O melhor do Mundial de Voleibol de Praia/Roma 2022

Thiago MacielJunho 26, 20223min0

O melhor do Mundial de Voleibol de Praia/Roma 2022

Thiago MacielJunho 26, 20223min0
Entre 10 e 19 de junho deste ano aconteceu em Roma o Mundial de voleibol de praia, o primeiro grande evento da modalidade!

O Torneio contou com 48 times por gênero distribuídos em 12 grupos de 4 duplas cada. Ao fim da primeira fase os dois primeiros colocados e os 4 melhores terceiros avançavam para os playoffs. As outras oitos duplas que terminassem em terceiro lugar, disputavam uma repescagem para completar os 32 times que participariam dos playoffs.

Praia

Histórico

Na edição passada (2019) em Hamburgo, na Alemanha, os russos Viacheslav Krasilnikov e Oleg Stoyanovskiy foram os campeões no masculino. No feminino, o título ficou com as canadenses Sarah Pavan e Melissa Humana-Paredes.

Lembrando que o Brasil é um dos países com mais tradição na modalidade, contando com muitos campeões mundiais como Agatha e Bárbara (2015), Juliana e Larissa (2011), Adriana e Shelda (1999 e 2001), Jackie e Sandra (1997). Entre os homens, Guilherme e Rogério venceram o primeiro torneio, em 1997, depois Emanuel e Loiola em 1999, Ricardo e Emanuel (2003), Márcio e Fábio Luiz (2005), Emanuel e Alison (2011), Alison e Bruno (2015) e Evandro e André em 2017.

Mundial Feminino

Depois de passar em branco no Campeonato Mundial de vôlei de praia de 2019, em Hamburgo (ALE), o Brasil voltou em grande estilo ao pódio em Roma. Ana Patrícia e Duda venceram as canadenses Brandie/Bukovec por 2 sets a 0, parciais de 21-17 e 21-19, conquistando o título.

É a sexta vez que o Brasil conquista o título mundial feminino. E é o primeiro das jovens Duda e Ana Patrícia na categoria adulta. Elas voltaram a formar neste ano a parceria que deu muito certo nas categorias de base.

Na campanha em Roma, Duda e Ana Patrícia venceram os oito jogos disputados, perdendo apenas um set, ainda na fase de classificação, diante das austríacas Schützenhöfer/Plesiutschnig. Na final, elas tiveram o controle das ações praticamente do início ao fim, jogando quase sempre com o placar favorável, com Ana Patrícia fazendo a diferença no bloqueio em momentos decisivos.

Mundial Masculino

Anders Mol and Christian Sorum tinham uma única missão neste mundial. Após ganharem tudo quanto possível nos últimos quatros anos, incluindo os Jogos Olímpicos de Tóquio, os noruegueses embarcaram para a Itália em busca do único troféu que lhes faltavam.

E após derrotarem, com outra fantástica atuação, a dupla brasileira Vitor Felipe e Renato Lima em sets diretos (21-15, 21-16) conquistaram o primeiro título mundial.

A conquista dos Vikings do Voleibol de praia no Foto Italico, em Roma, culminou uma incrível campanha desde que a dupla começou a jogar juntas em 2016. Além do título em Tóquio/2020, venceram em 2018 e 2021 o FIVB World Tour Finals e dominaram os campeonatos europeus de 2018 a 2021.

Praia


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter