[Bisca da Primeira Divisão Masculina] Sporting Clube de Braga

João BastosMarço 6, 20185min0

[Bisca da Primeira Divisão Masculina] Sporting Clube de Braga

João BastosMarço 6, 20185min0
Analisamos o naipe da equipa masculina do Sporting Clube de Braga para ir a jogo na 1ª divisão nos próximos dias 17 e 18 de Março em Coimbra

O Campeonato Nacional de Clubes da 1ª divisão realiza-se em Coimbra nos dias 17 e 18 de Março. O Fair Play faz a análise das 12 equipas masculinas e das 12 equipas femininas que disputarão o título de clubes mais importante da natação nacional


Depois do 3º lugar da época passada na 2ª divisão, a equipa masculina do Sporting Clube de Braga apresenta-se na 1ª divisão deste ano. Com um naipe muito jovem, a equipa do SC Braga evoluiu bastante desde a época passada.

Fique a conhecer as cartadas do treinador Luís Cameira:

Ás – José Paulo Lopes

O júnior-A tem sido dos nadadores portugueses em maior evidência esta época. No nacional de piscina curta, em Dezembro, foi tricampeão nacional de juniores e nas competições que já disputou em piscina longa tem melhorado sempre os seus recordes pessoais, contando já com dois mínimos de acesso aos Jogos Olímpicos da Juventude que se disputarão em Buenos Aires no mês de Outubro. É um nadador muito eclético que poderá nadar provas de meio fundo e fundo de livres, costas e estilos.

Foto: Luís Filipe Nunes

Rei – Jorge Silva

Tal como José Lopes, cumpre o seu segundo ano de júnior e tal como José Lopes, é um dos melhores valores da sua geração. Já conta no seu currículo com quatro recordes nacionais individuais e uma presença em Campeonatos da Europa de Juniores (no ano passado). É um nadador bastante versátil – como provam os seus recordes nacionais em mariposa, bruços e estilos – e vai à procura de garantir mais uma presença em Europeus de Juniores, pelo que se podem perspectivar boas marcas para o nadador do Braga.

Foto: ANNP

Valete – Rafael Simões

Mais um nadador nascido em 2000. É um excelente upgrade na equipa do SC Braga para esta época e um brucista de grande nível. Ainda para mais tem melhorado os seus recordes pessoais nas suas principais provas esta época, o que dá uma grande margem de confiança ao Braga sempre que Rafael entrar em acção. Também para ele os mínimos para os Europeus de Juniores não estão longe.

Foto: Luís Filipe Nunes

Manilha – José Pedro Fernandes

Em todas as distâncias de livres José Fernandes é um excelente nadador. Esta época já melhorou os seus recordes pessoais de 100 e 400 metros livres em piscina curta. Nos 100 passou de 52.24 para 50.99 e nos 400 de 4:02.84 para 4:00.79, pelo que a expectativa em relação ao que pode fazer no seu melhor em piscina longa é grande. Obviamente que a sua influência na equipa se estenderá às três estafetas.

Foto: Luís Filipe Nunes

Joker – Ricardo Machado

O nadador mais experiente do SC Braga e que já teve um papel mais preponderante na equipa. Mas a sua última época completa foi em 2014/2015. Nas últimas duas tem nadado praticamente só o nacional de clubes. Excepto na presente época onde já fez várias competições. Apesar de ainda estar longe do seu melhor, poderá chegar à primeira divisão num momento de forma já bastante aceitável, contribuindo para a equipa de forma decisiva.

Foto: Facebook SCBraga Natação

Trunfos – Dany Caillé, João Lopes, João Fernandes e Tiago Azevedo

Dany é um trunfo que vem de França, para onde foi viver e treinar em 2015. Mais um nadador nascido em 2000, ou seja, júnior, de uma enorme qualidade nas provas de fundo. Dos 200 metros para cima será uma grande ajuda para o Braga. João Lopes é o sprinter de serviço numa equipa com maior predominância de valores nas provas mais longas, o que dará muito jeito ao SC Braga para se manter competitivo em provas como os 50 livres e os 50 mariposa. A João Fernandes e Tiago Azevedo caberá a responsabilidade de nadar as provas de costas. Entre os dois há um grande equilíbrio, pelo que no somatório dos seus desempenhos virão muitos pontos das provas de costas para os minhotos.

Também Fábio Carneiro, José Melo e Rodrigo Albuquerque são bons trunfos com que o Braga pode contar.

Prognóstico Fair Play

O SC Braga foi o terceiro classificado da 2ª divisão da época passada e ainda ficou a 50 pontos do último lugar que daria direito a subida. No entanto, pela reformulação dos campeonatos, a equipa masculina (e também a feminina) do SC Braga foi repescada para a 1ª divisão. Por isso, pela lógica, a equipa bracarense seria uma candidata à descida, mas assim não é!

Pelo facto do núcleo principal da equipa ser composto essencialmente por juniores de 2º ano, faz com que a equipa esteja muito mais evoluída do que na época passada, à qual chegou o grande reforço Rafael Simões, vindo dos Amigos da Montanha. Para além disso, a possibilidade de colocar dois nadadores por prova beneficia o Braga, uma vez que tem um plantel muito homogéneo e os “segundos nadadores” obterão classificações muito próximas dos “primeiros nadadores” da equipa.

Por estas duas razões, antevemos que o Braga vai ter uma campanha muito bem sucedida na primeira divisão e apostamos numa classificação que à partida pode parecer optimista de mais: o 5º lugar! Veremos se assim é…


Entre na discussão


Quem somos

É com Fair Play que pretendemos trazer uma diversificada panóplia de assuntos e temas. A análise ao detalhe que definiu o jogo; a perspectiva histórica que faz sentido enquadrar; a equipa que tacticamente tem subjugado os seus concorrentes; a individualidade que teima em não deixar de brilhar – é tudo disso que é feito o Fair Play. Que o leitor poderá e deverá não só ler e acompanhar, mas dele participar, através do comentário, fomentando, assim, ainda mais o debate e a partilha.


CONTACTE-NOS



newsletter