Horta e Trincão: Tão iguais e tão diferentes ao mesmo tempo

José Nuno QueirósMaio 22, 20223min0

Horta e Trincão: Tão iguais e tão diferentes ao mesmo tempo

José Nuno QueirósMaio 22, 20223min0
Horta e trincão já foram companheiros em Braga e agora são tema de conversa principal nos rumores de transferências de Benfica e Sporting.

Ricardo Horta e Francisco Trincão são dois nomes em destaque no mercado de transferências, nomeadamente no que toca aos dois clubes da capital, Benfica e Sporting.

Ambos os clubes já demonstraram interesse em ambos os jogadores em momentos distintos dos últimos meses mas neste momento, segundo as notícias que vão surgindo, o extremo do Braga está mais perto de rumar à Luz ao passo que o extremo blaugrana está mais perto de Alvalade.

Na comparação direta entre os dois a primeira grande diferença está na transferência propriamente dita. Se para resgatar Ricardo Horta será necessário desembolsar 20M de euros já para obter Francisco Trincão só mesmo por empréstimo será possível contar com o seu contributo.
Já no jogo são dois jogadores bem diferentes nas suas semelhanças. Ambos privilegiam o jogo interior com Horta a preferir a esquerda e Trincão a direita para poderem usar o melhor pé ao “vir para dentro”. Apesar de tudo Horta é depois muito mais decisivo nas suas ações tendo obtido um registo espetacular este ano de 19 golos e 5 assistências, contra apenas 2 golos e 1 assistência de Trincão, números escassos mesmo na super competitiva Premier League.

Horta
Depois da melhor época da carreira, Horta voltou a ser chamado à seleção nacional. (Fonte: A Bola)

Trincão acaba por ser melhor no ataque à profundidade, algo que Rafa e Everton já fazem no Benfica e que falta ao Sporting onde jogadores como Pote e Edwards acabam por ocupar terrenos interiores. Desta forma Trincão ganha alguma imprevisibilidade nas suas ações o que pode ser uma enorme mais valia.

Trincão ganha também na parte física com o seu 1,84m vence por mais de 10cm Ricardo Horta podendo ter um papel nas bolas paradas laterais, um papel que normalmente Horta também tem mas como batedor das mesmas, sendo este outro ponto a seu favor, principalmente nas bolas paradas frontais ou em grandes penalidades.

Horta também acaba por ser um enorme líder em campo. É o capitão da equipa e claramente uma fonte de inspiração para todos os colegas de equipa. Organiza todo o jogo do Braga no processo ofensivo e carrega mentalmente a equipa nos momentos mais duros, sendo também quase sempre ele a levantar a moral com golos quando tudo parece difícil.

Toda esta experiência de Horta contrasta com a irreverência e potencial do Trincão, que pode vir a atingir um nível ainda muito elevado, ao passo que Horta é uma aposta para aproveitar o excelente momento que atravessa que é claramente o topo da sua carreira.

Depois de uma época pálida em Inglaterra, Trincão quer relançar a carreira em Portugal. (Fonte: Record)

Uma coisa é certa, ninguém vai ficar triste caso receba qualquer um destes atletas, que irão claramente elevar o nível de qualquer equipa com a sua qualidade e classe.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter