Antevisão à Liga BPI 2020/2021

João NegreiraSetembro 18, 20205min0

Antevisão à Liga BPI 2020/2021

João NegreiraSetembro 18, 20205min0
A Liga BPI começa no dia 27 de setembro e o Fair Play conta-te tudo o que precisas de saber para acompanhar esta competição!

Os quadros competitivos do futebol feminino em Portugal mudaram após o término antecipado das competições em 2019/2020. Sem solução para poder despromover 2 equipas da Liga BPI e para promover outras 2 do Campeonato Nacional da II Divisão Feminino, a estratégia encontrada passou por alargar o número de equipas no principal escalão do futebol feminino em Portugal.

Havia uma clara urgência em ver resolvida esta solução, já que eram vários os clubes com investimentos alargados. Posto isto, vários clubes juntaram-se e pediram respostas à FPF. É então que é encontrada a mudança e o tal alargamento de clubes.

Num sentido lato, as mudanças são: a Liga BPI passa de 12 para 20 equipas, divididas em 2 séries, com 10 equipas cada. Nenhuma das equipas foi despromovida e foram promovidas as 8 equipas que ficaram em primeiro, nas 8 séries da II Divisão Feminina. Na 1ª fase apuram-se as 4 primeiras equipas de cada série, totalizando um apuramento de campeão com 8 equipas. A fase de manutenção também dividida em séries, terá 6 clubes em cada uma e descem ao Campeonato Nacional da II Divisão Feminino os 2 últimos clubes de cada série. Em 2021/2022 a Liga BPI será disputada por 16 clubes.

Série Norte

Na série Norte participam: o Boavista, o Cadima, o Clube Albergaria, o Condeixa, o Famalicão, o Fiães, o Gil Vicente, o Ovarense, o SC Braga e o Valadares Gaia. Destas 10 equipas, apenas 5 já estavam na Liga BPI. O Clube Albergaria, o Ovarense e o Cadima estavam entre os últimos 4 lugares, o Valadares Gaia estava a meio da tabela e o SC Braga, campeão em título, estava nos lugares cimeiros.

Conhecendo assim 5 novas equipas, haverá espaço para que essas possam surpreender e tentar garantir um lugar no top-4. O Gil Vicente, o Famalicão, o Fiães e o Condeixa, terminaram a 1ª fase da temporada passada 100% vitoriosos e serão aqueles de quem mais se espera.

Não obstante, existem 2 equipas que serão claramente as favoritas. O SC Braga por razões naturais terá que garantir o 1º lugar e o desafio será vencer todos os jogos. E depois o destaque terá que seguir para o Famalicão que já na temporada passada teve um grande investimento e é liderado pelo já conhecido João Marques, ex-Benfica. O investimento continuou e a expectativa está alta.

Quanto às outras equipas, teremos que esperar para ver. Toda a situação pandémica que vivemos poderá ter afetado muitos clubes e aqueles que poderiam querer reforçar-se, já não conseguiram. A série Norte avizinha-se pouco competitiva com as 2 favoritas, mas ainda estão 2 lugares em disputa para seguir para o apuramento de campeão.

O SC Braga vai liderar a corrida na série norte. (Foto: PressNet)

Série Sul

Na série Norte participam: o A-dos-Francos, o Amora, o Ouriense, o SL Benfica, o Damaiense, o Estoril Praia, o Futebol Benfica, o Marítimo, o Sporting CP e o Torreense. Destas 10 equipas, 7 já estavam na Liga BPI. O Benfica e o Sporting lideravam a corrida ao título e assim se espera que continuem. O CF Benfica chegou ao top-4 e entrou na Taça da Liga, mas tinha o Estoril a morder-lhe os calcanhares. O Marítimo também estava perto desses lugares, mas nunca teve capacidade de se aproximar. O Atl. Ouriense garantiu desde cedo a manutenção e o A-dos-Francos teve uma prestação terrível, conseguindo apenas 3 pontos em 15 partidas.

Das 3 equipas que subiram do Campeonato Nacional da II Divisão Feminino, destaque para o Torreense que liderou a série F e para o Amora que disputou com o Paio Pires a subida na série H. De referir ainda que o investimento destas 2 equipas continuou nesta temporada e vão dar luta a todas as equipas.

A série sul é claramente muito mais competitiva com apenas as águias e as leoas a terem a vida mais facilitada. Ao contrário da série norte, há muito mais qualidade para decidir os outros 2 lugares no top-4 e quem ficar de fora dele vai ficar muito desiludido.

O Estoril Praia e o CF Benfica lutarão com todas as forças com Amora e Torreense para chegar ao apuramento de campeão, sendo que as 2 primeiras já têm estofo de Liga BPI e poderão jogar com isso a seu favor. Não esquecer ainda o Marítimo e o Atl. Ouriense que poderão causar dificuldades a certas equipas.

SL Benfica e Sporting CP vão lutar pelo 1º lugar da série sul. (Foto: Record)

Avizinha-se uma Liga BPI diferente e muito interessante para a época 2020/2021. Os candidatos ao título serão os mesmos, mas contamos com algumas equipas recém-promovidas (que têm tido um investimento fora do normal) para destabilizar os “grandes”.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter