Andebol Luso na Europa 3# O que espera ao Benfica na European League

Bernardo GalanteOutubro 7, 20217min0

Andebol Luso na Europa 3# O que espera ao Benfica na European League

Bernardo GalanteOutubro 7, 20217min0
Um grupo difícil mas à altura do SL Benfica é o passo que se seguen a European League de andebol que analisamos neste artigo

Na segunda edição da EHF European League – prova que vem substituir a EHF Cup -, Portugal terá dois representantes na Fase de Grupos da competição, o Sporting Clube de Portugal e o Sport Lisboa e Benfica. Na edição transata, só os leões almejaram esta fase da competição e neste artigo contamos o que espera às “águias” na fase-de-grupos de 2021.

ÁGUIAS NO GRUPO B PERANTE CANDIDATOS AO TÍTULO

O sorteio colocou o Sport Lisboa e Benfica no Grupo B da EHF European League contrastando com o Chekhovskiye Medvedi [Rússia], o TBV Lemgo [Alemanha], o Riihimaen Cocks [Finlândia], o GOG [Dinamarca] e o HBC Nantes [França]. Apelidado por muitos como o grupo mais forte da competição, fazendo com que seja mais um grande desafio para o SL Benfica, esta temporada.

CHEKHOVSKIYE, O CRÓNICO CAMPEÃO RUSSO

O Chekhovskiye Medvedi [Rússia], fundado em 2001, conta com uma Taça das Taças conquistada em 2005/06, mas é os Quartos de Final da European League da edição passada juntamente com o seu poder interno (sendo campeão há 20 épocas consecutivas!!!), que fazem deste clube uma tremenda ameaça para o Sport Lisboa e Benfica.

Com Vladimir Maksimov ao comando, o famoso treinador-presidente do Chekhovskiye Medvedi viu sair o talentoso lateral-esquerdo e internacional russo de apenas 22 anos, Sergei Kosorotov, para os polacos do Wisla Plock. Em contra-partida, o conjunto russo com o lateral bielorrusso Andrei Klimavets oriundo do Motor Zaporozhye e, ainda de Andrei Beliaev, vindo do SGAU-Saratov. O experiente ponta internacional pela Rússia, Daniil Shishkaraev reforçou o Chekhovskiye, após passagens pelo RK Vardar [Macedónia] e Veszprém [Hungria], que lhe valeu a conquista de duas Ligas dos Campeões (ambas pelo RK Vardar). Perante a saída do guarda-redes Vladislav Martynenko para o Kaustik Volgograd, o russo Aleksei Stelmakh contratado ao Dinamo Astrakhan, colmata assim essa vaga no plantel.

O conjunto russo possui no seu palmarés 20 Ligas da Rússia, 14 Taças da Rússia, 8 Supertaças da Rússia e 1 Taça das Taças.

LEMGO, UM HISTÓRICO ALEMÃO

O TBV Lemgo [Alemanha], fundado em 1911 é um dos históricos emblemas alemães, tendo conquistado por duas vezes a Taça EHF e por uma vez a Taça das Taças. A formação alemã regressa às competições europeias, após ter vencido a última edição da DHB-Pokal (Taça da Alemanha) em 2020, dando acesso à 2ª eliminatória de qualificação para a competição. O conjunto germânico eliminou os islandeses do Valur, após vencerem as duas mãos por 26-27 e 21-27, respetivamente.

O plantel do TBV Lemgo conta com o veterano e experiente pivô espanhol, Gedeón Guardiola, vencedor de 1 Mundial, 2 Europeus, 1 Taça EHF, 2 Ligas Alemãs, 2 Taças da Alemanha e 3 Supertaças Alemãs, transmitindo muita experiência a um conjunto com uma média de idades a rondar os 26 anos. O técnico da formação da cidade de Lemgo, Florian Kehrmann é um “homem da casa”, tendo sido atleta do clube durante 15 épocas e, após esse período, ter iniciado o seu percurso como líder da equipa técnica desde 2014.

O conjunto germânico apesar da 13ª posição na passada edição da Bundesliga, possui no seu palmarés um leque interessante de títulos, tais como: 2 Taças EHF, 1 Taça das Taças, 2 Ligas Alemãs, 4 Taças da Alemanha e 4 Supertaças Alemãs.

COCKS, O INTRUSO FINLANDÊS

O Riihimaen Cocks [Finlândia], fundado em 1973, atualmente é considerado a maior potência do andebol finlandês, possuindo no seu palmarés oito Campeonatos Finlandeses, dez Taças da Finlândia e quatro Ligas Bálticas. O título de campeão finlandês valeu-lhes a entrada direta na Fase de Grupos da competição, porém, são tidos como o elo mais fraco do Grupo B.

Sem nomes conhecidos no panorama do andebol mundial, o Riihimaen Cocks é comandado pelo finlandês Kaj Kekki, ex-selecionador finlandês e um técnico muito experiente no país báltico, contando ainda com passagens no Sjundea IF, Grankulla IFK, BK-46 e no HC Kiffen. Josip Buljunasic, Onur Ersin – ambos oriundos do Besiktas -, Ozgur Sarak proveniente do Trimo Trebnje, Joakim Angjelovski e Adrian Tenghea, contratados ao RK Vardar B e ao CSM Fagaras, respetivamente, são os novos reforços da turma de Riihimäki para a época 2021/22.

O plantel do conjunto do Riihimaen Cocks possui uma média de idades a rondar os 27 anos, sendo que na época transata, não foram além dos Quartos de Final da EHF European Cup, mas será um adversário de peso para o Benfica.

GOG, A AMEAÇA DINAMARQUESA

O GOG [Dinamarca], fundado em 1973, alcançou na edição transata da EHF European League os Quartos de Final, sendo eliminado pelo Wisla Plock – que acabaria por perder por 1 golo de diferença nas meias-finais, frente ao vencedor da competição, o SC Magdeburg. Os dinamarqueses são um adversário a ter em conta na presente edição da competição.

Com a saída da sua maior arma goleadora, o ponta Emil Jakobsen, que reforçou o Flensburg, a turma dinamarquesa foi contratar à maior liga do mundo, a Bundesliga. Jerry Tollbring, ex-Rhein-Neckar Löwen, foi o escolhido pela estrutura dinamarquesa. Para além deste reforço, foram ainda contratados os seguintes nomes: Torbjorn Bergerud [Flensburg], Lukas Jorgensen, Mathias Larson [Aarhus Handbold] e Viktor Vlastos [TM Tonder].

A época transata, o GOG alcançou os Quartos de Final da EHF European League, atingiu a 3ª posição no Campeonato Dinamarquês e foi eliminado nas meias-finais da Taça da Dinamarca frente ao Aalborg. O emblema dinamarquês conta no seu palmarés com sete Campeonatos Dinamarqueses e duas Taças da Dinamarca.

HBC NANTES E O ENCONTRO COM CAVALCANTI

O HBC Nantes, fundado em 1953, apesar de ter um palmarés com poucos títulos é, mesmo assim, um dos nomes fortes do andebol francês, na atualidade. Eliminado nas meias-finais da edição transata da EHF Champions League pelo atual campeão europeu, o FC Barcelona e, finalista vencido na época 17/18, demonstram o poderio da turma da Alta Bretanha, situada no oeste de França.

Desde 2019/20, que Alberto Entrerríos (ex-jogador do clube) assumiu a liderança da equipa técnica, após três épocas como adjunto de Thierry Anti (ex-treinador do Sporting CP). Esta temporada, destaque para as saídas de Cyril Dumoulin e Olivier Nyokas, tendo sido peças muito importantes para o crescimento do clube francês. No que diz respeito a entradas, foram operadas um total de cinco contratações, entre as quais a do internacional português Pedro Portela, que chega do Tremblay. Mickael Robin (ex-US Créteil), Aleksander Shkurinskiy (ex-Meshkov Brest), Rubén Marchán (ex-Ademar León) e Linus Persson (ex-Ivry) foram as restantes caras-novas.

A temporada passada, o HBC Nantes conquistou a 3ª posição na Lidl StarLigue (Campeonato Francês), tendo ficado a 3 pontos da EHF Champions League – posição ocupada pelo Montpellier HB de Gilberto Duarte. Os 47 pontos conquistados no campeonato, valeram-lhes uma presença na Fase de Grupos da EHF European League.

O emblema francês conta no seu museu com a conquista de uma Taça de França, uma Taça da Liga, uma Supertaça Francesa e ainda com o título de campeão da Segunda Liga Francesa.

Alexandre Cavalcanti, internacional português é um ex-jogador do Sport Lisboa e Benfica, tendo mesmo feito a sua formação entre o clube da Luz e o Ginásio Clube do Sul. O lateral natural de Almada, cumpre a sua terceira época em terras francesas, não tendo ainda conquistado qualquer título pelo emblema do Nantes.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter