Playoffs PLL: O destino de 4 equipas ainda está por decidir

Miguel Veloso MartinsAgosto 18, 20193min0

Playoffs PLL: O destino de 4 equipas ainda está por decidir

Miguel Veloso MartinsAgosto 18, 20193min0
Estamos no final da penúltima semana de época regular da melhor liga de lacrosse do mundo, a Premier Lacrosse League. Os Playoffs aproximam-se a grande velocidade, mas ainda há muito para decidir.

Os Chaos LC (7-2) fizeram história e tornaram-se na primeira equipa a conseguir um lugar nos primeiros Playoffs da PLL. A equipa de Myles Jones venceu o jogo que lhes faltava para garantir o seu lugar no Top 2 da liga.
Para já só temos os Chaos como garantias na próxima ronda. Descobre como cada equipa se pode qualificar para os Playoffs.

 

Whipsnakes LC (5-3)

Os Whipsnakes ainda estão no topo da liga, mas a equipa não está em posição para celebrar. Os Whips perderam três dos seus últimos quatro jogos. A equipa era a favorita para ser a primeira a se qualificar para os Playoffs. Os Whipsnakes continuam a ter uma enorme probabilidade de se qualificar, podendo fazê-lo de uma das seguintes maneiras:

  • Vencer 1 jogo (6-4);
  • Ou, um maior diferencial de golos do que os Atlas.

 

Archers LC (4-5)

Os Archers têm mostrado a sua resiliência, química e disciplina. A equipa venceu os seus últimos dois jogos com a sua defesa dominante e ótimas performances do seu ataque. Para garantir o seu lugar nos Playoffs, os Archers devem:

  • Vencer 1 jogo (5-5) e uma derrota dos Atlas;
  • Ou, vencer 1 jogo (5-5) e um maior diferencial de golos do que os Atlas;
  • Ou, vencer 1 jog (5-5), uma derrota dos Redwoods e um maior diferencial de golos do que os Redwoods;
  • Ou, uma derrota dos Chromes e dos Atlas.

 

Redwoods LC (4-4)

Os Redwoods perderam so seus últimos dois jogos, incluido o jogo que garantiu aos Chaos um lugar nos Playoffs. A equipa agora deve lutar para manter o seu lugar no Top 4 e para isso devem:

  • Vencer 2 jogos (6-4);
  • Ou, vencer 1 jogo (5-5) e os Archers ou os Atlas devem perder 2 jogos;
  • Ou, os Chrome devem perder 1 jogo, os Redwoods devem ter um diferencial de golos superior ao dos Archers e dos Atlas e pelo menos uma destas equipas deve perder 2 jogos.

 

Atlas LC (4-5)

Os Atlas estão recheados de estrelas, incluindo um dos fundadores da liga, Paul Rabil. Isto obviamente não lhes garantiu um lugar nos Playoffs, a equipa tem uma longa jornada à sua frente. Se os Archers querem chegar aos Playoffs, será necessário:

  • Vencer 2 jogos (5-5), ter um diferencial de golos superior ao dos Redwoods e Archers e pelo menos uma destas equipas deve perder 1 jogo;
  • Vencer 1 jogo (4-6), ter um diferencial de golos superior ao dos Redwoods e Archers e pelo menos uma destas equipas dever perder 2 jogos;
  • Vencer 2 jogos (5-5), 2 derrotas dos Whipsnakes, sendo que estes devem ter um diferencial de golos inferior ao dos Atlas.

 

Chrome LC (2-7)

Os Chrome estão em último lugar na PLL e automaticamente eliminados dos Playoffs. Esta semana tinham hipótese de se qualificar. Apesar do caminho ser difícil, a equipa treinada por Dom Starsia provou nas semanas anteriores que tinha as ferramentas para finalizar a temporada com sucesso. Os Chrome venceram o seu jogo contra os Whipsnakes e quebraram o recorde de golos da PLL.
Com apenas duas vitórias (2-6), os Chrome venceram contra as duas melhores equipas da liga. As hipóteses eram escassas para os underdogs, mas os Chrome poderiam ter-se qualificado para os Playoffs se:

  • Tivessem vencido os últimos 2 jogos (4-6), contra os Atlas e Redwoods, sendo que os Redwoods deverão também perder contra os Whipsnakes;
  • Ou, se tivessem vencido os últimos 2 jogos (4-6), os Archers devem perde 2 jogos e ter um diferencial de golos menor que o dos Chrome.

 

Quem vão ser os outros 3 finalistas?


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter