Um 11 a Seguir com Atenção na Bundesliga

Gonçalo MeloAgosto 19, 20198min0

Um 11 a Seguir com Atenção na Bundesliga

Gonçalo MeloAgosto 19, 20198min0
A bundesliga é um campeonato recheado de talento jovem, seja esse talento local ou importado, talento esse que vai dos guarda-redes aos avançados, passando pelos defesas e pelos médios.

Iniciou-se este fim de semana mais uma edição da Bundesliga, a primeira divisão do futebol alemão. O Fair Play escolhe um 11, com algumas alternativas, para seguir com atenção ao longo da época, centrado em jogadores com menor mediatismo e menor notoriedade(até agora).

Guarda-Redes- Alexander Nubel

Aos 22 anos já é apelidado de novo Neuer, tendo já sido inclusivamente associado ao Bayern e sendo responsável pela perda do lugar no onze do gigante Ralf Fahrmann, que foi cedido ao Norwich. Nubel é um projeto fantástico de guarda-redes, sendo dotado de grandes reflexos, agilidade e grande jogo de pés. A seleção principal alemã não deverá tardar, ele que deverá proporcionar uma luta interessante a Marc-André Ter Stegen quando Neuer se aposentar da seleção. Atenção ainda para o jovem Florian Muller do Mainz, e para o gigante checo de 1,96 m do Bremen Jiri Pavlenka.

Resultado de imagem para alexander Nubel
Alexander Nubel- A Bola

Lateral Direito- Lukas Klostermann

Provavelmente familiar para os mais atentos, Klostermann é um dos recentes nomes chamados por Joachim Low para a renovada seleção alemã. O lateral de 23 anos do RB Leipzig vem de uma grande temporada, e promete crescer ainda mais com o novo treinador Julian Nagelsmann. Com uma velocidade de ponta anormal para um elemento da sua estatura (1,89 m), Klostermann consegue ser útil na forma como dá profundidade ao corredor direito, sem nunca descurar o controlo defensivo na sua ala, sendo um dos melhores laterais da Bundesliga precisamente devido a este equilíbrio entre ações ofensivas e defensivas. Menção também para Danny da Costa do Eintracht Frankfurt e Jonjo Kenny, inglês cedido pelo Everton ao Schalke 04.

Defesas Centrais- Ibrahima Konaté e Niklas Stark

Uma dupla com uma média de idades de 22 anos. Konaté, de 20, teve uma ascensão notável na ultima época, tendo aproveitado a lesão grave do seu compatriota e concorrente Dayot Upamecano para se tornar imprescindível no eixo defensivo do Leipzig. Muita maturidade para a idade, velocidade, implacável nos duelos e muito à vontade a sair a jogar tornam Konaté num nome a considerar para Didier Deschamps num futuro próximo.

Stark é, tal como Kloestermann um recém chamado à seleção principal alemã, embora ainda não se tenha estreado. Um central elegante, muito forte na saída de bola e no passe, com grande capacidade de jogar com espaço nas costas devido à sua grande velocidade, é certamente um nome para a próxima década do futebol germânico e um esteio da jovem defesa do Hertha de Berlim aos 24 anos. Nomes como Ozan Rabak (Schalke 04) e Moussa Niakhaté (Mainz) não ficam atrás em termos de potencial.

Resultado de imagem para ibrahima konate
Ibrahima Konaté- Online Arsenal

Lateral Esquerdo- Jérôme Roussillon

Uma autêntica locomotiva no lado esquerdo da defesa. O francês de 26 anos, contratado ao Montpellier em 2018, foi um dos nomes associados ao Barcelona neste defeso, acabando por continuar no clube patrocinado pela Volkswagen. Com um pé esquerdo dotado tecnicamente, Roussillon destaca-se pela alta rotação com que se apresenta os 90 minutos, dando largura e profundidade ao corredor e sendo muito perigoso nos cruzamentos, ele que fez 6 assistências e marcou 3 golos na época passada. Atenção também a Max Mittestadt, que relegou para o banco o internacional alemão Marvin Plattenhardt no Hertha de Berlim.

Resultado de imagem para jerome roussillon
Jérôme Roussillon- Euro Football Rumours

Médio Defensivo- Arne Maier

Mais um elemento do Hertha de Berlim. Estando neste momento lesionado, Maier foi aos 20 anos um dos melhores alemães no Europeu de sub 21 deste ano, destacando-se pela cultura tática e pela forma como põe a equipa a jogar. A sua qualidade no passe curto e longo, e a sua fisionomia já lhe valeram inclusive comparações com Toni Kroos, o que atesta o potencial do jovem formado no Hertha. Diadié Samassékou, jovem maliano reforço do Hoffenheim e Ellyes Skhiri, tunisino contratado pelo Colónia, são outros nomes a ter em atenção, devido à sua qualidade e margem de progressão.

Médio Centro- Florian Neuhaus

Atenção a este menino de 22 anos do Moechengladbach. Também internacional sub 21 germânico, este médio destaca-se pela sua enorme qualidade técnica, tanto ao nível do passe como do drible. Muito intenso na pressão e na recuperação de bola, torna o futebol da sua equipa extremamente fluido, ele que tem liberdade de aparecer em zonas mais avançadas devido à presença dos guarda-costas Zakaria e Kramer. Nesta posição, menção para o norte-americano Winston McKennie (Schalke 04) e para o reforço austríaco Xavier Schlager (Wolfsburgo).

Médio Ofensivo- Ondrej Duda

Um dos melhores jogadores do Hertha, e uma figura na seleção eslovaca. Um médio rápido, intenso, com muita visão de jogo e boa meia distância fazem deste jogador de 24 anos um dos nomes a ter em conta nesta liga alemã, não sendo de estranhar um salto na carreira nos próximos anos, ele que na época passada brilhou com 11 golos e 6 assistências em 32 jogos (também pode atuar numa ala ou como falso 9, papel que já desempenhou na seleção). No meio campo ofensivo, elementos como Hannes Wolf, que trocou de Red Bull, do Salzburgo para o Leipzig, e Louis Schaub que ajudou o Colónia a subir com 13 assistências e 3 golos, são outros nomes a seguir com atenção.

Resultado de imagem para ondrej duda
Ondrej Duda- Media Referee

Extremo Direito- Dodi Lukebakio

Um jogador que faz todas as posições do ataque, Lukebakio rende mais à direita, onde foi mais utilizado a época passada ao serviço do Fortuna Dusseldorf. Transferido para o Hertha,  proveniente do Watford, este alto belga de 1,88 m desta-se pela forma como encara dos defesas e pela agressividade com que ataca as costas da equipa contrária, fazendo mossa com a sua velocidade e o seu potente pé esquerdo. Na época passada apontou 10 golos e assistiu para outros 4, sendo que na jornada inaugural deste fim de semana já fez do Bayern a sua primeira vítima. Para acompanhar com atenção também, o talentoso dinamarquês Robert Skov contratado pelo Hoffenheim, que foi o melhor jogador da última liga dinamarquesa, e o jovem galês de 18 anos do Schalke, Rabbie Matondo.

Extremo Esquerdo- Milot Rashica

Este jovem do Werder Bremen já é, aos 23 anos, o jogador mais valioso do antigo membro da Jugoslávia, o Kosovo. Com uma grande capacidade de acelerar o jogo e deixar adversários do caminho através do drible em velocidade, Rashica consegue ainda ser temível ao nível do remate e do último passe, como comprovam os 9 golos e as 5 assistências na época passada, ele que já abriu o ativo com uma assistência na derrota do Bremen com o Fortuna na primeira jornada. Ademola Lookman, do Leipzig e Josip Brekalo do Wolfsburgo são outros elementos que prometem aparecer e trazer a si destaque ao longo dos próximos meses.

Resultado de imagem para milot rashica
Milot Rashica

Ponta de Lança- Luca Waldschmidt

Um nome conhecido, uma vez que está associado ao interesse do Benfica. O melhor marcador do último europeu de sub 21 destaca-se pela sua capacidade brutal na meia distância, pela força e colocação que coloca na bola, sendo igualmente um avançado que se associa muito bem com os colegas e procura muito o jogo entre-linhas, algo fundamental no 4-4-2 do Friburgo. Na época passada marcou por 9 vezes em 30 aparições, sendo que neste início de época já leva 2 golos em duas partidas oficiais. No ataque, destacamos ainda o muito talentoso e habilidoso brasileiro Matheus Cunha do Leipzig e o gigante francês do Mainz, Jean-Phillipe Mateta.

Resultado de imagem para luca waldschmidt
Luca Waldschmidt- 90min.com

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter