As melhores mentiras no futebol: Ferdinand o novo treinador do United

Francisco IsaacFevereiro 19, 20223min0

As melhores mentiras no futebol: Ferdinand o novo treinador do United

Francisco IsaacFevereiro 19, 20223min0
A 1 de Abril de 2016, Rio Ferdinand anunciava que iria treinar um dos seus clubes do coração... mas seria verdade ou mentira?

Sabes de algumas maiores “tangas” perpetuadas no Desporto-Rei? Desde jogadores fictícios (Tó Madeira!), a selecções-fantasma a conversas paralelas enganadoras, fomos em busca de 5 das melhores mentiras do futebol, e hoje contamos uma que envolve Ferdinand e o United!

FERDINAND E UMA PIADA DE ABRIL QUE PODIA NEM SER MUITO ESTRANHA ASSSIM

Os anos passam e o Manchester United continua numa rota de desânimo total, com as poucas últimas grandes conquistas a terem sido sob a chancela de José Mourinho (uma Liga Europa, uma Taça da Liga Inglesa e uma Community Shield), enfrentando longos anos de seca em termos de campeonatos nacionais ou da Liga dos Campeões, com vários treinadores a terem passado por aquele que é um dos maiores emblemas do futebol mundial. Da “quinta” de jogadores formados ou lançados por Alex Ferguson, só um até agora assumiu o lugar de manager dos Red Devils e esse foi Ole Solskjaer, antigo avançado norueguês que acabou por não ter sucesso ao cabo de quase 4 anos no comando do United… contudo, ainda antes de Mourinho ou Solskjaer chegarem a Manchester, correu um rumor de algum impacto pela imprensa inglesa, com os adeptos a não ficarem indiferentes, ou a não perceberem que era simplesmente uma piada de 1 de Abril.

Qual era? Bem, Rio Ferdinand, histórico central que somou diversos títulos ao serviço do Manchester United, lançou um tweet no dia 1 de Abril de 2016, em que dizia “Novo capítulo… contrato assinado… já a olhar para o meu novo cargo que assumo a partir de Junho. Um grande Verão se aproxima!” acompanhado de uma fotografia no Teatro dos Sonhos. Apesar das dúvidas iniciais que se podia tratar de uma simples piada de 1 de Abril, vários meios de comunicação social em Inglaterra lançaram-se ao “ataque” de terem em primeira-mão uma notícia de alto valor, já que Louis Van Gaal estava mesmo na corda bamba – sairia em Maio desse ano – e que Ferdinand era um dos jogadores mais estimados por parte de Alex Ferguson, isto depois de uma excelente carreira como defesa-central.

Um comentador desportivo agressivo e que, por vezes, fazia comentários ou críticas bem construídas e de bom valor, Ferdinand caía dentro daquilo que uma falange dos adeptos dos Red Devils gritavam e exigiam à direcção do clube desde o fracasso de David Moyes, a contratação de um homem da casa para liderar a próxima geração de talento que despontava na formação, sendo os primeiros nomes pedidos Ryan Giggs (continua a ser uma paixão eterna desses fãs do emblema inglês), Paul Scholes ou Roy Keane. O burburinho instalou-se e, pouco depois, Ferdinand teve de vir a público pôr termo a esses rumores até por respeito a um dos clubes que mais lhe ofereceu oportunidades… sonhos desfeitos – para alguns, já que a maior parte da massa associativa desejava outro tipo de timoneiro à frente do clube -, editoriais de alguns jornais atirados para o lixo, e uma piada de 1 de Abril bem montada num simples tweet, valendo aqui aquela máxima que “o Twitter não é o Mundo real”.

Chapeau senhor Ferdinand, Chapeau de uma boa piada de 1 de Abril… que poderá um dia acontecer?


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter