Momento Mundial 2018: Pogba põe fim ao sonho croata

Francisco IsaacJulho 16, 20183min0

Momento Mundial 2018: Pogba põe fim ao sonho croata

Francisco IsaacJulho 16, 20183min0
Um remate potente que pôs fim ao objectivo da Croácia e deu o título à França. Este é o último momento do Mundial 2018, concordas?

Os artigos Momento Mundial 2018 são peças curtas e rápidas, mas com alguma análise e apontamentos para os vermos de outra forma! Da 1ª ronda até à final desta prova vamos ter sempre momentos para mais tarde recordar!

C’EST LE FIN CROATIE… POGBA L’EXIGE!

Depois de uma primeira parte com três golos, dois da França e um da Croácia, existia uma esperança por parte de quase todos os adeptos da possível remontada, ou do golo da igualdade e de um prolongamento que voltasse a dar uma vitória ao underdog. Pessoas em casa repetiam algo que era dito pelos comentadores do jogo “A Croácia já estava habituada a estar a perder nesta fase a eliminar e consegue sempre dar a volta”.

Contudo, Paul Pogba decidiu pôr fim a essa ideia e ao sonho de todos que queriam um campeão improvável, algo que nunca aconteceu na História da maior prova de todas de futebol. Mas bem, como foi esse momento que finalizou tudo? É o próprio médio-centro do Manchester United a começar tudo, com uma recepção perfeita perto da sua área e um passe em profundidade genial para o explosivo (e futuro ET?) Kylian Mbappé.

O extremo-avançado só teve de correr desacompanhado, abrindo caminho para mais um lance de ataque da França na segunda-parte… Mbappé entra na área, faz uma finta e mete a redonda nos pés de Griezmann. O Mestre das Cerimónias domina, exerce uns toques como se estivesse no recreio e faz um passe atrasado de requinte para quem viesse de trás lançado… neste caso, Pogba era esse homem.

Numa primeira tentativa atira de primeira, com um remate potente mas que é cortado para Modric… contudo, o fantasista croata ao cortar a bola, devolve-a a Pogba e este com mais calma bate o remate ainda mais tenso e em altura. Subasic nem tenta saltar (estaria lesionado o guarda-redes?) e falha a intercepção do remate que daria o 3-1 aos franceses.

Dos jogadores mais criticados a nível mundial, muito pelo facto da maioria das pessoas não compreenderem como joga, qual o seu papel em campo e daquela postura meio intensa meio a brincar que tira muitos fora do sério. Na final do Mundial foi um pêndulo dos Les Bleus com uma classe formidável na recuperação de bolas, passes curtos e combinações controladas, lançamento de jogo em profundidade, sendo um equilibrador nato que deu outra dimensão ao jogo francês.

O 4-1 de Kylian Mbappé será recordado como o golo que carimba o novo do jovem avançado como um dos melhores jogadores à escala mundial, mas o de Pogba merece uma atenção especial por tudo o que representou naquele momento… o golo que garantiu o 3-1, o golo que pôs fim à Croácia, o golo da redenção de um jogador que nunca se descobriu na final do Euro 2016.

Este é o Último Momento do Mundial 2018 do Fair Play, tendo viajado pelos três golos de Cristiano Ronaldo, da defesa brutal de Courtois, da genialidade Lukaku ao deixar passar a bola para Chadli, entre outros. Vemos-nos em 2022, no Qatar… para um Natal especial de futebol!


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter