Os 5 Melhores Treinadores da Bundesliga

Gonçalo MeloJaneiro 27, 20205min0

Os 5 Melhores Treinadores da Bundesliga

Gonçalo MeloJaneiro 27, 20205min0
A Bundesliga é um viveiro de grandes treinadores, e de lá já saíram grandes nomes que vão brilhando em grandes do futebol europeu, com Jurgen Klopp e Thomas Tuchel à cabeça.

É sabido que na Bundesliga é natural e habitual o aparecimento de treinadores com fortes ideologias de jogo e que apoiam um futebol ofensivo e de constante pressão alta. Nos dias que correm, é difícil treinar na Bundesliga se este futebol de pressão não existir, e grande parte da nova geração de técnicos tenta transmitir esta forma de atuar às suas equipas. Partindo deste ponto, estes são os 5 melhores treinadores da atual Bundesliga para o Fair Play.

Julian Nagelsmann, RB Leipzig

Era no mínimo arriscado não começar esta lista com o jovem técnico de 32 anos. Depois de um trabalho sólido e de fazer explodir vários jogadores no Hoffenheim, abraçou o projeto do Leipzig de forma algo surpreendente, por ter em mãos uma proposta do Bayern. O facto é que em boa hora parece ter aceite a proposta da equipa patrocinada pela RedBull, que parece ter tudo para a curto prazo abalar a hegemonia do gigante bávaro.

Liderança da Bundesliga, com um ponto de avanço para o Bayern, e um futebol atrativo, pressionante e sufocante que deixa qualquer adversário encostado às cordas. Neste seu Leipzig, os jovens talentos são muitos, onde se destacam Ibrahima Konaté, Lukas Kloestermann, Marcel Sabitzer ou Timo Werner, aos quais se juntou agora o telentoso espanhol Dani Olmo, contratado ao Dinamo Zagreb.

Resultado de imagem para julian nagelsmann leipzig
Conseguirá Nagelsmann destronar o Bayern? (Foto: 90 min)

Marco Rose, Borussia Moenchengladbach

O técnico alemão de 43 anos foi um dos muitos técnicos alemães ligados à RedBull, mas depois de várias épocas de grande nível em Salzburgo, o seu passo seguinte não seria um regresso à sua cidade natal para orientar o Leipzig, mas regressaria à Alemanha para orientar o Borussia Moenchengladbach.

E a experiência dificilmente poderia estar a ser melhor. Terceiro lugar na Bundesliga, a apenas dois pontos do líder Leipzig, apoiado num futebol de pressão alta, rapidez na troca de bola e chegadas rápidas a zonas de finalização, numa equipa que faz da intensidade uma das suas maiores armas, e onde se destacam Mathias Ginter, Ramy Bensebaini, Florian Neuhaus, Marcus Thuram ou Alassane Pléa.

Resultado de imagem para marco rose
Rose está a ter uma grande época no comando do Moenchengladbach (Foto: Record)

David Wagner, Schalke 04

Aos 48 anos, muitos se lembrarão de Wagner no banco do Huddersfield, equipa inglesa que o técnico alemão conseguiu colocar na Premier League e que, apesar do limitado plantel, conseguiu manter no convívio dos grandes no ano seguinte. Ainda assim, na temporada passada acabou despedido devido aos resultados menos bons, algo que não impediu um regresso à segunda liga da equipa inglesa, onde se destacavam Aaron Mooy ou Philip Billing.

Esta época, teve oportunidade de assumir o histórico Schalke, depois de uma época falhada sob o comando de Domenico Tedesco. Após 19 jogos no campeonato, os mineiros ocupam um confortável 6º lugar, 4 pontos acima da primeira equipa fora da zona europeia e a apenas 3 pontos dos lugares que dão acesso à Champions League. Nesta equipa jovem, destacam-se Matija Nastasic, Omar Mascarell, Suat Serdar, Daniel Caligiuri, Amine Harit ou Benito Raman, não esquecendo o reforço de inverno Michael Gregoritsh.

Resultado de imagem para david wagner
Um regresso de Wagner a Gelsenkirchen (Foto: DW.com)

Christian Streich, Friburgo

O técnico mais experiente desta lista. Com 54 anos, Streich e o seu Friburgo já foram em mais do que uma ocasião analisados pelo Fair Play, uma vez que com o baixo investimento feito ano após anos, a equipa do Sudoeste alemão mantém a consistência e a qualidade.

Este ano não é exceção, e sensivelmente a meio da época, o Friburgo ocupa o 8º posto, a 1 ponto da zona europeia e 12 pontos acima da zona de despromoção, tendo vários elementos na sua equipa que podem ser alvos de equipas mais endinheiradas, como Robin Koch, Janik Haberer, Vincenzo Grifo ou Luca Waldschmidt.

Resultado de imagem para christian streich
Streich está há muito tempo ligado ao Friburgo (Foto: Record)

Adolf Hutter, Eintracht Frankfurt

O técnico austríaco não começou esta época da melhor forma, mas após se recuperar das perdas de jogadores fundamentais na equipa, como Jovic, Rebic ou Haller, o Eintracht parece efetivamente de volta ao seu melhor, como comprova a vitória frente ao líder neste fim de semana.

Depois de passagens marcantes pelo RedBull Salzburgo e pelo Young Boys, dois clubes onde foi campeão, o técnico austríaco assumiu um projeto ambicioso que visava aproximar a turma de Frankfurt dos grandes alemães, e podemos dizer que já esteve mais longe, tendo na época passada garantido um sólido quinto lugar e chegando às meias finais da Liga Europa. Nesta época, destaque tem de ser dado a Filip Kostic, a Marvin Hinteregger, Gonçalo Paciência ou Bas Dost, numa equipa que conta ainda com a experiência de nomes como Makoto Hasebe ou David Abraham.

Resultado de imagem para adolf hutter
Adi Hutter chegou a Frankfurt para aproximar a equipa do pódio (Foto: Record)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter