18 Fev, 2018

A Mudança de Valores

Fernando SantosJulho 30, 20173min0

A Mudança de Valores

Fernando SantosJulho 30, 20173min0
"Novos" valores estão a ganhar um crescente espaço no desporto profissional e, consequentemente, no desporto amador e de formação. É cada vez mais frequente os jovens praticantes receberem uma mensagem diferente daquela que os seus pais queriam que eles recebessem.

Este artigo faz parte da série “treino mental”, da responsabilidade do especialista Fernando Santos, do site “Muda o Teu Jogo“. A componente mental merece cada vez maior atenção por parte dos agentes envolvidos no desporto de alto rendimento, por isso muda o teu jogo com fair play

Hoje em dia os nossos jovens são bombardeados com valores com os quais as gerações anteriores raramente tinham que conviver. Valores como a coragem, a humildade, a integridade ou a perseverança parecem estar em risco de extinção. Os seus guardiões são actualmente as famílias e as escolas que os tentam praticar e incutir, uma vez que, quer a internet, quer a cultura pop mainstream se têm revelado incapazes de o fazer.

“Novos” valores estão a ganhar um crescente espaço no desporto profissional e, consequentemente, no desporto amador e de formação. É cada vez mais frequente os jovens praticantes receberem uma mensagem diferente daquela que os seus pais queriam que eles recebessem. A perseverança parece ter sido substituida pela gratificação instantânea, a humildade substituida pela fama, o respeito substituido pelo “e o que é que eu ganho com isso?”.

Fonte: arquivo pessoal

“Para as crianças com menos de 10 anos, os objectivos mais importantes são: 1) ser famoso, 2) ser atraente e 3) ser rico.”

Num estudo realizado em 2011 pelas psicólogas de UCLA, Yalda Uhls e Patricia Greenfield, foram analisados os programas televisivos dos últimos 50 anos nos Estados Unidos e quais os valores transmitidos nos programas para a faixa etária dos 6 aos 9 anos. O que se verificou foi uma mudança drástica! Entre 1967 e 1997, os valores mais presentes eram o espírito de comunidade, a benevolência, a imagem, a tradição e a popularidade. No final da lista encontravam-se a fama, a condição física, o hedonismo o espiritualismo e o sucesso financeiro. Avançando até 2007 (ano em que os programas de maior sucesso foram Hannah Montanna e American Idol) os valores mais estimulados passaram a ser a fama, a realização, a popularidade, a imagem e o sucesso financeiro, seguidos de perto pelo egoismo, ambição, materialismo e prepotência. No final da lista encontramos agora o espiritualismo, a tradição, a segurança, a conformidade e a benevolência.

Com a globalização da internet e as centenas de canais televisivos, são cada vez mais os programas para a faixa etária dos 6 aos 9 sobre crianças que buscam a fama através da indústria do entretenimento. A consequência? A “Fama” é agora o valor mais presente na mente das crianças destas idades. Outro estudo recente revelou que, para as crianças com menos de 10 anos, os objectivos mais importantes são: 1) ser famoso, 2) ser atraente e 3) ser rico.

Fonte: arquivo pessoal

É decisivo que os pais, professores e treinadores ganhem consciência da cada vez maior discrepância entre as reais necessidades e as vontades induzidas nos nossos jovens para se prepararem de modo a melhor servirem as primeiras, combatendo de forma informada e determinada as segundas. Se o mundo muda, adaptemo-nos a essa mudança sem fazermos de conta que não a vemos.

Em jeito de conclusão, os nossos jovens são hoje expostos a valores distorcidos que não os preparam para a vida adulta onde o narcisismo, a fama e a fortuna são raramente uma realidade. O desporto deve assumir, por isso, o seu papel crucial de caminho saudável de preparação de melhores cidadãos e cidadãs, para além de preparar melhores atletas.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS




Newsletter


Categorias


newsletter