Andebol Luso na Europa 7# Sporting conquista vitória no sufoco

Bernardo GalanteNovembro 26, 20215min0

Andebol Luso na Europa 7# Sporting conquista vitória no sufoco

Bernardo GalanteNovembro 26, 20215min0
Só uma vitória em três jogos para o andebol português em mais uma semana europeia, com destaque para a vitória dos "leões" em casa

A contar para a EHF European League, o SL Benfica e o Sporting CP, obtiveram resultados bastantes distintos, acabando por deixar tudo em aberto. Na EHF Champions League, o FC Porto não conseguiu ultrapassar o PSG, concluindo mais uma semana no andebol europeu.

ÁGUIAS TOMBAM PERANTE O LÍDER DINAMARQUÊS

As águias entraram no Pavilhão Nº2 da Luz pressionadas a vencer, de forma a sair da fase negra que vivem, fruto das duas derrotas a contar para o Campeonato Placard Andebol 1 – perante o Sporting Clube de Portugal e o Vitória Futebol Clube, na Luz e no Pavilhão António Velge, respetivamente.

Em partida a contar para a 4ª jornada do Grupo B da EHF European League, o SL Benfica entrou frente ao GOG – atual líder do campeonato dinamarquês – com o objetivo de reverter o momento negativo vivido. Durante os 60 minutos, os portugueses nunca conseguiram ser superiores aos nórdicos, que se apresentaram num momento de forma incrível.

A história do jogo foi praticamente nula. O GOG entrou no encontro com um parcial de 0-3, a partir daí a vantagem foi sempre auemntando, chegando mesmo aos nove golos de vantagem a meio da primeira parte. Os dinamarqueses acabariam por vencer a partida por 25-33 com uma exibição fantástica do ponta Jerry Tollbring. O internacional sueco apontou 11 golos em 13 tentativas de remate, estando totalmente irrepreensível. Simon Pytlick faturou por 7 vezes e Petar Djordjic, do lado dos encarnados, foi o melhor marcador com 6 golos.

Com este resultado, os encarnados descem à 4ª posição do Grupo B em igualdade pontual (6 pontos) com outras três equipas: GOG, HBC Nantes e o TBV Lemgo, respetivamente.

LEÕES SUPERAM AGUERRIDO CONJUNTO GREGO

No Pavilhão João Rocha, o Sporting Clube de Portugal recebeu o AEK de Atenas com o intuito de atingir a liderança do Grupo D da EHF European League de andebol. Os leões têm vivido um momento bastante positivo, após duas vitórias moralizadores (frente ao SL Benfica e ao AD Sanjoanense, respetivamente) a nível interno, que permitiu a liderança no Campeonato Nacional.

O encontro com o detentor da EHF European Cup, o AEK de Atenas, foi extremamente equilibrado do início ao fim. Na primeira parte, manteve-se sempre a toada de apenas 1 golo de diferença, ora a favor dos sportinguistas… ora a favor dos gregos. Aos 30 minutos, o marcador eletrónico registava um resultado de 14-15, a favor do AEK de Atenas.

Na segunda parte, os comandados de Ricardo Costa conseguiram descolar a meio dos últimos trinta minutos, atingindo os quatro golos de diferença. A partir desse momento, a turma de Alvalade nunca mais saiu da liderança do encontro, acabando por sair vitoriosa pela margem mínima, 31-30. Jens Schöngarth e Francisco Tavares foram os melhores marcadores do encontro, após faturarem por 8 e 7 vezes, respetivamente.

Com este resultado, a turma comandada por Ricardo Costa chega à liderança do Grupo D com 5 pontos em 4 jogos – mais 1 ponto que os macedónios do Eurofarm Pelister e dos franceses do USAM Nimes e 2 que o 4º classificado, os gregos do AEK de Atenas.

DRAGÕES INCAPAZES DE SURPREENDEREM O CAMPEÃO FRANCÊS

No Dragão Arena, jogou-se a 8ª jornada da EHF Champions League entre o Futebol Clube do Porto e o Paris-Saint Germain, em partida a contar para o Grupo B. Após a derrota por uns expressivos 33-19, em Paris, os comandados de Magnus Andersson procuravam a vingança com o apoio dos seus adeptos, numa arena onde já registaram grandes resultados no andebol.

O Paris Saint-Germain, atual líder do campeonato francês e que conta com um dos melhores e mais ricos plantéis do mundo chegou à cidade Invicta na máxima força e, desde o primeiro minuto, dominaram o encontro deixando rapidamente que os dragões lutassem pelo encontro.

Com o pavilhão lotado, os adeptos portistas viram rapidamente os franceses a chegarem a uma vantagem de 4 golos de diferença. O resultado durante a primeira parte esteve sempre a favor dos parisienses por 4 ou 5 bolas de diferença, fruto dos muitos contra-ataques finalizados pela turma de Raúl González. O resultado ao intervalo seria de 15-23.
Na segunda parte, o marcador não registou grandes alterações, sendo que os magnatas de Paris estiveram sempre na frente do marcador. O Futebol Clube do Porto chegou a registar uma desvantagem de 11 golos, mas o resultado final acabaria por fixar-se nos 30-39.

O pivot polaco Kamil Syprzak foi o melhor marcador do encontro, registando-se 9 golos em 11 tentativas. No top-4 da lista de melhores marcadores, seguiu-se o lateral francês Nédim Rémili com 7 golos e os portistas Pedro Cruz e Ivan Sliskovic, com 5 golos cada, respetivamente.

Com este resultado, o Futebol Clube do Porto ocupa o 7º posto do Grupo B – posição que não dá acesso aos Oitavos de Final da prova – com 5 pontos em 8 jogos. Perante este cenário, os comandados de Magnus Andersson necessitam de pontuar nos próximos jogos, de forma a reentrar na luta pela qualificação.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter