FP Tactic 101: o modelo da Alemanha do Mundial 2018

Fair PlayNovembro 6, 20185min0

FP Tactic 101: o modelo da Alemanha do Mundial 2018

Fair PlayNovembro 6, 20185min0
Paulo C. Meneses, treinador do Sporting Ideal que milita no Campeonato Portugal analisa a forma de jogar da Alemanha do Mundial 2018 frente ao México.

O Diário do Atleta está de regresso com Paulo Meneses – ex Treinador Principal do Aizawl FC – actual campeão da I-League- India em 2017 e que participou na Champions League Asiática.

O Paulo Meneses vai abordar temas sobre o ultimo Mundial (Rússia 2018). De destacar algumas curiosidades que se prendem com o facto do “apoio” a 4 Seleções que participaram no Mundial da Rússia 2018.

Qualquer treinador, qualquer adepto, gosta de ver um bom jogo de Futebol, de observar duas seleções que colocam em prática um “jogo dinâmico e atractivo”, principalmente Ofensivamente.

No entanto, por várias razões, no meu caso, tinha quatro Seleções que gostava que tivessem sucesso nos seus jogos. A Seleção Portuguesa, por ser a nossa Seleção, obviamente.

A Seleção Espanhola, por ter amigos no Staff Técnico – Julian Calero, Treinador Adjunto de Fernando Hierro (Trabalhamos juntos no A.D. Alcorcón e pela amizade que ainda mantemos), pelo Analista e Treinador  Adjunto Antolin Gonzalo (trabalhei e colaborei com ele em trabalhos para a Seleção Espanhola nos tempos do Vicente Del Bosque).

A Seleção do Panamá, porque tinha 2 jogadores (Jose Rodriguez e Ricardo Avila) com quem tive o prazer e o privilégio de trabalhar no Chorrillo FC – 1ª Liga de Panamá.

E a Seleção da Coreia, pelo Treinador Adjunto Javier Miñano (Mentor e amigo), pela amizade que mantemos, e pelos inúmeros projetos e trabalhos que desenvolvemos juntos (Na Seleção Espanhola e não só).

A ALEMANHA E AS NOVAS TENDÊNCIAS

Apesar de ter estas Seleções pelas quais eu “torcia”, achei interessante, observar a Seleção da Alemanha, não só porque era a actual Campeã do Mundo, mas também porque, defrontava neste jogo a Seleção Campeã da Copa América 2016.

Diz-se que cada Mundial de Futebol, costuma marcar uma tendência para os próximos 4 anos. Tendências essas, que são aproveitadas por muitos treinadores, para colocarem em prática nas suas equipas.

Eu vou começar por focar-me num jogo entre duas seleções que tiveram sucesso nas últimas competições em que participaram, e que se enfrentaram neste Mundial: Chile – Alemanha.

De referir que, curiosamente, ambas as seleções, depois de terem vencido troféus importantes recentemente, (Alemanha campeã do Mundo em 2014 e Chile campeão da Copa América em 2016) não tiveram uma participação muito feliz no Mundial Rússia 2018 – esperava-se mais, principalmente da parte da Seleção da Alemanha.

MODELO DE JOGO DA ALEMANHA

Organização Defensiva: 1-5-4-1

Princípios tácticos defensivos:

  • Transição Defensiva Intensiva.
  • Basculações e coberturas.
  • Ajudas permanentes. Objetivo:

Fechar o corredor interior, orientar equipa adversária para as laterais para: roubar no corredor lateral ou obrigar ao adversário a jogar directo.

Transição Defensa-Ataque:

A Alemanha quando recuperava a possa de bola, realizava Contra – Ataque – se fosse possível. Quando não era possível realizar o Contra – Ataque, fazia um passe de segurança para zonas livres de pressão do Chile, e começava o Ataque Organizado.

Organização Ofensiva: 1-3-1-3-3

Princípios tácticos ofensivos:

  • Posse de bola – Controlo do jogo.
  • Progressão do jogo

Utilizando todas as zonas: Inicio-Construção- Finalização (Muita utilização de jogo apoiado através de tabelas e desmarques).

Ajudas permanentes ao colega que tem a bola. Objetivo: Progredir no terreno tentando conseguir avançar nas melhores condições possíveis.

Saída com 3 Defesas Centrais – Profundidade dos 2 Laterais:

Têm uma construção onde começam muitas vezes do lado direito – atraindo o adversário nessa lateral, depois com um passe para o corredor central (para o Defesa Central do meio, ou com o Guarda Redes), viram o flanco para progredir no corredor contrário.

Na fase de Criação, a equipa da Alemanha utiliza muito o Jogo apoiado. Vemos aqui na imagem, a profundidade e amplitude dos Defesas Laterais, com os Medios Centros a diferentes alturas.

Os Avançados vêm entre linhas dar apoio ao portador da bola.

Transição Ataque – Defesa:

A equipa da Alemanha, quando perdia a bola, e esta passava a 1º linha de pressão, realizava uma Transição Defensiva Intensiva – colocando o máximo de jogadores possíveis atrás da linha da bola:


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter