelona. Na Catalunha, conquistou a Liga Espanhola, a Taça de Espanha, a Taça da Liga Espanhola e a EHF Champions League. Esta contratação, irá colmatar a saída de Matevz Skok para o Gorenje Velenje da Eslovénia.

De acordo com a imprensa especializada, o pivô Patryk Walczak (RK Vardar) e o ponta Étienne Mocquais (Tremblay HB) poderão vir a reforçar o emblema de Alvalade.

Armada nórdica a caminho do FC Porto

O Futebol Clube do Porto, dos três grandes, é o clube com mais reforços oficializados: no total são 4. O nome mais sonante é o de Nikolaj Laeso (campeão mundial pela Dinamarca) proveniente do Aalborg, sendo que esta temporada perdeu o título de campeão dinamarquês para o GOG.

A turma de Magnus Andersson tem confirmada a saída de dois laterais-direitos, sendo que Diogo Silva deverá ser reforço do Ademar León e Djibril M’Bengue está oficializado no Bergischer HC da Alemanha. De forma a colmatar estas duas vagas, o FC Porto vê a chegada de dois laterais nórdicos: Jack Thurin (ex-IFK Skodje) e Jakob Mikkelsen (ex-Istres).

Na posição de pivô, os dragões oficializaram o espanhol Ignacio Plaza de 28 anos, proveniente do AEK Atenas, juntando-se assim à forte dupla Iturriza-Salina.

Chema Rodríguez perde Rogério Moraes

Rogério Moraes, pivô brasileiro que reforçou a temporada que passou o clube da Luz, proveniente do Veszprém, encontra-se a dias de ser oficializado pelo MT Melsungen da Alemanha. De acordo com rumores vindos da Bielorússia, Vladimir Vranjes (pivô do Meshkov Brest) poderá vir a ser o substituto do brasileiro, contudo poderá não ser o único jogador a partir do clube de Brest para a Luz – Andrei Yurynok, ponta-esquerdo, poderá vir a reforçar o clube da Luz, que viu partir Mahamadou Keita para o Ciudad de Logroño.

Lazar Kukic é outra das figuras que deixará a Luz rumo ao Dínamo de Bucareste. Segundo a imprensa espanhola, o central de 22 anos Ander Izquierdo (que já esteve em Lisboa) será o seu substituto, proveniente do Helvetia Anaitasuna. Contudo, o internacional húngaro Ádám Juhász também poderá reforçar o setor central ofensivo das águias, oriundo do Tatabánya KC.

Leandro Semedo também se prepara para reforçar os encarnados, depois de uma passagem pelo Helvetia Anaitasuna, segundo notícias avançadas pela imprensa local.

Emblemas espanhóis a “pescarem” em Portugal

Rúben Santos, ex-Vitória Futebol Clube e uma das sensações da edição passada do Campeonato Placard Andebol1, foi anunciado como novo reforço do CB Benidorm. No entanto, os clubes espanhóis não ficaram por aqui quanto a contratações. Rares Fodorean, lateral do Póvoa Andebol Clube irá reforçar os quadros do CB Cangas, enquanto o central da Artística de Avanca, Gualther Furtado, já foi oficializado pelo CB Cisne.

Mítico Humberto regressa ao Sá Leite

Humberto Gomes, experientíssimo guarda-redes de 44 anos foi anunciado como novo reforço do ABC de Braga, naquele que é um regresso a casa. A temporada 22/23 será a sua 16ª com o emblema dos academistas ao peito, após uma última passagem de dois anos pelo Póvoa Andebol Clube.

https://fb.watch/dZwmS44G77/


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter