5 Melhores Negócios na Bundesliga (até agora)

Gonçalo MeloAgosto 3, 20186min0

5 Melhores Negócios na Bundesliga (até agora)

Gonçalo MeloAgosto 3, 20186min0
Na competitiva Bundesliga não se gastam as centenas de milhões de euros que se gastam na Premier League. Em vez disso, tenta-se garantir craques na altura certa, como o Bayern fez com Leon Goretzka.

Apesar da enorme qualidade da maioria das equipas alemãs, da sua capacidade financeira e do grande equilíbrio que se verifica entre grande parte das equipas da Bundesliga com exceção do Bayern, é raro verificarmos transferências e negócios com a magnitude das movimentações por parte das equipas da Premier League. Na Alemanha, é dada uma maior atenção às boas oportunidades de negócio e às aquisições de craques a valores mais aceitáveis. Estas são as 5 melhores movimentações de mercado na Bundesliga até ao momento.

1- Leon Goretzka

A melhor movimentação na Bundesliga até ao momento, não só por ter ter tido um custo baixo (apenas o prémio de assinatura, uma vez que o médio terminou contrato com o Schalke), mas por tudo o que o internacional alemão representa.

Um médio capaz de desempenhar todas as funções no meio campo, desde trinco a número dez ou até a jogar a partir da direita, o jovem de 23 anos foi o melhor jogador do Schalke nas duas últimas épocas, e um dos principais destaques da jovem Alemanha que venceu a Taça das Confederações.

Goretzka é um médio forte fisicamente, que ocupa muito bem espaços e parece ter capacidade de estar em todo o lado ao mesmo tempo. A juntar a isto, o ex-Schalke é ainda um médio muito veloz e de grande qualidade técnica, o que lhe permite fazer arrancadas empolgantes e queimar linhas com facilidade.

Para além de tudo isto, Leon é muito forte ao nível do passe, e aparece bem a assistir os companheiros ou a finalizar, o que o torna num provável titular do Bayern e da seleção germânica na próxima década.

Resultado de imagem para leon goretzka bayern
Goretzka em ação contra a sua atual equipa (Foto: Mirror)

 2- Lukas Hrádecky

Com a saída de Bernd Leno, era difícil conseguir um negócio mais vantajoso para os farmacêuticos, tanto do ponto de vista financeiro, como desportivo. O titular da seleção finlandesa, que já esteve muito próximo de assinar pelo Benfica, é um guarda redes de enorme qualidade.

Com reflexos apuradissimos, que lhe permitem fazer defesas que parecem impossíveis, uma rapidez notável a sair aos pés dos avançados e um à vontade interessante a jogar com os pés, tornam Hrádecky num dos melhores guardiões da Bundesliga.

A juntar às suas qualidades, o finlandês tem apenas 28 anos, estando por isso naquela que muitos consideram a melhor fase na carreira de um guarda redes, e conseguir um jogador destes sem qualquer custo tem de ser considerada uma grande movimentação.

Resultado de imagem para lukas hradecky leverkusen
Hradécky a negar mais um golo (Foto: Finnish Footy/Twitter)

3- Mark Uth

Grande abordagem dos mineiros do Schalke, que assim garantiram um avançado completo para rivalizar com os mais “físicos” Burgstaller e Di Santo. Uth é um avançado muito móvel, rápido, que também pode atuar a partir das alas, sendo que é na frente de ataque que mais rende.

Com um pé esquerdo dotado tecnicamente, uma boa meia distância e uma boa capacidade de tabelar com os colegas ou de procurar as costas da defesa, o avançado de 26 anos apontou 17 golos e fez 9 assistências em 38 jogos na época passada ao serviço do Hoffenheim, algo que levou alguns a pedir a sua presença na Rússia.

Em Gelsenkirchen o avançado vai encontrar uma equipa que se apresenta numa tática semelhante à sua antiga equipa, sendo que a exigência será maior após os números apresentados nas duas ultimas épocas, a juntar à estreia na Liga dos Campeões e a uma possível atenção do selecionador alemão Joachim Loew.

Resultado de imagem para mark uth schalke
Mark Uth vai continuar a marcar golos de azul (Foto: Futebol Interior)

4- Davy Klaassen

Não é todos os dias que uma equipa que, apesar de histórica, se tem encontrado na luta pela manutenção nas ultimas épocas consegue contratar um internacional holandês a um dos clubes mais compradores da Premier League, juntando a isso o facto de ter despendido apenas metade do valor que o Everton pagou pelo médio ao Ajax, há cerca de um ano.

Com um raio de ação enorme, Klaassen vai ser certamente a principal figura do Bremen, contribuindo com a sua intensidade, pulmão e capacidade no ultimo passe e na finalização.

O internacional holandês de 25 anos é um 8/10 de muita qualidade, que vai certamente evidenciar-se junto do pouco talentoso plantel dos nortenhos do Bremen. Klaassen apresenta ainda uma grande capacidade de liderar e dar o exemplo em campo, tendo-se tornado capitão do Ajax com apenas 21 anos.

Resultado de imagem para davy klaassen werder bremen
Klaassen não triunfou no Everton, mas não deve ter problemas em ser figura em Bremen

5- Gonzalo Castro

Um dos médios mais completos da ultima década na Bundesliga. O espanho-alemão de 31 anos foi sempre um indiscutível quando jogou pelo Bayer Leverkusen, o que lhe valeu uma transferência para o Borussia Dortmund por 11 milhões em 2015.

Castro nunca foi uma opção para Joachim Loew na seleção principal, como comprovam os pouco assinaláveis 5 jogos pela seleção principal alemã. Ainda assim, foi um dos elementos da famosa geração sub21 que venceu o europeu da categoria em 2009, uma seleção que contava com nomes como Manuel Neuer, Jerome Boateng, Sami Khedira, Toni Kroos ou Mesut Ozil.

Um médio experiente, intenso, rotativo, com grande capacidade de pressão e ocupação de espaços, caracterizando-se ainda como um elemento forte na organização ofensiva e na chegada à área, sendo também muito perigoso na meia distância. Um reforço completo que chega ao histórico Estugarda por apenas 5 milhões de euros, e que juntamente com Daniel Didavi, Marc-Oliver Kempf e Born Sosa forma um lote de reforços de grande nível para os homens patrocinados pela Mercedes.

Resultado de imagem para gonzalo castro stuttgart
Um grande reforço para o Estugarda (Foto: VfB Stuttgart)

Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter