O futuro da Seleção Nacional Feminina está presente!

João NegreiraJaneiro 19, 20202min0

O futuro da Seleção Nacional Feminina está presente!

João NegreiraJaneiro 19, 20202min0
Artigo dedicado à seleção nacional feminina sub-19, em jeito de rescaldo do seu último estágio. Estará em boas mãos o futebol feminino nacional?

No presente artigo irá ser abordado o futuro da seleção feminina nacional, tendo por base as jovens que integram a equipa de sub-19.

Decorreu durante esta semana o estágio da seleção feminina de sub-19. A equipa comandada por José Paisana – já apurada para a Ronda de Elite – agendou 2 jogos de preparação frente à seleção da Suíça. De mencionar que para as jogadores desta seleção sub-19 segue-se a Seleção Nacional A.

Os jogos decorreram nos dias 16 e 18 de janeiro, resultando numa vitória por 6-1 e um empate 1-1, respetivamente. Para além dos resultados, certamente que o selecionador José Paisana, estaria mais interessado em observar as 20 jogadoras que convocou, tendo já em vista a Ronda de Elite de acesso ao Campeonato da Europa a realizar-se no próximo mês de abril.

Nesta convocatória destaque para a supremacia de atletas do SL Benfica (8) e Sporting CP (6). De realçar ainda que todos os clubes que dispuseram jogadoras são da Liga BPI, à exceção do Torreense que viu a atleta Raquel Ferreira integrar a convocatória pela primeira vez.

Referenciar ainda que a idade destas jogadores dispõem-se entre os 17 e os 18 anos, tendo ainda uma grande margem de evolução e aprendizagem.

De salientar que muitas destas jogadoras já estão nos plantéis principais dos seus clubes, já a atuar no principal escalão do futebol feminino em Portugal. Apenas a atleta do Torreense e as atletas do Sporting atuam na 2ª Divisão.

No rescaldo deste estágio, José Paisana mostrou-se satisfeito e considerou a equipa organizada e disciplinada. Referiu ainda a importância de jogar com seleções de grande nível e da oportunidade de observar todas as jogadoras disponíveis.

É a partir dos elogios do selecionador português que outros elogios se estendem a todas estas jogadoras. Esta vaga de jovens atletas apresentam-se muito bem preparadas e evoluídas tecnicamente. Uma seleção com jovens que aparentam ter grande futuro e que o podem estender envergando a camisola das quinas, no futuro.

Muitas delas, já apresentam uma grande qualidade no futebol; bom jogo de pés, boa visão de jogo, capacidade de finalização e vindas da formação, onde são orientadas para o futebol espetáculo, promovendo todos esses aspetos.

Todas elas já em contextos bem evoluídos e organizados, também muito bem treinadas e orientadas. Tendo as oportunidades nos seus clubes, conseguirão, certamente, evoluir e crescer muito mais.

A qualidade parece ser inegável, mas não se podem queimar etapas nem colocar estas jogadoras num pedestal. O futuro aparenta ser risonho, mas o presente é agora.

Em abril, joga-se, então, a Ronda de Elite. Estará o futuro do futebol feminino em Portugal, salvaguardado?

Marta Ferreira, atleta do Sporting B. (Foto: FPF)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter