Mercado de Inverno 2020: 5 negócios inteligentes e de pequeno custo

Francisco IsaacFevereiro 4, 20206min0

Mercado de Inverno 2020: 5 negócios inteligentes e de pequeno custo

Francisco IsaacFevereiro 4, 20206min0
Os clubes por vezes não são inteligentes nos negócios que fazem durante o Mercado de Inverno, mas há alguns que sabem contratar com qualidade. 5 negócios desta Janela de Transferências do Inverno de 2020

Foi um mercado de inverno até algo arrefecido, pondo um travão na onda de consumismo e gastos exagerados pela maioria dos emblemas que compõem este ramalhete do Desporto-Rei, seja na Europa, América do Sul ou Ásia. Com Bruno Fernandes a morar no topo das transferências mais caras, fomos atrás das mais valiosas fazendo uma avaliação perante valor/preço de custo, com algumas surpresas a morarem nas nossas escolhas.

Quem é que avalias como um negócio inteligente nesta janela de transferências em 2020?

CHRISTIAN ERIKSEN (TOTTENHAM-»INTER)

20M€, foi o quanto custou o dinamarquês de 27 anos ao Inter de Milão sendo talvez o negócio mais bem executado deste Mercado de Transferências em 2020 isto quando o médio estava avaliado em 90M€ pela maioria dos sites especialistas em valorização de jogadores de futebol. Eriksen foi consecutivamente um dos principais jogadores do Tottenham Hotspur, elevando o futebol da equipa de White Hart Lane a um patamar elevado com uma ida improvável à final da Liga dos Campeões (2019) e um par de vice-campeonatos que serão recordados como uma era inesquecível, apesar de não morar qualquer troféu no museu dos Spurs.

O Inter de Milão parecia estar a perder o gás para recuperar o tão desejado Scudetto e a chegada do experiente internacional dinamarquês pode dar uma energia-extra para os últimos seis meses da temporada e com toda a certeza não irá defraudar as bancadas de San Siro. O valor baixo de custo é ainda impressionante quando observamos que em cinco épocas e meia somou 300 jogos pelo Tottenham (70 golos e 90 assistências) não sendo um jogador que facilmente contrai lesões… mas será que vai ser igual na Serie A?

ERLING HAALAND (RB SALZBURG-»DORTMUND)

É o jogador do momento, o vibrante goleador norueguês de 1,94 metros que somou golos atrás de golos no Mundial de sub-20 em 2019 repetindo a receita ao serviço do Red Bull Salzburg antes de sair para o Borussia Dortmund a troco de… 20M€. Sim, 20M€ um valor quase irrisório para os gigantes do Dortmund que não tiveram dúvidas que recrutar o jovem de 19 anos seria um sucesso imediato e que se veio a confirmar desde o 1º jogo, somando neste momento 7 golos em 3 jogos num dos registos mais impressionantes da Bundesliga.

Haaland entre Agosto e Setembro de 2019 somou um total de 28 golos e 7 assistências em apenas 22 jogos o que são números estratosféricos para quem ainda não chegou sequer aos 20 anos, prometendo iniciar uma nova era no futebol Mundial, ao lado de Kylian Mbappé, Vinicius, De Ligt e outros jovens de uma qualidade já impressionante. Um negócio quase perfeito pelo Dortmund, existindo só um problema nesta contratação, a pequena cláusula de rescisão: 75M€. Mino Raiola foi inteligente na montagem deste negócio e não preciso de transferir o seu atleta por um valor irreal de 120M€, o que permite a Haaland respirar melhor, viver sem a pressão de ter sido transferido por um custo fantasioso e assim render de outra forma, como se está a ver no seu primeiro mês no Dortmund.

EXEQUIEL PALACIOS (RIVER PLATE-»LEVERKUSEN)

Outro bom negócio para os lados da Bundesliga e agora pelo Leverkusen, um dos clubes mais activos nesta janela de transferências, que foi buscar ao River Plate de Marcelo Gallardo o internacional argentino de 21 anos, Exequiel Palacios. O médio é um reforço de alta qualidade e que tem tudo para ser um dos principais nomes do emblema alemão seja pelo toque de bola com que penteia a redonda, a visão de jogo na construção do processo ofensivo ou até nas capacidades de recuperar a bola e equilibrar a equipa logo a seguir.

Vai para o campeonato certo se o objectivo é evoluir a nível da compreensão táctica e ganhar melhor definição no que tem a fazer quando não tem a bola em seu poder e o baixo valor com que foi contratado de 17M€ garante uma vaga nesta lista, pois estava avaliado em 30M€ pelo transfermarkt na altura da transferência.

ADRIANO CASTANHEIRA (SC COVILHÃ-»PAÇOS DE FERREIRA)

Pode parecer aos olhos do leitor uma entrada minimamente curiosa e estranha, pois Adriano Castanheira não está no mesmo patamar que os seus quatro colegas de profissão que habitam nesta lista. Contudo, é um negócio que vale a pena ser mencionado pela excelente visão da direcção do Paços Ferreira em se reforçar com um atleta que pode ser decisivo na fuga à descida de divisão dos pacenses.

O polivalente atleta realizou uma excelente meia temporada ao serviço do SC Covilhã, auxiliando os serranos não só na luta pela manutenção mas pela intromissão na subida de divisão dando uma profundidade letal ao corredor esquerdo muito graças à combinação dos seus aspectos físicos – velocidade frenética e intensidade contínua – e técnicos – remate e capacidade para centrar de categoria, para além de saber se desembaraçar do adversário -, algo que aguardou aos pacenses.

Por 50 mil euros o extremo chegou à Capital do Móvel quando estava avaliado em 600 mil euros, tendo sido até Janeiro passado um dos atletas da Ledman LigaPro mais cotados desta temporada.

PACO ALCACER (BORUSSIA DORTMUND-»FC VILLARREAL)

Das várias transferências registadas em Janeiro de 2020 foi a de Paco Alcácer que registou os números mais interessantes entre valor e preço de custo, pois o internacional espanhol ostentava uma valorização na ordem dos 50M€ (Dezembro 2019) para depois ser transferido por 23M€… excelente negócio, não é Villarreal? O submarino amarelo persegue um lugar europeu na competitiva La Liga e a entrada de um elemento que possa fazer golos de forma contínua era vista como uma necessidade imediata.

Para o ponta-de-lança a saída da Bundesliga e do Dortmund era necessária se objectivo é estar no próximo CampeonatodaEuropa, uma vez que estava a perder espaço na equipa alemã ainda mais pela chegada de Erling Haaland, isto e apesar de ter somado até Janeiro 7 golos e 3 assistências em 15 jogos. Ou seja, o útil juntou-se ao agradável e a combinação dos dois factores tem corrido bem desde o 1º dia, uma vez que marcou um golo e assistências no jogo de estreia (vitória frente ao Osasuna por 3-1)… e isto tudo por um preço bem baixo em comparação com que se paga por bons avançados no futebol europeu.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter