Top 14 – Fase Final

Rodrigo FigueiredoMaio 29, 20192min0

Top 14 – Fase Final

Rodrigo FigueiredoMaio 29, 20192min0
O Top 14 chegou ao fim da fase regular. A já conhecida despromoção do Perpignan e o Grenoble a disputar o playoff da manutenção, resta apenas saber: quem sucederá ao Castres como campeão de França já que este não revalidará o título?

Um último adeus

O Perpignan não foi além de uma derrota por 47-7 contra o líder da tabela Toulouse no jogo da despedida dos catalães. Tendo conseguido apenas 12 (!) pontos na classificação, fruto de 2 vitórias e 4 pontos de bónus, foi uma época para esquecer. Não sendo o pior ataque da competição, com 433 pontos marcados (só o Agen tem menos), são de longe a pior defesa e num campeonato tão físico como é o Top 14, este será claramente um indicador a considerar na análise à época do Perpignan. Paddy Jackson e companhia não conseguiram implementar o seu rugby e este já assinou para a próxima época pelos London Irish. Veremos se o Perpignan conseguirá voltar ao principal escalão do rugby francês, no ano em que se completam dez anos da última conquista do campeonato por parte dos catalães.

O campeão não voltará mas o finalista sim!

O Castres Olympique, campeão em título do Top 14, não conseguiu atingir a fase final da prova por apenas um ponto na classificação. À entrada para a última jornada, o Castres recebia em casa o RC Toulon que já não tinha nada por jogar a não ser o jogo pelo jogo. Numa situação em que o Castres só precisaria do ponto de bónus defensivo, mas em que a hipótese de revalidar o título dependia apenas de si próprio, não foi além de uma derrota por 16-25, ficando assim afastado da fase final.

Do lado oposto deste drama encontrava-se o Montpellier que para além de ter de ir vencer a casa do 2º classificado Clermont teria de esperar pelo deslize do Castres. Foi exatamente isso que aconteceu! Cruden, Nadolo e seus colegas conseguem então atingir a fase final e ir à procura do título que fugiu no ano passado e que o clube nunca conseguiu.

O que falta jogar?

Já esta sexta-feira dia 31, joga-se o primeiro jogo das “barrages”, assim denominado em francês. O Racing 92 recebe La Rochelle num jogo que opõe dois dos packs de avançados mais pesados da competição.

No dia seguinte, sábado dia 1, o Lyon recebe o Montpellier que poderá vir algo desgastado da recta final de 4 vitórias consecutivas!

As meias-finais disputam-se no fim-de-semana seguinte e a final no dia 15 de Junho! Veremos quem marcará presença!


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter