20 Fev, 2018

Indiana Pacers: a equipa que demonstra o que é ser uma equipa

João FerreiraDezembro 17, 20175min0

Indiana Pacers: a equipa que demonstra o que é ser uma equipa

João FerreiraDezembro 17, 20175min0
Os Indiana Pacers parecem ter saído da melhor forma da era Paul George com Victor Oladipo a assumir a posição de destaque na equipa. No entanto, a equipa não se resume apenas a este jogador.

É verdade que todos os anos existem casos em que basta um vislumbre pela equipa que dá para perceber que as coisas não vão correr de feição.Este ano, na NBA, era claro para todos algumas das equipas que nunca iriam ter hipótese de fazer algo de positivo. Conjuntos como os Chicago Bulls, Phoenix Suns, Dallas Mavericks ou Atlanta Hawks eram apontadas como as piores equipas da NBA juntamente com os Indiana Pacers que haviam perdido Paul George.

No entanto, a equipa de Indianapolis tem mostrado que não se deve julgar antes de ver jogar. Um conjunto extremamente organizado que tem em Victor Oladipo (jogador recebido juntamente com Domantas Sabonis na troca que levou Paul George para Oklahoma) o seu melhor jogador até ao momento.

O MIP? (Foto: GettyImages)

Victor Oladipo tem mostrado uma facilidade de lançamento que, embora lhe fosse reconhecida, era considerada ainda muito inconstante para ser útil ao lado de Russell Westbrook. No entanto, este antigo jogador da Universidade de Indiana e dos Orlando Magic (acabou por ser trocado para os OKC em troca por Serge Ibaka) tem vindo a mostrar que o potencial que lhe era atribuído existe e que as suas capacidades estão a ser cada vez mais potenciadas em Indiana. 

A equipa dos Indiana Pacers tem um núcleo de jogador bastante coeso entre os quais existe a destacar Victor Oladipo, Darren Collison, Myles Turner, Thaddeus Young, Bojan Bogdanovic e Domantas Sabonis. Estes seis jogadores têm mostrado que ainda é possível

Victor Oladipo: o novo menino bonito dos Indiana Pacers

Se, depois da trade que levou Paul George para os OKC, se pensou que os Indiana Pacers dificilmente encontrariam o seu rumo, Oladipo veio trazer uma nova esperança a Indiana. Neste momento, Oladipo está na corrida da frente para ser considerado, no final do ano, o Most Improved Player. 

O que Oladipo tem feito é fora do normal para um jogador que apenas foi considerado valioso ao longo da sua carreira como um bom elemento para uma troca. 

Victor Oladipo tem mostrado um à vontade enorme em atacar o cesto e de lançamento de meia-distância, mesmo quando muito contestado. Passados 30 jogos, Oladipo conta com uma média astronómica de 24.4 pontos por jogo, 5.4 ressaltos por jogo e 4.1 assistências por jogo.

É, sem dúvida, um dos jogadores do momento da NBA, registando em Cleveland um dos seus grandes jogos com 33 pontos, num jogo em que conseguiu levar de vencida a equipa do King James.

Myles Turner

Um dos postes mais promissores da NBA para os próximos anos, Myles Turner tem mostrado este ano o porquê de lhe ser atribuído tal estatuto.

Exímio em questões defensivas, sendo já uma presença assídua nos rankings de desarmes de lançamento de toda a época, Myles Turner tem vindo a acrescentar algo aos Indiana Pacers que vinha a faltar. Agressividade debaixo do cesto seja a defender ou a atacar.

Myles mostra que é possível compatibilizar as duas vertentes do jogo contando com 14.6 pontos por jogo, 2,4 desarmes de lançamento por jogo e 7.2 ressaltos por jogo.

Veremos se continuará a mostrar que consegue fazer mais e melhor e tornar-se num muito bom poste na NBA.

Esperamos que continue a sorrir (Foto: ESPN)

Restantes jogadores

A verdade é que o resto dos jogadores acima referidos têm sido essenciais para que os Indiana Pacers se revelem como um dos candidatos aos playoffs da Conferência Este. Jogadores já muito experientes e que passaram por muitas equipas antes de “aterrarem” em Indiana.

Thaddeus Young, que está com 13.3 pontos por jogo, e que substituiu Jeff Teague (que partiu para Minnesota), já passou por 4 equipas tendo feito 7 temporadas em Philadelphia. Um jogador muito experiente e que acrescente capacidade de passe à equipa.

Bojan Bogdanovic chegou à equipa este Verão vindo de Washington e pegou de estaca no 5 inicial. Um jogador com muita facilidade em lançar de 3 pontos e que também não tem problemas em lançar de média distância é um jogador muito seguro para se ter na equipa por ser, acima de tudo, muito consistente.

Darren Collison já passou por 5 equipas e é um jogador que já leva quase 10 anos de NBA. Esta é já a sua segunda passagem por Indiana e não podia estar a correr melhor. Tem-se revelado como um jogador muito importante vindo do banco, contando com 6.1 assistências por jogo e 12 pontos por jogo. É um jogador que alia uma facilidade extrema em assistir colegas a lançar de três pontos mal receber a bola. Pode ser que desta vez seja de vez que fica nos Indiana Pacers.

Indiana Pacers: equipa de futuro?

Estes Indiana Pacers foram claramente menosprezados por todos e não podiam ter dado uma melhor resposta a todas as criticas que àquela que estão a dar até ao momento.

No nosso entender, é uma equipa com um potencial astronómico mas onde algumas figuras já começam a ganhar uma idade mais avançada de forma a não se poder vislumbrar um futuro muito longínquo. No entanto, jogadores como Oladipo e Myles Turner são jogador à volta dos quais os dirigentes de Indiana têm que se focar. Apenas desta maneira, os Pacers podem ser considerada uma das principais equipas do Este e da NBA.

Fica a dúvida para os leitores do Fair Play: Será que os Indiana Pacers manterão a forma até aos playoffs?

Será que estes Indiana ainda vão surpreender? (Foto: Getty Images)

 

 


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter