2ª Divisão Feminina de futsal – 5 craques em destaque

José AndradeAbril 29, 20226min0

2ª Divisão Feminina de futsal – 5 craques em destaque

José AndradeAbril 29, 20226min0

Neste novo texto, vamos falar de uma liga espetacular que também caminha para a fase final e hoje elegemos e falamos de craques de perfis e fases diferentes, mas que se destacam muito nesta nossa competição , onde o equilíbrio e a muita qualidade reina e é sobre isso que vamos abordar hoje com 5 craques que se têm destacado muito nesta 2ª Divisão feminina do nosso futsal.

Marta Dias – Classe de campeã

Começamos esta nossa lista por, Marta Dias um dos destaques em maior evidência nesta 2ª Divisão. O EDC Gondomar conquistou o título de campeãs nacionais da 2ª Divisão feminina, uma época histórica e onde esta equipa brilhou muito pela qualidade de jogo. Tal como em todas as equipas vários destaques, mas obviamente que Marta Dias é quem salta mais à vista pelos golos. Para já, Marta Dias leva 24 golos na temporada, 15 deles na 1ª Divisão, falamos de uma jogadora experiente, que passou muitos anos no futebol feminino onde se destacou no histórico Valadares Gaia que no futsal tem vindo a subir muito de temporada para temporada. Jogando a pivot ou ala, tem um faro de golo e uma qualidade individual que a coloca já como jogadora de 1ª divisão, lugar onde tem tudo para brilhar ainda mais na próxima temporada numa equipa que se continuar o processo evolutivo tem tudo para se cimentar no topo do nosso futsal feminino como um dos bons e sólidos projetos.

Ana Silva – Futuro imenso

Mudamos para Santarém, para falar do CADE e de Ana Silva uma das jogadoras que mais se tem destacado nesta temporada nesta nossa 2ª Divisão feminina. Ana Silva tem uma vida toda ligada ao CADE, com apenas uma passagem pelo Fátima, mas são já 11 temporada no Entroncamento, com passagem também pelo futebol deste conjunto que se assume como um dos melhores projetos desportivos no Ribatejo. Ana Silva é uma jovem ala de 23 anos, uma jogadora que já vai mostrando muita qualidade, mas que tem um potencial muito elevado. Capacidade e qualidade técnica individual, golo, jogadora que lê muito bem o jogo e que sendo trabalhada por um dos melhores treinadores nacionais, falo de Edgar Simões, Ana Silva tem evoluído ainda mais. É uma jovem ala que se vai assumindo como uma das figuras do CADE, equipa que tem apresentado além do bom futsal uma grande evolução nas suas atletas. Ana Silva tem se destacado muito pelos 15 golos nesta temporada, números que refletem a excelente época da jovem ala do CADE.

Carolina Orfão – Potencial enorme

Continuamos na zona centro, mas agora mudamos para Lisboa e para uma jovem promessa, falo de Carolina Orfão, uma jovem pivot do União Atlético Povoense, uma equipa que também se te destacado pelo futsal jogado de elevada qualidade. A equipa de Bruno Fernandes, mais um dos excelentes treinadores do nosso futsal, está na luta pela subida, uma das disputas mais animadas desta temporada e que vai ser até à última jornada. Falando de Carolina Orfão, uma pivot que mesmo com a concorrência elevada na sua equipa se conseguiu destacar, isto porque a jovem pivot tem como “rivais” no Povoense, Nanci Neves e Joana Vieira, ainda de Sofia Varela, uma ala que também joga como referência na frente, por isso mesmo o destaque para a temporada de Carolina. A pivot tem apenas 19 anos, chegou na temporada passada ao Povoense depois de ter passado pelo Juventude Castanheira e pelo Sporting CP, tem crescido muito, a sua evolução é impressionante e nesta época mesmo com a concorrência direta tem dado um passo em frente na sua afirmação no futsal nacional. Falamos de uma pivot móvel, que joga bem de costas e de frente para a baliza, que garante capacidade de segurar a bola e ainda profundidade. Nesta temporada leva já 12 golos, 6 na 2ª Divisão. Uma jovem promessa com muito potencial para ser cada vez mais uma figura do nosso futsal feminino futsal e com uma margem de progressão muito elevada.

Ana Paiva – Juventude e tudo para chegar longe

Voltamos a norte para falar de mais uma jovem promessa do nosso futsal feminino. No ARCD Venda da Luísa foram muitos os destaques ao longo da temporada, várias figuras, vários nomes, mas vamos destacar uma jovem com um potencial tremendo. Ana Paiva, uma fixa, com capacidade para desempenhar bem vários papeis, sendo uma universal de muita qualidade. Capacidade de defender, muita garra, qualidade técnica, sabe sair a jogar, tem velocidade e estamos mesmo a falar de uma jogadora que pode chegar longe, sendo que também teve um enorme crescimento nesta temporada sob comando de Sara Fatia, um nome gigante do nosso futsal e também ela uma treinadora que em breve estará ao mais alto nível. Ana Paiva tem 18 anos, muita margem de progressão muito elevada, ela que brilhou cedo em Condeixa, primeiro no Núcleo Sportinguista de Condeixa e antes de chegar Venda da Luísa, a Academia Condeixa onde ainda deu mais nas vistas e por isso este salto.

Diana Silva – Uma das melhores Pivots

Para terminarmos vamos até Coimbra, falar de Diana Silva uma das figuras maiores desta temporada não só na Académica de Coimbra onde é uma das jogadoras em destaque, mas também no nosso futsal, reforçando o estatuto que já tinha de uma das melhores pivots. Uma temporada onde as estudantes estão na luta pela subida à 1ª Divisão, uma disputa que tem sido muito animada e reflexo da muita qualidade desta nossa 2ª Divisão feminina. Diana Silva, referência da equipa de Coimbra leva já um total de 19 golos nesta temporada, 14 deles na 2ª Divisão sendo uma das peças mais importante na luta pela subida. Uma pivot de imensa qualidade, que alia a experiência de muitos anos com uma evolução que a torna nesta altura pivot de topo do nosso futsal.

Ficaram aqui 5 nomes em destaque na 2ª Divisão feminina, das mais experientes e das que mais se evidenciam até a jovens com muito talento e imensa margem de progressão num campeonato que continua ao rubro com a luta pela subida e não dar tréguas e onde de certeza vamos estar até ao último momento para saber quem sobe. Muita qualidade, muitos nomes, grandes jogos e ficaram aqui alguns dos destaques maiores desta nossa excelente 2ª Divisão feminina do nosso futsal.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter