NFL Draft: Os 5 melhores prospects atacantes em cada posição

Miguel Veloso MartinsAbril 10, 20215min0

NFL Draft: Os 5 melhores prospects atacantes em cada posição

Miguel Veloso MartinsAbril 10, 20215min0
O NFL Draft 2021 é já este mês! Desde Trevor Lawrence a Kyle Pitts, descobre tudo sobre os jogadores atacantes que vão estar em destaque no Draft de 2021.

 

QB: Trevor Lawrence, Clemson

Trevor Lawrence chegou aos Clemson Tigers em 2018 e 4 semanas após o início da temporada ganhou a titularidade. Os Tigers terminaram a época invictos, acabando por conquistar o título de campeões nacionais. Após a sua estreia fenomenal, Lawrence foi premiado com o Archie Griffin Award, ACC Rookie of the Year e ACC Offensive Rookie of the Year. O QB terminou a sua jornada em Clemson com um total de 34 vitórias e 2 derrotas, bem como com estatísticas que rivalizam as de Deshaun Watson.

Trevor Lawrence é um dos prospects mais falados desde os seus tempos de high school. Lawrence é visto por muitos como um dos melhores jogadores da sua geração, com constantes comparações a QBs memoráveis como John Elway, Peyton Manning e Andrew Luck. É impossível garantir que Trevor Lawrence vai conseguir atingir estas expectativas, mas o jovem QB de Clemson tem todas as intangíveis para ser um titular na NFL e ter um impacto imediato num franchise. Desde o seu tamanho e atleticismo ao seu arm talent e football IQ, Lawrence deverá ser a primeira escolha do NFL Draft de 2021.

A primeira escolha do Draft será Trevor Lawrence, isso é praticamente garantido, mas quem será o segundo QB escolhido? Aqui nascem a maior parte das discussões e controvérsias. Alguns dizem Zach Wilson, outros Justin Fields. Não existe um consenso definitivo, apesar de que, nos últimos tempos, temos visto maior atenção na direção de Wilson. Ambos os jogadores tiveram épocas fenomenais e apenas o futuro dirá quem será o escolhido dos New York Jets.

 

RB: Najee Harris, Alabama

Najee Harris foi recrutado para Alabama em 2017, jogando para os Crimson Tide durante 4 temporadas. Após dois anos atrás Josh Jacobs e Damien Harris, Najee Harris apenas se tornou titular nas suas últimas duas temporadas (2019 e 2020). Harris teve um melhoramento constante em cada temporada, tornando-se uma arma indispensável para Alabama. O RB dos Crimson Tide bateu os recordes da universidade em touchdowns marcados (57), jardas corridas (3,843) e jardas percorridas (4,624 jardas em receções e corridas).

Najee Harris não é um RB que se destaca pelas suas jogadas explosivas, não se tratando do seu estilo de jogo. O seu sucesso e potencial deve ser creditado à sua versatilidade e paciência. Harris tem a velocidade e força suficiente para consistentemente ajudar o ataque em todas as jogadas, seja na corrida, passe ou bloqueio. A sua paciência e inteligência combinadas com o seu atleticismo permitem que Harris conquiste jardas de forma constante. Najee Harris é um verdadeiro bell cow RB, um corredor que consegue estar em campo em praticamente todas as jogadas.

 

WR: Ja’Marr Chase, LSU

Ja’Maar Chase foi um dos jogadores de destaque que escolheram não jogar na época de 2020-2021, devido à pandemia de COVID-19. O facto de que esta decisão não afetou o valor de Chase no Draft apenas prova o seu nível de talento. 2019 de Ja’Maar Chase foi um ano invejável para qualquer WR do futebol americano universitário. Chase foi um dos alvos favoritos de Joe Burrow, terminando a época com 84 recepções que resultaram em 1780 jardas e 20 touchdowns.

Ja’Maar Chase tem uma área de receção que nos faz lembrar o lendário Larry Fitzgerald, com capacidade de criar distanciamento fenomenal. Chase diferencia-se também pela sua velocidade que lhe permite criar separação tanto antes como após a receção e lhe permite tirar vantagem de qualquer falha da defesa. Após ter feito um verdadeiro statement em 2019-2020, Ja’Maar Chase deverá ser, no mínimo, escolhido no top 10 do NFL Draft 2021.

 

TE: Kyle Pitts, Florida

Para muitos analistas, Kyle Pitts é considerado o melhor atleta no NFL Draft 2021, e nós muito dificilmente consideraríamos essa previsão como exagerada. Pitts pode ser facilmente considerado o TE perfeito. O TE dos Florida Gators consegue fazer qualquer receção, tornando-o quase num WR no corpo de um TE, assim como consegue bloquear e criar separação com facilidade. Kyle Pitts tornou-se no TE mais produtivo da história da Florida University e num dos principais destaques do ataque da equipa de Dan Mullen.

No dia do Draft, as equipas interessadas não vão olhar para Pitts como apenas um TE, mas sim como uma arma que vai transformar o seu ataque desde o primeiro dia. Kyle Pitts é a definição de playmaker, com a capacidade de criar grandes jogadas para a sua equipa e oportunidades para outros jogadores. O TE dos Gators tem o potencial para se tornar num dos melhores jogadores profissionais na sua posição e deverá ser uma escolha praticamente garantida no top 5 do NFL Draft.

 

OL: Penei Sewell, Oregon

Após ter sido recrutado para Oregon em 2018, Penei Sewell garantiu a titularidade desde o seu primeiro jogo. Sewell tem todas as medidas físicas para ser OT de alto calibre na NFL, tendo também uma mobilidade e flexibilidade que é rara em atletas com a mesma dimensão. Para além do seu atleticismo, Sewell tem recebido elogios esmagadores sobre a sua ética de trabalho e football IQ. Penei Sewell apenas permitiu 1 sack em 2 temporadas como titular.

Durante a sua carreira em Oregon, o jogador samoano defrontou, e, muitas vezes, dominou, jogadores de alto nível que agora são titulares na NFL. Com apenas 20 anos de idade, Sewell tem o potencial de se tornar, nos próximos anos, num dos melhores offensive tackles da NFL. Penei Sewell ainda pode melhorar e continuar-se a desenvolver enquanto jogador, mas o seu talento faz com que já seja considerado como um provável titular na liga profissional.

O NFL Draft 2021 começa dia 30 de Abril.


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter