Falta de protocolos e desorganização ameaçam o Brasileirão 2020

Renato SalgadoAgosto 13, 20204min0

Falta de protocolos e desorganização ameaçam o Brasileirão 2020

Renato SalgadoAgosto 13, 20204min0
Campeonato Brasileiro de futebol das séries A & B têm início tumultuado com diversas equipas testando positivo durante protocolo de testagem para Covid-19, atletas testantando positivo após já possuirem imunidade ao vírus. Hospital parceiro da CBF, confirma diversos resultados FALSOS positivos para a covid-19 em equipas diferentes gerando enorme crise

Mesmo diante de uma enxurrada de críticas ao seu protocolo após problemas nas duas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, a CBF não cogita parar a competição. No entendimento da cúpula da entidade, os casos ocorridos nos primeiros jogos estavam dentro de uma “previsão” natural. Para a confederação, não há um surto, uma vez que os números maiores de casos ocorreram apenas em “poucos” times. Em suas avaliações, mesmo admitindo falhas no protocolo que foi atualizado, a CBF ainda ressalta que os picos são normais quando da retomada das equipes às atividades, uma vez que o Brasileirão significa o primeiro torneio para times como Goiás, Atlético-GO e Imperatriz-MA – não jogaram Estaduais em meio à pandemia. Ainda em sua defesa, os cartolas lembram números elevados em times – no início da volta aos trabalhos – que vinham jogando torneios regionais como Carioca, Paulista, Mineiro e Gaúcho. A entidade acredita que novos picos não serão registrados nas próximas rodadas.

Taça do Campeonato Brasileiro 2020
Imagens: Lucas Figueiredo/CBF

Mesmo com a mudança de protocolo, tudo se mostra muito ineficaz, uma vez que o Brasil tem dimensões continentais e não existe uma forma de um campeonato nacional ser realizado tendo viagens longas, e para possíveis destinos com novos focos de contágio da covid-19, aumentando absurdamente o risco. E qual seria a solução??? Uma bolha!!!

Realizar um esquema semelhante ao da NBA nos Estados Unidos, com uma sede única. Isolando os jogadores, e membros das comissões técnicas. Evitando viagens e fazendo os jogos com todos os protocos de segurança. E assim, ter um maior controle de isolamento e acima de tudo, pensar na saúde de todos os envolvidos e no futuro do campeonato.

Sindicato dos Atletas de SP ameaça ir à Justiça e pedir paralisação do Campeonato Brasileiro

O Sindicato dos Atletas de São Paulo ameaça ir à Justiça e pedir a paralisação do Campeonato Brasileiro se a CBF não alterar os protocolos previstos para o retorno do futebol. Em ofício enviado à CBF, o sindicato paulista defende duas opções como solução para a realização do torneio, que teve um jogo adiado logo na primeira rodada, Goías X São Paulo, quando dez jogadores da equipa goiano foram diagnosticados com Covid-19. Em resultados que foram conhecidos apenas na manhã do dia da partida – as contraprovas confirmaram nove diagnósticos.

O “problema de logística” , segundo comunicado oficial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que fez o Goiás tomar conhecimento de 10 casos positivos do novo coronavírus (covid-19) minutos antes de a bola rolar na tarde de ontem (9) contra o São Paulo, na partida de estreia no  Campeonato Brasileiro, foi a gota d’água para o Corinthians. Em nota oficial, o Timão afirmou que não fará os exames para detecção de covid-19 no Hospital Albert Einstein, parceiro da CBF. É o primeiro clube a tomar essa decisão, logo na rodada de abertura da Série A.
Enquanto isso, o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, divulgou no início da noite desta terça-feira que quatro jogadores do Atlético-GO haviam tido testes positivos. O clube do Centro-Oeste fez uma contraprova visando ter o quarteto no confronto de ontem contra o Flamengo. De acordo com o Atlético-GO, não seriam casos ativos. Eles estariam na fase final da contaminação, com o vírus no organismo, mas sem o risco de infectar outras pessoas.
Agora, resta saber se os campeonatos das séries A& B e chegarão ao seu final, sem colocar em risco a vida das pessoas apenas por um contrato… Além disso, que se tenha bom senso, e sigam todos os protocolo de forma segura para não transformar o Brasileirão em COVIDÃO 2020.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter