Andebol Luso na Europa 6# Sortes diferentes mas tudo ainda em jogo

Bernardo GalanteNovembro 19, 20216min0

Andebol Luso na Europa 6# Sortes diferentes mas tudo ainda em jogo

Bernardo GalanteNovembro 19, 20216min0
Com o FC Porto a ser obliterado em Paris e Sporting a perder com o AEK, coube ao SL Benfica garantir a única vitória para o andebol luso nesta jornada europeia

Na EHF European League de andebol, o SL Benfica venceu o Riihimäen Cocks, enquanto o Sporting CP foi derrotado em casa do USAM Nimes. Na Liga dos Campeões, o FC Porto foi derrotado, no reduto do Paris SG. A análise à prestação dos três participantes portugueses na alta roda do andebol europeu.

30 MINUTOS BASTARAM PARA AS ÁGUIAS TRIUNFAREM

As águias entraram na Cocks Areena com o intuito de limpar a imagem deixada após a derrota do passado sábado, no derby lisboeta de andebol frente ao eterno rival, o Sporting Clube de Portugal. A entrada em falso na partida foi o espelho perfeito da primeira parte da partida, onde os encarnados foram para o balneário em desvantagem. O marcador eletrónico registava um parcial de 18-15, a favor dos nórdicos. A passividade defensiva, a ineficácia ofensiva e as falhas técnicas cometidas pelos comandados de Chema Rodríguez, permitiriam que o Cocks ganhasse confiança e, a partir da dupla sérvia composta por Djekic e Basaric fossem, de forma consistente, fazendo estragos à defensiva encarnada.

A primeira parte conta uma história comandada por uma dupla sérvia, mas acabaria por ser outro sérvio a figura do encontro, o lateral-esquerdo Petar Djordjic.

Os últimos trinta minutos foram totalmente diferentes. A atitude do SL Benfica foi distinta: mais acerto ofensivo, menos falhas técnicas e mais agressividade defensiva. Rapidamente, a turma da Luz chegou ao empate a 21 bolas e, a partir daí, tomarem conta das rédeas do jogo. Os encarnados acabariam por vencer a partida por 32-37, isolando-se assim, na liderança do Grupo B da competição.

Petar Djordjic com 12 golos em 12 remates, registou 100% de eficácia, tornando-se o melhor marcador do encontro e, simultaneamente, da competição. O trio ofensivo do Riihimäen Cocks composto por Basaric, Djekic e Mijatovic, seguiu-se na lista de melhores marcadores com 9, 7 e 6 golos, respetivamente. A dupla de guardiões encarnados, Sergey Hernandez e Gustavo Capdeville, sublinharam uma excelente exibição registando 25 e 40% de eficácia defensiva, respetivamente.

Atualmente, o SL Benfica está na 1ª posição do Grupo B com 6 pontos nas três partidas disputadas, fruto de um registo 100% vitorioso. Nos restantes três lugares de qualificação, situam-se os franceses do HBC Nantes, os dinamarqueses do GOG e os alemães do TBV Lemgo com 4 pontos cada.

Na próxima jornada desta European League de andebol, as águias irão defrontar o GOG. O encontro está marcado para a próxima terça-feira e terá lugar às 17h45, no Pavilhão Nº2 da Luz.

LEÕES PERDEM E REACENDEM AS CONTAS DO GRUPO D

Após uma grande vitória no Pavilhão Nº2 da Luz, no passado sábado, os comandados de Ricardo Costa entraram no Salle Omnisport Le Parnasse como líderes do Grupo D na EHF European League de andebol, a par dos gregos do AEK de Atenas.

Donos de uma excelente réplica, os leões estiveram sempre em desvantagem durante a primeira parte, exceto por uma única vez – quando o placar registava 7-8 a favor dos lisboetas. No final dos primeiros 30 minutos, as equipas regressaram ao balneário com um parcial de 17-15, a favor dos franceses.

No regresso ao 40×20, o USAM Nimes chegou aos três golos de vantagem nos primeiros minutos do segundo tempo, sendo que os leões reagiram rapidamente e o jogo voltou à toada da diferença dos dois golos de diferença. Essa constante, manteve-se até ao momento em que o Sporting passou para a frente do encontro (21-22). Porém, nos últimos dez minutos, a turma de Alvalade arriscou no 7×6 e o Nimes foi aproveitando para chegar aos seis golos de vantagem, vencendo por 33-27 – tal resultado que não espelha o equilíbrio do encontro.

O ponta egípcio do USAM Nimes, Mohamed Sanad foi o melhor marcador do encontro com um total de 7 golos em 10 remates realizados, seguindo-se dos companheiros Henrik Jakobsen e Jean-Jacques Acquevillo e, ainda do sportinguista Martim Costa, todos com 5 golos cada. Outro destaque vai para a exibição do guarda redes francês, Rémi Desbonnet com 11 defesas realizadas e ainda 1 golo marcado.

Com este resultado, o Sporting CP partilha a liderança do Grupo D com os franceses do USAM Nimes e os gregos do AEK, sendo que cada equipa possui 4 pontos cada (2 vitórias e 1 derrota). Na 4ª posição está o Eurofarm Pelister com 3 pontos.

Na próxima jornada, a turma leonina irá defrontar o AEK de Atenas. O encontro está marcado para a próxima terça-feira e terá lugar às 19h45, no Pavilhão João Rocha.

DRAGÕES ATROPELADOS PELO PARIS SAINT-GERMAIN

Depois do empate no Dragão Arena obtido na jornada passada da competição, perante o campeão europeu – o FC Barcelona -, os comandados de Magnus Andersson chegavam à capital francesa com vontade de surpreender o poderoso PSG. Mas há dias assim…

O FC Porto entrou para o Stade Pierre de Coubertin sem conhecer o sabor da vitória há três jornadas consecutivas, enquanto o Paris Saint-Germain vinha de duas derrotas consecutivas, na EHF Champions League. Porém, o rumo dos acontecimentos mudou rapidamente.

Numa primeira parte sem história, os parisienses, de forma natural – atendendo às falhas técnicas e à baixa eficácia ofensiva dos dragões -, chegavam aos dez golos de diferença, após 20 minutos de jogo. O encontro chegou ao intervalo com a turma da Invicta a ser derrotada por uns expressivos 18-4.

A última vez que uma equipa, na EHF Champions League tinha marcado apenas quatro golos na primeira parte, foi no dia 12 de outubro de 2019, aquando da realização do encontro entre o Vardar e o Kiel, onde registava-se um parcial de 4-16 ao intervalo. O recorde de menor número de golos numa única parte está a cargo do Metalurg Skopje, obtido no dia 15 de fevereiro de 2015, quando visitaram o THW Kiel e saíram para o intervalo a perder por 17-3.

A turma de Magnus Andersson, após ter feito 4 golos em 19 remates e registado apenas 21% de eficácia, entrou para a segunda parte com o jogo sentenciado. Apesar disso, faturou por 15 vezes nos últimos 30 minutos, deixando o resultado final pelos mesmos 14 golos de diferença, registados ao intervalo. O encontro terminou com um 33-19 a favor dos franceses.

O polaco Kamil Syprzak foi o melhor marcador do encontro com 8 golos em 9 remates realizados, seguido dos companheiros de equipa, Nédim Rémili e Mikkel Hansen com 6 golos cada. O guardião francês, Vincent Gerard, registou uma excelente exibição, culminando em 60% de eficácia defensiva – 9 defesas em 15 remates.

Com esta derrota, o Futebol Clube do Porto desce para a 7ª posição do Grupo B em igualdade pontual com o Flensburg -, registando 5 pontos (2 vitórias, 1 empate e 4 derrotas) à 7ª jornada.

Na próxima jornada, a turma da Invicta irá defrontar novamente o Paris Saint-Germain. O encontro está marcado para a próxima quinta-feira e terá lugar às 19h45, no Dragão Arena, e será um jogo fundamental para as aspirações portistas na Liga dos Campeões de andebol.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter