TOP+ dos Zonais de Infantis

João BastosMarço 13, 201811min0

TOP+ dos Zonais de Infantis

João BastosMarço 13, 201811min0
Os Torneios Zonais de Infantis decorreram durante o passado fim-de-semana e o Fair Play faz a análise às duas competições trazendo os principais destaques

Os nadadores infantis do país estiveram em acção entre os dias 10 e 11 de Março, nos Torneios Zonais de Infantis. Contamos como foi


Os Torneios Zonais de Infantis abriram a temporada das competições que culminam o 2º macrociclo e tiveram lugar em Felgueiras (zonal norte) e nas Caldas da Rainha (zonal sul). Trazemos-lhe o resumo dos melhores de ambas as competições:

ZONAL NORTE

Os nadadores infantis das Associações de Natação do Minho, do Nordeste, do Norte de Portugal, do Centro Norte e de Coimbra decidiram em Felgueiras os títulos de campeões zonais de infantis da zona norte.

Os principais destaques da competição foram estes:

Carolina Fernandes (CGA)

Incontornavelmente a nadadora do Clube Galitos de Aveiro foi o grande destaque da competição e incontornavelmente um dos destaques das competições nacionais de Março, que ainda agora começaram. Carolina estabeleceu nada mais, nada menos do que 5 novos recordes nacionais infantil-A individuais e participou em mais um recorde de estafetas da categoria.

Os novos máximos foram obtidos nos 200 livres, 100 livres (duas vezes), 100 mariposa e 200 estilos. O tempo obtido nos 100 mariposa (1:02.30) merece especial relevância por vários motivos:

  1. O recorde de infantil-A passa a ser melhor do que o recorde juvenil-B e mesmo do que o recorde juvenil-A;
  2. É a 5º melhor nadadora absoluta da temporada;
  3. É a 14ª melhor nadadora absoluta de sempre!

Foto: Luís Filipe Nunes | Edição: Fair Play

O tempo dos 100 mariposa foi ainda o mais pontuado da competição com 673 pontos FINA.

Carolina Fernandes foi a nadadora mais medalhada com 7 ouros – 100 livres, 100 e 200 costas, 100 mariposa, 200 estilos, 4×100 livres e 4×200 livres – e uma prata nos 4×100 estilos.

Com os seus 6 novos recordes, Carolina sobe para 11 os máximos batidos em 2018 (61% do total de recordes nacionais batidos este ano) e aumenta para 32 o número de recordes nacionais que já estabeleceu na sua ainda curta carreira.

Veja todos os novos máximos estabelecidos por Carolina Fernandes aqui:

Contador de recordes nacionais

Diogo Ribeiro (CUC)

Ainda na categoria infantil-A, mas do lado masculino, foi o nadador da União de Coimbra, Diogo Ribeiro, que mais se destacou. Venceu o mesmo número de provas que a nadadora do Galitos, ou seja 7, 4 individuais mais as 3 estafetas.

Venceu os 200 e 400 estilos, 200 mariposa e os 200 livres, com destaque para a marca realizada na prova de livres – 2:01.32 – que lhe valeu a melhor performance masculina da competição com 549 pontos.

Nas restantes vitórias marcou 2:16.27 nos 200 mariposa (novo recorde pessoal), 2:16.56 nos 200 estilos (igualou o seu recorde pessoal) e 4:55.74 nos 400 estilos.

Nas estafetas a União de Coimbra fez o pleno com três vitórias e em todas elas com a participação de Diogo Ribeiro.

Foto: Facebook Diogo Ribeiro – Atleta

Diana Tinoco (SCC)

Do lado das nadadoras infantis-B, foi a nadadora da Columbófila Cantanhedense a maior vencedora de provas individuais. Diana conquistou 4 ouros nas provas de 100 mariposa – com o tempo de 1:12.71 -, nos 200 mariposa – com o tempo de 2:42.95 -, nos 200 estilos – com o tempo de 2:43.60 – e nos 400 estilos – com o tempo de 5:37.23.

O seu tempo dos 400 estilos foi o de maior valia, valendo-lhe 455 pontos.

Contudo, a nadadora infantil-B mais pontuada do zonal norte foi a nadadora do Vitória de Guimarães, Lia Gomes, que com os seus 2:22.52 nos 200 metros livres garantiu 469 pontos.

Foto: Columbófila Cantanhedense

Eduardo Vieira (HCM) e David Sousa (ACRTCMV)

Do lado masculino dois nomes sobressaíram da competição. Eduardo Vieira, do Hóquei Clube da Mealhada e David Sousa, da Associação Cultural e Recreativa dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Vouzela, a.k.a. Clube de Vouzela. Os dois juntos venceram 10 das 12 provas individuais em disputa, só sobrando as de bruços (100 e 200) que foram ganhas por Gonçalo Rocha, do Sporting Clube de Braga.

Eduardo e David venceram 5 provas cada cada.

O nadador da Mealhada venceu todas as distâncias de livres e os 400 estilos. Marcou 59.61 aos 100 livres, 2:08.52 aos 200 livres, 4:36.37 aos 400 livres, 18:25.89 aos 1500 livres e 5:18.44 aos 400 estilos.

Já o nadador de Vouzela levou para casa o ouro dos 100 e 200 costas, 100 e 200 mariposa e 200 estilos. Nadou os 100 costas em 1:06.12, os 200 costas em 2:22.60, os 100 mariposa em 1:07.62, os 200 mariposa em 2:31.41 e os 200 estilos em 2:32.35.

Como não houve confronto directo em nenhuma prova, não houve um que se destacasse mais que o outro, mas Eduardo Vieira logrou obter a pontuação FINA mais elevada de toda a competição com os 462 pontos que lhe valeram o tempo dos 200 livres.

Foto: ANNP

Galitos e Vouzela os mais medalhados

Na categoria infantil-A foi o Clube Galitos de Aveiro que se superiorizou no medalheiro. A contribuição de Carolina Fernandes foi decisiva, mas não só, já que o CGA terminou a competição com 9 ouros, 9 pratas e 5 bronzes num total de 23 medalhas, tudo apenas numa categoria.

Na categoria infantil-B foi o Clube de Vouzela o mais ganhador de medalhas. Aqui sim, com grande influência do nadador mais medalhado – David Sousa – que conseguiu 5 dos 6 ouros da equipa da ANCNP. O outro ouro foi para Eva Silva que ainda contribuiu com mais 3 pratas.

ZONAL SUL

Os nadadores infantis das Associações de Natação da Madeira, dos Açores, do Algarve, do Alentejo, de Lisboa, de Santarém, do Interior Centro e de Leiria decidiram nas Caldas da Rainha os títulos de campeões zonais de infantis da zona sul.

Os principais destaques da competição foram estes:

Soraia Delgado (CPCD – Póvoa de Sta. Iria)

A nadadora infantil-A do Centro Popular Cultura e Desporto da Póvoa de Santa Iria foi tetra-campeã zonal. Venceu os 200 e 400 livres, os 200 e 400 estilos. Esteve particularmente bem nas provas de livres conseguindo novos recordes pessoais.

As suas marcas vitoriosas foram: 2:13.29 nos 200 metros livres; 4:38.91 nos 400 metros livres; 2:33.09 nos 200 metros estilos; 5:17.63 nos 400 metros estilos.

Soraia foi a nadadora mais pontuada da competição, ficando à beira dos 600 pontos, com o seu tempo dos 400 metros livres. Registou 594 pontos FINA.

Foto: Luís Filipe Nunes

Bernardo Simões (CVG)

Na mesma categoria, mas no sector masculino, o nadador do Clube de Natação Colégio Vasco da Gama, Bernardo Simões, foi o grande destaque do torneio. Tal como Soraia, também venceu quatro provas. Venceu os 400 metros livres com o tempo de 4:16.13, os 200 mariposa com 2:17.00, os 200 estilos com 2:16.85 e os 400 estilos com 4:46.42.

A sua marca aos 400 metros livres foi a mais pontuada de toda a competição, valendo-lhe 569 pontos FINA.

A expectativa para ver o frente a frente entre Bernardo Simões e Diogo Ribeiro é grande, uma vez que se destacam como os melhores nadadores infantil-A do país e nadam preferencialmente as mesmas provas. Nos 200 mariposa e nos 200 estilos foram centésimos que os separaram. Fica agendado para os nacionais do próximo Verão.

Foto: Luís Filipe Nunes

Matilde Lopes (CDCP)

Analisando o torneio na categoria infantil-B, a nadadora do Clube Desportivo da Cova da Piedade foi a maior vencedora de medalhas correspondentes ao primeiro lugar. Venceu todas as distâncias de livres e ainda os 400 estilos.

Nadou os 100 metros livres no tempo de 1:05.11, os 200 metros livres no tempo de 2:18.57, os 400 metros livres no tempo de 4:54.92 e os 800 metros livres no tempo de 10:06.88. A prova de estilos venceu com a marca de 5:42.99.

Foi também Matilde que registou a marca mais pontuada. Fez 510 pontos nos 200 metros livres.

Foto: Luís Filipe Nunes

André Marques (SLB)

No zonal sul houve três nadadores a vencer duas provas individuais – Miguel Oliveira (DNMG), Miguel Gonçalves (GesLoures) e André Marques (SLB) – mas o nadador do Benfica desequilibra a balança a seu favor porque constituiu as três estafetas vencedoras do Benfica e ainda conseguiu a maior pontuação do torneio entre os infantis-B.

André venceu os 1500 metros livres no tempo de 18:38.19, correspondente a 436 pontos FINA e também venceu os 200 metros costas no tempo de 2:29.04.

É, por isso, o maior destaque do zonal sul entre os nadadores infantis de primeiro ano.

Foto: Luís Filipe Nunes

Bairro dos Anjos e Benfica na frente

A equipa da Associação Desportiva Bairro dos Anjos foi a equipa com mais ouros na categoria infantil-A, conquistando 6 no total. As vitórias das três estafetas masculinas foram determinantes para as contas finais do medalheiro.

O Sport Lisboa e Benfica foi a equipa com mais vitórias na categoria infantil-B. Tal como o Bairro dos Anjos na categoria superior conquistou 6 medalhas de ouro e, tal como o Bairro dos Anjos na categoria superior, venceu as três estafetas masculinas da categoria (curiosamente o Bairro dos Anjos conquistou as três estafetas do lado feminino).

NORTE x SUL

Analisados os torneios zonais individualmente, fazemos o exercício de comparar ambas as competições de forma a criarmos uma terceira competição fictícia que põe frente a frente os vencedores de ambos os zonais.

Os tempos dos vencedores estão registados na tabela seguinte:

Fonte: Fair Play

Considerando as 30 provas nas duas categorias, a balança ficou bastante equilibrada com o Zonal Norte a registar 31 melhores marcas, contra 29 do Zonal Sul.

Considerando separadamente as categorias, o equilíbrio mantém-se. Os nadadores infantis-A do Norte foram superiores aos Infantis-A do Sul em 17 provas, enquanto o contrário se verificou em 13 provas. Já na categoria de infantis-B foi o Sul que levou a melhor, “vencendo” 16 provas em oposição às 14 em que o Norte levou a melhor.

Quando a análise é feita por sexos, há um desequilíbrio que equilibra, ou seja, as meninas do Norte foram superiores em 16 provas e as do Sul em 14, mas as meninas infantis-A do Norte superiorizaram-se em 13 provas em 15 disputadas e as meninas infantis-B do Sul responderam à letra e foram melhores em 12 provas.

Nos rapazes o efeito volta a verificar-se. Considerando as duas categorias, ficou tudo empatada: 15 melhores registos para o Norte e 15 para o Sul, mas os infantis-A do Sul foram melhores em 11 provas, “contra” 4 do Norte e nos infantis-B os números inverteram-se: 11 para o Norte e 4 para o Sul.

Individualizando a análise, como seria de esperar, é Carolina Fernandes a infantil-A que realizou o maior número de melhores marcas: as 5 provas individuais que nadou.

Continuando no sector feminino mas na categoria infantil-B, Matilde Lopes foi a nadadora com melhores marcas no comparativo Norte vs Sul. Conseguiu 4 melhores marcas.

No masculino, e na categoria infantil-A, foi Diogo Ribeiro o nadador com mais melhores marcas: 3 ao todo.

Na categoria infantil-B o melhor foi Eduardo Vieira com 5 melhores marcas.

* Na foto de destaque o pódio da estafeta feminina 4×100 metros livres femininos infantil-A do zonal norte, com as novas recordistas nacionais da categoria do Clube Galitos de Aveiro constituída por Carolina Fernandes, Leonor Sequeira. Maria Almeida, Lara Vasconcelos


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter