Sangue Novo no surf nacional

Palex FerreiraJulho 10, 20203min0

Sangue Novo no surf nacional

Palex FerreiraJulho 10, 20203min0
O surf nacional está em boas mãos para os próximos anos, com uma fornada de talentosos atletas a aparecerem nas águas nacionais! Descobre quem são eles aqui!

Após terem sido disputadas duas etapas do Circuito Liga Meo 2020, organizado pela Associação Nacional de Surfistas (ANS), depois de um confinamento onde praticamente ninguém surfou, eis que o show voltou ainda mais forte, por grande parte do(a)s surfistas envolvidos nesta LIGA.

As jovens promessas a darem grandes cartas contra alguns dos melhores nacionais e internacionais.

Guilherme Ribeiro e Afonso Antunes estão de surf bem afiado e a competirem melhor que nunca, com linhas de surf progressivo e moderno, estão a marcar posição para o que será os próximos tempos em surf por cá.

A liga foi “invadida” por inúmeros juniores masculinos e femininos de elevado potencial, nomes como Martim Paulino, Yolanda Hopkings, entre tantos outros, treinam cada vez mais forte e a surfar assim vão mesmo competir ao mais alto nível mundialmente.

Aposto que alguns destes vão fazer parte do grupo restrito da WSL não tarda, e muitos serão clientes assíduos do WQS por alguns anos, o surf cresceu muito e o nível cada vez melhor dos surfistas nacionais.

Vencedor da segunda etapa da LIGA MEO, na praia de Ribeira D’Ilhas – Ericeira- Afonso Antunes. Foto de Ericeira Surfing Clube (Via Facebook)

A vitória do Afonso Antunes, em Ribeira D’Ilhas na Ericeira é a prova disso, a performance do Guilherme Ribeiro (ambos juntamente com o Afonso) sofreram lesões antes da pandemia) estes resultados são fruto de muito treino, fora da água, e focados para serem ainda melhores surfistas.

Também de salutar a prestação que terminou num excelente 3ª do Neco Pyrrait, filho do Local José Maria Pyrrait, nascido e criado naquela onda, demonstrou muito conhecimento da onda em qualquer maré, local Knowlegde puro de duro.

E parabenizar o Martim Paulino, também da Caparica, que venceu a Expression Session durante 2ª etapa.

Nas meninas para se juntarem às talentosas Camila Kemp, Mafalda Lopes, Teresa Bonvalot, entre outras surge a Yolanda Hopkings que tem vindo a conquistar o seu espaço nas meninas, ela sempre focada nas competições que entra, ficou vice na Ericeira, perdendo para a Carolina Mendes que venceu na prova da Ericeira.

Que orgulho ver tamanha evolução de todos, e de perceber que no futuro não devemos ter apenas um ou dois no principal circuito de surf mundial, o WSL TOUR.

Findo para congratular de pé, todo o esforço que a ANS, presidida actualmente pelo Francisco Rodrigues, tem feito desde da sua fundação/criação em prol do surf em Portugal, demonstram sempre muito profissionalismo, negociam grandes patrocinadores, que deixam as outras modalidades com inveja, por não atingirem um nível organizativo como a ANS já o cimentou, mas os surfistas agradecem por este excelente trabalho realizado.

Próxima etapa será em Sintra na Praia Grande, no ultimo fim de semana de Julho.

Aloha


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter