O Melhor 11 da Bundesliga no ano de 2019

Gonçalo MeloDezembro 30, 20194min0
Artigo com o melhor 11 da Bundesliga no ano civil de 2019, com nomes como Axel Witsel, Jadon Sancho ou Robert Lewandowski a surgirem nas nossas escolhas

Quem foram os melhores jogadores da Bundesliga no ano civil de 2019? Deixamos as nossas 11 propostas para cada uma das posições!

Guarda Redes: Yann Sommer (Monchengladbach)

Quando se fala de guarda-redes na Alemanha, o nosso pensamento vai rapidamente para Manuel Neuer. No entanto, Yann Sommer merece claramente a nossa consideração. O titular da selecção suíça é um dos melhores guarda-redes da atualidade, destacando-se pela regularidade, pelos enormes reflexos e pela maneira como se posiciona entre os postes, que disfarça o facto de ser um guardião baixo (1,83 m). Outra característica marcante de Sommer é o jogo de pés, conseguindo muitas vezes ser o primeiro a construir na equipa

Resultado de imagem para yann sommer

Lateral Direito: Joshua Kimmich (Bayern)

Não há muito a dizer sobre o internacional alemão do Bayern. Cultura tática, visão de jogo, qualidade de passe e conhecimento brutal do jogo, tudo isto num jogador que não só rende a lateral, como a médio defensivo.

Resultado de imagem para joshua kimmich

Defesas Centrais: Niklas Sule (Bayern) e Jonathan Tah (Bayer Leverkusen)

Dupla de centrais que já atuou em parceria nas seleções jovens alemãs, e que desbravou caminho até a seleção principal. Dois centrais de estatura e envergadura impressionante, que se destacam pela maneira agressiva com que abordam os lances e pela velocidade de reação.

Resultado de imagem para niklas sule jonathan tah

Lateral esquerdo: Nico Schulz (Hoffenheim/Borussia Dormund)

Um dos laterais mais consistentes na Bundesliga. Aos 26 anos, Schulz garante todas as épocas uma regularidade impressionante, sendo um lateral que faz com facilidade todo o corredor e que consegue contribuir com assistências e grande envolvimento ofensivo.

Resultado de imagem para nico schulz

Médio Defensivo: Axel Witsel (Borussia Dortmund)

Que desperdício os anos que passou na China. O belga assumiu-se como um dos melhores jogadores do Borussia, assumindo a batuta na construção e sendo fundamental na forma como pressiona e preenche o meio campo. Um dos melhores médios da atualidade.

Resultado de imagem para axel witsel

Médio Centro: Max Eggenstein (Werder Bremen)

Ano de afirmação para o jovem médio de 23 anos do Werder Bremen. Peça chave na sua equipa, o ano de 2019 foi também ano de estreia em convocatórias da seleção principal alemã. Intensidade, capacidade física e qualidade no passe tornam Eggenstein num dos médios mais interessantes na Alemanha.

Resultado de imagem para max eggestein

Extremo Direito: Jadon Sancho (Borussia Dortmund)

O que há para dizer sobre Sancho, já foi dito. Nascido em 2000, o jovem inglês é já uma certeza no futebol mundial, fazendo a diferença com a sua técnica, drible, velocidade e visão de jogo. Desde que se assumiu na primeira equipado Dortmund, são já 26 golos e 36 assistências em 79 jogos.

Resultado de imagem para jadon sancho

Extremo Esquerdo: Thorgan Hazard (Monchengladbach/Borussia Dortmund)

O melhor jogador do Monchengladbach em 18/19, onde conseguiu dois dígitos nos golos e nas assistências. Nesta época transferiu-se para o Borussia Dortmund, mantendo a toada, ele que com a sua velocidade, técnica e potência de remate já marcou por 4 vezes e assistiu por 7 em 16 jogos.

Resultado de imagem para thorgan hazard

Avançados: Timo Werner (Leipzig) e Robert Lewandowski (Bayern)

Dois nomes incontornáveis da Bundesliga, e que na presente época somam juntos 37 golos na competição. Se Lewa se destaca pela inteligência, controla de bola, técnica e posicionamento nas imediações da área, Werner faz a diferença graças à sua potência e velocidade, sendo perigosíssimo quando tem algum espaço. Quem será o melhor marcador nesta edição?

Resultado de imagem para robert lewandowski timo werner


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter