Sporting no mercado: um ataque ao título?

Guilherme CatarinoFevereiro 7, 20214min0

Sporting no mercado: um ataque ao título?

Guilherme CatarinoFevereiro 7, 20214min0
O Sportin é líder no campeonato e mexeu-se bem no mercado. Mas será suficiente para um ataque ao título? Descobre aqui!

O último dia do mercado de transferências de Inverno revelou-se severamente profícuo para os lados de Alvalade. A horas do derby eterno, sobre a equipa de Rúben Amorim pairavam rumores sobre as eventuais entradas dos jogadores Matheus Reis, João Pereira e Paulinho, todas confirmadas poucos minutos antes do fecho do mercado.

Os 3 reforços e o que podem trazer

Desta tripla, o trajeto daquele cuja maioria dos leitores poderá desconhecer será o de Matheus Reis. Contratado pelo Rio Ave no ano de 2018, após uma infeliz passagem por Moreira de Cónegos na época transata, o defesa rapidamente pegou de estaca na equipa de vila-do-conde e não fossem os problemas disciplinares com a atual direção vila-condense e o jogador certamente possibilitaria um forte encaixe financeiro ao clube rioavista.

João Pereira, por outro lado, integra o lote de jogadores com mais experiência no nosso campeonato. O internacional português despontou no Sport Lisboa e Benfica no remoto ano de 2004, e, depois de passagens por Alemanha, Espanha e, mais recentemente, Turquia, volta ao clube que o catapultou no futebol internacional para ajudar a equipa de Amorim a um título interno inédito ao longo das últimas duas décadas.

Um regresso… inesperado? (Foto: SAPO)

Deixámos para o fim aquele elemento que, acreditamos, terá maior impacto na estrutura do Sporting Clube de Portugal. Quer a nível desportivo quer financeiramente, até porque a quantia recorde de 16 milhões paga pelo clube de Alvalade ao SC Braga aparenta ser cara mas o exato contrário poderá ser dito, caso o ataquente barcelense o justifique.

Paulinho chega assim a Alvalade, após ser rotulado por muitos como um dos melhores ponta-de-lanças “fixos” do principal campeonato português. Desejo antigo de Rúben Amorim desde que este chegou a Alvalade, Paulinho trará, essencialmente, a experiência que muitos jogadores do plantel do Sporting ainda não possuem e que contrabalançará com a irreverência daqueles.

A troca que todos queriam

No Sporting, Sporar teve em campo teve particulares dificuldades em se impôr a nível ofensivo, e via-se com natureza as suas substituições, no decorrer dos jogos, pelo júnior Tiago Tomás. Este que foi aproveitando para fugir a passos largos do esloveno na luta por um lugar ao sol no 11 de Amorim. Paulinho renderá o esloveno – que faz o caminho inverso para Braga – e traz uma dura concorrência a TT, com as estatísticas desportivas a beneficiarem claramente o Sporting neste negócio com o clube minhoto.

Paulinho dá-se muito bem com as competições internas onde o Braga esteve envolvido nos últimos anos, com os 17 golos para a Liga dos anos 2019/20 a ilustrarem bem tal premissa, em conjunto com os 13 golos no campeonato de 2017/18. Não fossem já estes números superar em certa medida – com todo o respeito pelo clube minhoto, refira-se – o estatuto interno do Sporting Clube de Braga, eis que, o agora avançado leonino tem brilhado igualmente a nível externo, nomeadamente na Liga Europa onde o clube minhoto tem tido uma presença assídua e digna, aponte-se.

Sporar ruma a Braga, para ocupar o lugar de Paulinho (Foto: OJOGO)

Só no decorrer do presente ano desportivo, Paulinho apontou em seis jogos a contar para a fase de grupos da suprarreferida competição, três golos, e, não fosse a eliminação precoce do Sporting este ano aos pés dos austríacos do Lask Linz, quem sabe até onde poderia ir o avançado ex-Braga… Em 12 jogos na competição da época transata, Paulinho fez, aliás, 6 golos e tal reforça bem a tese que temos vindo a defender.

Uma coisa, para já, podemos garantir dentro do universo leonino: a história de Paulinho favorece em muito o avançado internacional português para os cinco anos de contrato que aí vêm. Resta, contudo, perceber como se enquadrará Paulinho no 3-4-3 que Amorim vem desenhando para este Sporting líder e que, semana após semana, vem assumindo tacitamente uma clara candidatura ao título da época 2020/21.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter