Lampions League: quando Futebol e História se misturam

Marcial CortezMarço 22, 20216min0

Lampions League: quando Futebol e História se misturam

Marcial CortezMarço 22, 20216min0
Brasil, início do século XX. Virgulino Ferreira, mais conhecido como Lampião, apavorava o Nordeste do Brasil com seu bando de cangaceiros. Vilão e heroi ao mesmo tempo, hoje ele batiza a competição regional mais importante do país: a Copa Nordeste, carinhosamente apelidada de Lampions League. Conheça um pouco mais sobre a história de Lampião e desse certame disputadíssimo.

Os leitores dessa coluna podem estar a se perguntar – mas como alguém pode ser heroi e vilão ao mesmo tempo? Virgulino Ferreira nasceu no final do Século XIX e viu seu pai ser morto por policiais em 1919, por conta de uma disputa de terras, comuns naqueles tempos. A morte do pai fez com que Virgulino se revoltasse com o sistema político da época e foi aí que Virgulino se tornou Lampião, o “Rei do Cangaço”, que ganhou esse apelido por iluminar as noites com os tiros certeiros de seu rifle.

A região Nordeste do Brasil, naqueles tempos (e até hoje…) era extremamente desigual, com fazendeiros e donos de terras muito ricos e o sertanejo pobre que trabalhava em condições duríssimas para enriquecer os latifundiários. Pois Lampião juntou um bando de cangaceiros e começou a atacar as grandes propriedades e seus desafetos, promovendo saques, ataques, roubos, estupros e coisas do gênero. Uma verdadeira carnificina, que o tornou temido em toda a região.

Terras dominadas por Lampião e seu bando de cangaceiros. Foto: Vestibular UERJ

Mas, se por um lado Lampião tinha essa fama terrível, por outro alguns sertanejos o adoravam. Em suas andanças pela pobreza nordestina, o bando de Lampião promovia festas com muita comida, água e distribuição do dinheiro roubado. Lampião era como um Robin dos Bosques – roubava dos ricos e distribuía aos pobres. Lampião é um símbolo da cultura nordestina, e sua esposa Maria Bonita foi a primeira das muitas mulheres que fizeram parte de seu bando.

Siga a página do Fair Play no Facebook

Lampião era um católico fervoroso, devoto de Padre Cícero, e rezava todos os dias a pedir proteção a ele e a seu bando. Também era fanático por perfumes, que aplicava em quantidades generosas em si mesmo e até nos animais utilizados por seu grupo. Lampião e seu bando de cangaceiros andaram por vários Estados nordestinos, sempre nas regiões mais afastadas das capitais, onde a Lei não tinha tanto rigor. Foi perseguido pela polícia e por seus desafetos em todos os locais por onde andou, até o dia em que foi pego numa emboscada e morto pela polícia. Foi decapitado e sua cabeça exposta como prêmio em várias cidades do sertão nordestino.

Virgulino Ferreira, o Lampião, que hoje dá nome à Lampions League. Foto: Wikipedia

A Europa tem como principal campeonato a Champions League. No Brasil, a Copa do Nordeste é um dos campeonatos regionais mais disputados do país. O trocadilho do nome do certame foi inevitável. Disputado nas mesmas terras em que Lampião caminhara com seu bando quase cem anos antes, a “Lampions League” hoje anima o povo nordestino até mais do que os campeonatos estaduais.

No início do Século XXI a CBF criou vários campeonatos regionais em todo o país: Rio-São Paulo, Copa Sul-Minas, Copa Verde, Copa Centro-Oeste e Copa Nordeste. Cada uma delas classificava seu campeão para a “Copa dos Campeões”, que valia uma vaga na Libertadores da América. A ideia não deu muito certo e os campeonatos foram extintos. Sobreviveram apenas a Copa Verde, que juntou as equipas das Regiões Norte e Centro-Oeste, e a Copa do Nordeste, que por alguns anos foi suspensa, depois voltou a ser disputada, foi suspensa novamente e desde 2013 faz parte do calendário oficial da CBF.

E como todo brasileiro adora uma polêmica, esse vai e vem da competição gera discordância entre os adversários. Nas tabelas a seguir mostramos o número de títulos totais por equipa (considerando todos os anos em que a Copa foi realizada) e também os títulos de 2013 em diante (quando não houve mais interrupções). Os rivais contestam os quatro títulos do Vitória, que nunca ganhou a Lampions em sua nova fase.

Número de títulos da Lampions League por por equipa. Arte: Adalberto Antunes
Os campeões da Lampions desde 2013, ano em que a competição entrou definitivamente no calendário da CBF. Arte: Adalberto Antunes

O campeão da Lampions League tem vaga garantida nas fases decisivas da Copa do Brasil (até a época 2020, entrava nas oitavas de final, em 2021 entrará na 3a fase – 16 avos de final). Assim, a Lampions continua a pavimentar o caminho para a tão sonhada Libertadores.

Mas não é só o caminho para a Glória Eterna que as equipas nordestinas buscam com a Lampions.  As rivalidades estaduais estão presentes em todas as edições do certame, que com o tempo criou também rivais regionais. Bahia e Ceará é um exemplo. As duas equipas já disputaram a finalíssima por duas vezes, as duas vencidas pelo Ceará, atual campeão da Lampions.

Siga o Webcast Ginga Canarinha

Além disso várias equipas ganharam o torneio uma única vez e isso entrou para a História do clube. No atual distintivo do América do Rio Grande do Norte, é possível ver uma estrela que representa essa importante conquista.

Para a televisão a Copa do Nordeste é outra fonte importantíssima de recursos. Transmitida pelo SBT desde 2017, os jogos da Lampions em fases decisivas chegam a bater as poderosíssimas novelas da Rede Globo nos índices de audiência. Aliás, a Rede Globo perdeu muito de seus contratos nas últimas épocas, como ocorreu com a Libertadores, Fórmula 1 e Champions League.

A época de 2021 já iniciou e na semana passada tivemos o clássico regional entre Fortaleza e Ceará, em que não houve vencedor. O empate por 0 a 0 teve um fato inusitado: o guarda redes Felipe Alves perdeu o pai na manhã do dia 20 de março, data da partida. Mesmo assim, decidiu jogar e foi eleito o melhor em campo. Quando questionado por atuar no mesmo dia da morte de seu genitor, declarou “decidi jogar, porque com certeza esse seria o desejo  de meu pai”.

Resta saber se com a atual situação da pandemia no Brasil, onde já morreram mais de 300 mil pessoas e alguns campeonatos estaduais foram suspensos, a Lampions League vai sobreviver ou se teremos mais uma interrupção. Essa resposta deverá vir nos próximos dias. Enquanto isso, só nos resta aguardar uma posição das autoridades que definem o futuro do futebol nas terras tupiniquins.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter